domingo, 30 de abril de 2017

Lição 6 - O Senhor, Justiça Nossa

Aula presencial dia 7 de Maio de 2017

Estimados professores,   acredito que já tenha percebido que nosso slide semanal traz uma abordagem completa de todos os pontos abordados na lição. É um resumo da lição fazendo uso de uma metodologia moderna de ensino,  tornando-o mais eficiente e efetivo. Aplica-se a todo o conteúdo da lição, ilustrações com figuras relacionadas com cada tópico a ser ensinado.  Faça bom uso !  Divulgue e Compartilhe.


1 - Reconhecer que somos dependentes da justiça divina;
2 - Entender que Deus é um Justo Juiz;
3 - Aprender que tem horas que chorar é preciso.

 Texto Áureo
“Nos seus dias, Judá será salvo, e Israel habitará seguro;
e este será o seu nome, com que o nomearão:
O Senhor, justiça nossa.” (Jeremias 23:6)

Verdade Aplicada
Em Jesus somos perdoados e recebemos justificação
por intermédio de Seu sangue.
  
Motivo de Oração
 Ore pelos pastores e líderes que lutam
por justiça e retidão

Hinos sugeridos.
Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o som.

156 - A Ovelha Perdida

311 - Jesus, Meu Salvador

450 - O Sol da Justiça




 Jeremias  23:1-2;5 
1 - Ai dos pastores que destroem e dispensam as ovelhas do meu pasto, diz o Senhor.
2 - Portanto, assim diz o Senhor, o Deus de Israel, acerca dos pastores que apascentam o meu povo: Vós dispensastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitastes; eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o Senhor.
5 - Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a Davi um Renovo justo;e e, sendo rei, reinará, e prosperará, e praticará o juízo e a justiça na terra.

Segunda-Feira –  Jeremias 23:3 
23 : 3 E eu mesmo recolherei o restante das minhas ovelhas, de todas as terras para onde as tiver afugentado, e as farei voltar aos seus apriscos; e frutificarão, e se multiplicarão.

Terça-Feira –  Jeremias 23:4 
23 :4 E levantei sobre elas pastores que as apascentem, e nunca mais temerão, nem se assombrarão, e nem uma delas faltará, diz o Senhor.

Quarta-Feira –  Jeremias 23:6 
23 : 6 Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o seu nome, com o qual Deus o chamará: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA.

Quinta-Feira –  Jeremias 23:7 
23 : 7 Portanto, eis que vêm dias, diz o Senhor, em que nunca mais dirão: Vive o Senhor, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito;
  
Sexta-Feira –  Jeremias 23:10 
23 : 10 Porque a terra está cheia de adúlteros, e a terra chora por causa da maldição; os pastos do deserto se secam; porque a sua carreira é má, e sua força não é reta.

Sábado –   Jeremias 23:11 
23 : 11 Porque tanto o profeta, como o sacerdote, estão contaminados; até na minha casa achei a sua maldade, diz o Senhor.


IMPORTANTE
Apresento neste BLOG o Esboço da Lição e os comentários como 
professor de EBD em cima do PAE - PLANO DE AULA EXPOSITIVA 
da Revista Betel Dominical (Adultos) disponibilizado para utilização
no site: http://editorabetel.com.br/auxilio/beteldominical/
NÃO APRESENTO O CONTEÚDO COMPLETO DIGITALIZADO DAS REVISTAS
TENHA SUA REVISTA EM MÃOS E FAÇA UM BOM ESTUDO !

ESBOÇO DA LIÇÃO
Introdução
1. Deus é a nossa justiça
2. O Senhor é Justo Juiz 
3. Deus protege os injustiçados
Conclusão
Clique aqui para Visualizar o PAE (Plano de Aula Expositiva) da Editora Betel






INTRODUÇÃO
Nesta lição, estudaremos, dentro do livro do profeta Jeremias, sobre a grandiosa e magnífica justiça do Eterno Deus, isto é, o seu modo de agir. Em outras palavras, o seu proceder em favor dos homens.
Para iniciarmos o estudo da lição desta semana, vamos revisar os nossos conhecimentos sobre os atributos de Deus mencionado em nosso texto áureo, especificamente a justiça.

TEXTO ÁUREO.
Nos seus dias, Judá será salvo, e Israel habitará seguros; e este será o seu nome, com que o nomearão: O Senhor, justiça nossa. (Jeremias 23:6)
A justiça mencionada é um atributo moral de Deus.
Atributos morais de Deus. São qualidades morais que revelam o caráter ético de Deus, tais como justiça, retidão, perfeição, santidade, misericórdia e amor. Sua justiça é um atributo moral que revela seu perfeito julgamento. A Igreja de Cristo apregoa a justiça, segundo a justiça de Deus, que se manifestou em Cristo, o qual cumpriu toda a justiça (Rm 1.17). Por isso, Cristo se tornou da parte de Deus sabedoria, justiça, santificação e redenção (1 Co 1.30). A misericórdia de Deus é a expressão da sua justiça (Êx 34.6,7; Sl 145.8). (Lições CPAD Jovens e Adultos, 2007  1º Trimestre)

VERDADE PRÁTICA.
Em Jesus  somos perdoados e recebemos justificação por intermédio de Seu sangue.
A justificação é um ato jurídico ou uma sentença divina na qual Ele declara perdoado todo pecador que crer em Jesus. Louis Berkhof define: “A justificação é um ato judicial de Deus no qual Ele declara, baseado na justiça de Jesus Cristo, que todas as exigências da lei estão satisfeitas com respeito ao pecador”. A justificação é o contrário de condenação. Ela é um ato único e legal que remove a culpa do pecado e restaura o pecador à sua condição de filho de Deus, com todos os seus direitos, privilégios e deveres. A justificação não ocorre na vida do pecador, não produz mudanças no seu caráter, mas no Tribunal de Deus. Justificação é uma declaração e santificação é transformação. Mas, é a partir da justificação que o Espírito Santo inicia no pecador todo o processo de santificação até a sua glorificação. (Rm 3.21-31) (http://www.ippinheiros.org.br/2012/04/a-justificacao-pela-fe/). visitado em 01/05/17

1. DEUS É A NOSSA JUSTIÇA
Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. Não há justo, nem um sequer (Rm 3:23). Fomos declarados justos por causa da obra de Cristo em nosso lugar e em nosso lugar e em nosso benefício. Agora, estamos quites com a justiça divina e nenhuma condenação pesa mais sobre nós (Rm 8:1).
Comente com sua classe que devemos sempre lembrar que o sacrifício e morte de Jesus são o fundamento da nossa fé, a santa ceia que celebramos é uma oportunidade que temos de lembrar e agradecer a nossa justificação; "Fazei isto em memória de mim" (ICo 11:25);

1.1. Quem ainda não sofreu uma injustiça?
Faça está pergunta para sua classe e permita que pelo menos um aluno cite alguma injustiça que possa ter sofrido. Como já falamos em lições passadas, Jeremias pagou um preço muito alto para cumprir o seu ministério, nesta lição vamos destacar algumas injustiças mencionadas pelo comentarista, como por exemplo:
*Ser lançado em um calabouço (Prisão subterrânea, fria e escura) (Jr 37.16)
*Ser Jogado em uma Cisterna (reservatório de água), mas estava repleta de lama (Jr 38.6)
Se algum dia você se sentir injustiçado por algum motivo, lembre-se das palavras de Jesus:
Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar.
Ele disse: "Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava com os homens.
E havia naquela cidade uma viúva que se dirigia continuamente a ele, suplicando-lhe: 'Faze-me justiça contra o meu adversário'.
"Por algum tempo ele se recusou. Mas finalmente disse a si mesmo: 'Embora eu não tema a Deus e nem me importe com os homens,
esta viúva está me aborrecendo; vou fazer-lhe justiça para que ela não venha mais me importunar'“.
E o Senhor continuou: "Ouçam o que diz o juiz injusto.
Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar? (Lc 18.1-7).

1.2. Os líderes destruíam o povo
"Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto!", diz o Senhor.    (Jr 23.1)
Neste versículo fica bem claro que os maus lideres, ou falsos lideres, ou enganadores não ficariam impunes. O comentarista nos explica que o interesse destes falsários era o dinheiro do povo ou bens materiais.
Desde o menor até o maior, todos são gananciosos; profetas e sacerdotes igualmente, todos praticam o engano. (Jr 6.13)
Esta mensagem de Deus é sem duvida atual, os maus lideres continuam gananciosos e enganando o povo, de forma mais acentuada porque breve Jesus voltará.
Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis.
Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, (2Tm3.1-2).

1.3. Encher o povo de falsas esperanças
Falsas esperanças era uma mensagem que não provinha de Deus, mas era a mensagem que o povo queria ouvir diante do caos que viviam.
Assim diz o Senhor dos Exércitos: "Não ouçam o que os profetas estão profetizando para vocês; eles os enchem de falsas esperanças. Falam de visões inventadas por eles mesmos que não vêm da boca do Senhor. (Jr 23.16)
Devemos tomar cuidado para não cometermos o mesmo erro, Jesus nos disse:
"Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo" (Jo16. 33).
Há alguns pregando e dando falsas esperanças, dizendo que um cristão não pode passar por aflições, dificuldades, tribulações contrariando os ensinamentos de Jesus...
Temos que ensinar o pecador que passaremos por momentos difíceis, mas Jesus estará conosco:
 Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. (Mt 28.20)

2. O SENHOR É JUSTO JUÍZ
A justiça é um dos valores mais desejados pelas pessoas de bem. O salmista Davi sabia muito bem disso (Sl 28:7). Deus em toda a história sempre deixou provas que devemos confiar nEle incondicionalmente.
Davi: O Senhor é justo em todos os seus caminhos e é bondoso em tudo o que faz. (Sl145.17)

2.1. Chorar era preciso
É importante destacar, que Jeremias chorava pelo povo, não havia motivos para ele chorar por si mesmo, visto que estava em comunhão com o Senhor e era um instrumento escolhido desde o ventre materno
É por isso que eu choro; as lágrimas inundam os meus olhos. Ninguém está por perto para consolar-me, não há ninguém que restaure o meu espírito. Meus filhos estão desamparados porque o inimigo prevaleceu. "(Lm1.16)
Paulo nos fala sobre este assunto de forma bem clara:
 Alegrem-se com os que se alegram; chorem com os que choram. (Rm12.15)

2.2. O Senhor que nos encoraja
Tudo que temos e somos vem do Senhor, mas qual a nossa participação nesse processo?
Certamente é fundamental a nossa fé, o justo viverá pela fé. Viver pela fé é estar em total dependência de Deus em qualquer situação que estejamos.
Mas o justo viverá pela fé. E, “se retroceder, não me agradarei dele”. (Hb10. 38)
Devemos estar atentos também ao contexto do versículo mencionado em Filipense e também citado na lição.
Posso todas as coisas naquele que me fortalece. (Fl 4.13)
“Posso todas as coisas naquele que me fortalece”. Com certeza este é um dos textos mais conhecidos e citados das Escrituras Sagradas. Todavia, na maioria das vezes é mencionado de forma equivocada, fora do seu contexto. Paulo escreveu à igreja de Filipos quando se encontrava preso em Roma. Ele queria agradecer os irmãos filipenses pela oferta generosa que eles haviam enviado. O apóstolo dos gentios estava atravessando um momento difícil, todavia, ele conforta os irmãos mostrando que durante seu ministério aprendeu tanto a ter fartura como a padecer necessidades. Os adeptos da Teologia da Prosperidade tomam esse texto fora do seu contexto e utilizam-no indevidamente, fazendo com que muitos crentes acreditem que podem possuir o que quiserem, já que é Deus quem lhes garante isso. (Lições CPAD Jovens e Adultos  2012  1º Trimestre)

2.3. O profeta não pode desanimar em meio às adversidades
No caso especifico do profeta Jeremias, ele permanecia acreditando, e animado que se o povo se arrependesse, o destino de todos poderia mudar desde que confiassem no Senhor.
Bendito o varão que confia no Senhor, cuja esperança é o Senhor.
Porque ele será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se afadiga nem deixa de dar fruto. (Jr 17.7-8)
Fazer a vontade de Deus, não desanimar, nunca foi tarefa fácil para ninguém, considerando que é estar em uma guerra espiritual. Todos que agradaram a Deus no passado entraram nessa guerra e o mesmo acontece conosco hoje.
“Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos” (2 Co 4.8,9).

3. DEUS PROTEGE OS INJUSTIÇADOS
Podemos confiar na justiça de Deus sempre! Ele está atento a todo mal que possa vir sobre nós (Is 41:10). Seu amor não tem fim. Que estejamos seguros quanto ao cuidado do nosso Senhor (Sl 55:22). No momento oportuno, o Senhor nos livrará, pois não se agrada de injustiça praticada contra Seus filhos.
A justiça de Deus abrange todos os homens, portanto não se limita somente ao seu povo ou aos seus escolhidos. Podemos fundamentar esta afirmação em vários textos como por exemplo:
Que faz justiça aos oprimidos; que dá pão aos famintos. O Senhor solta os encarcerados; 
O Senhor abre os olhos aos cegos; o Senhor levanta os abatidos; o Senhor ama os justos; 
O Senhor guarda os estrangeiros; ampara o órfão e a viúva, mas transtorna o caminho dos ímpios. (Sl 146.7-9).

3.1. Sua missão era maior que sua dor
Ah! Entranhas minhas, entranhas minhas! Estou ferido no meu coração! O meu coração ruge; não me posso calar, porque tu, ó minha alma, ouviste o som da trombeta e o alarido da guerra. (Jr 4.19).
Jeremias não abandonou o seu ministério, diante das dificuldades, tal atitudes autentica o seu ministério e chamada de Deus. Que Deus nos ajude também chegar até o fim independente das circunstancias.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia: fomos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. (Rm8.35).

3.2. As tentativas de calar Jeremias
O comentarista faz uma observação interessante com relação às profecias de Jeremias, considerando que eram as ultimas oportunidades que o povo estava tendo antes da destruição de Judá, por este motivo suas pregações ou profecias eram intensas porque sabia que tinha pouco tempo. Temos uma recomendação bíblica para nossas vidas sobre este assunto:
Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, 
Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. 
Mas tu sê sóbrio   em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.(II Tm 4.1-5).

3.3. Jesus Cristo é o preço pago para nossa justiça
Em o Novo Testamento, a justiça (gr. dikaiosyne) divina tem o seu pleno cumprimento em Jesus Cristo (Mt 3.15). Uma vez que Deus é santo e justo, e considerando que a justiça envolve a retribuição implacável pelo delito, o pecado cometido por Adão no Éden deveria receber a adequada punição. Jesus, portanto, se oferece para o cumprimento da pena e satisfação da justiça divina, consumada na cruz do Calvário (Jo 19.30), de forma substitutiva para remissão dos pecados do homem (Rm 3.25). O Juiz Celestial que decretou a sentença de condenação é o mesmo que enviou o seu Filho Unigênito para cumpri-la. Que maravilhosa graça! (Lições CPAD Jovens e Adultos 2015 2º trim).

CONCLUSÃO
Nós temos um advogado! Não porque aspiremos pecar sucessivamente, mas porque sabemos que somos fracos e que, por isso, o Senhor colocou um Salvador sobre nós. Jesus Cristo, o advogado fiel, nos livra do peso e das decorrências do pecado.

Bibliografia
Biblia de estudo pentecostal, Almeida revista e corrigida, Rio de Janeiro, CPAD
Revista EBD Betel Dominical Professor - 2 trimestre 2017, ano 27, número 103 - Editora Betel
PAE - Plano de Aula Expositiva - Auxílio EBD - http://editorabetel.com.br/auxilio/beteldominical/




1. O que  Deus exige dos líderes?
R: Que amem e guiem suas ovelhas na graça e no conhecimento (2Pe 3:18)

2. Quais eram os pecados dos profetas e sacerdotes contemporâneos de Jeremias?
R: Cometiam adultérios, andavam em falsidade e fortaleciam os malfeitores (Jr 23:14)

3. Quem disse que um profeta não é honrado em sua terra?
R: Jesus (Jo 4:44)

4. O que a Bíblia diz sobre a obediência?
R: Que obedecer é melhor do que sacrificar (1Sm 15:22)

5. Onde está escrito que Cristo é o mediador entre Deus e os homens?
R: 1 Timóteo 2:5

                                    AGORA VAMOS AOS VÍDEOS SOBRE ESTA LIÇÂO.  TENHA BOM ESTUDO !                                  
Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o som.



                 
                                                                                                                                                                                        
[     

Estimado Professor, estava dando uma folheada em um estudo sobre o caráter de Davi e achei um comentário interessante, segue abaixo ... e não deixe de assistir ao vídeo sobre a justiça de Deus (Vale a pena).


DEUS QUE JULGA COM JUSTIÇA
A experiência de Davi o havia ensinado que somente o Senhor é capaz de julgar com justiça.

 Salmos 7:8-11 
Julgue o Senhor os povos. Julga-me, ó Senhor, conforme a minha retidão, e conforme a integridade que há em mim.
Tenha fim a malícia dos ímpios, mas estabeleça-se o justo. Pois tu, ó justo Deus, sondas as mentes e os corações.
O meu escudo está com Deus, que salva os retos de coração. 
Deus é um juiz justo, um Deus que expressa a sua ira todos os dias.

 Salmos 9:7,8,16 
O Senhor reina perpetuamente; já preparou o seu tribunal para julgar.
Ele mesmo julgará o mundo com retidão; governará os povos com justiça.
O Senhor é conhecido pela sua justiça; enlaçado ficou o ímpio nos seus próprios feitos.

 Hebreus 1:8 
Mas, do Filho, diz: Ó Deus o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos, e cetro de equidade é o cetro do teu reino.

No mundo atual, quando a justiça é questionável e, muitas vezes, falha, podemos estar seguros de que o nosso Deus está no controle da situação e, ao fim, julgará a cada um segundo seus atos.

 Atos 17:31 
Pois determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou. Ele disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.

 1 Pedro 1:17 
Ora, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação,

Fonte: Revista Lições Bíblicas - CPAD - 3T 2007 - Pr. Antonio Gilberto - Pág. 12


A Justiça de Deus
Duração: 5:00 minutos - Reflexão


                                                         MUSICA ESCOLHIDA DESTA SEMANA                                                                
Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o so

 A justiça Virá 
Duração: 4:00 minutos - Flordelis 

                                                                                                                                                                                      

Nenhum comentário:

Postar um comentário