domingo, 19 de fevereiro de 2017

Lição 9 - A geração que fracassou na Terra da Promessa

Aula presencial dia 26 de fevereiro de 2017


1 - Esclarecer que a felicidade de uma geração não garante o sucesso da geração futura;
2 - Ensinar que é possível viver alienado de Deus, mesmo nascendo em um lar cristão;
3 - Tornar evidente que uma geração pode comprometer o sucesso da seguinte quando não cumpre seu propósito.

 Texto Áureo
“Uma geração vai, e outra geração vem; mas a terra 
para sempre permanece”. (Ec 1:4)

Verdade Aplicada
A pior tragédia para uma geração é viver 
alienada de Deus, andando por seus próprios caminhos.
  
Motivo de Oração
Clame para que surjam professores capacitados para ensinar sobre Jesus.

Hinos sugeridos.
Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o som.

169 - Oh! Jesus me Ama

186 - De Valor em Valor

432 - Consagrado ao Senhor



Juízes 2:6-8;10
6 - E, havendo Josué despedido o povo, foram-se os filhos de Israel, cada um à sua herdade, para possuírem a terra.
7 - E serviu o povo de Israel ao Senhor todos os dias de Josué, e todos os dias dos anciãos que prolongaram os seus dias depois de Josué e viram toda aquela grande obra do Senhor, a qual ele fizera a Israel.
8 - Faleceu, porém, Josué, filho de Num, servo do Senhor, da idade de cento e dez anos.

10 - E foi também congregada toda aquela geração a seus pais, e outra geração após eles se levantou, que não conhecia o Senhor, nem tampouco a obra que fizera a Israel.

Segunda-Feira –  Deuteronômio 8:11-14
11Guarda-te que não te esqueças do SENHOR teu Deus, deixando de guardar os seus mandamentos, e os seus juízos, e os seus estatutos que hoje te ordeno;
12Para não suceder que, havendo tu comido e fores farto, e havendo edificado boas casas, e habitando-as,
13E se tiverem aumentado os teus gados e os teus rebanhos, e se acrescentar a prata e o ouro, e se multiplicar tudo quanto tens,
14Se eleve o teu coração e te esqueças do SENHOR teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão;

Terça-Feira – Provérbios 8:13
13O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio.

Quarta-Feira – Lamentações 5:17 12
17Por isso desmaiou o nosso coração; por isso se escureceram os nossos olhos.
  
Quinta-Feira – Oséias 6:32
3Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao SENHOR; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.
  
Sexta-Feira – João 4:36-38
36E o que ceifa recebe galardão, e ajunta fruto para a vida eterna; para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem.
37Porque nisto é verdadeiro o ditado, que um é o que semeia, e outro o que ceifa.
38Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho.

Sábado – 1 Timóteo 4:1-3
1MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;
2Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;
3Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;


IMPORTANTE
Apresento neste Blog a Lição Completa conforme a 
Revista Lições Bíblicas do Professor, os meus comentários 
estarão no final deste estudo. Logo após o "Questionário"

TENHA UM BOM ESTUDO !




Antepassados: Gerações anteriores de uma pessoa, ou de um povo;
Minimizar: Diminuir; considerar sem importância;
Seara: Grande números de pessoas engajadas a algum princípio benéfico.

ESBOÇO DA LIÇÃO
Introdução
1. Fidelidade de um e o sucesso de outro.
2. Por que fracassa uma geração?
3. Uma geração pode afetar a outra.

Conclusão

Introdução
Dentro da totalidade do plano eterno de Deus, a vida é um sopro, curta demais para tudo realizar. Cada geração desempenha sua parte na realização deste projeto e cada uma depende da outra para concluí-lo.

1. Fidelidade de um e o sucesso de outro.
Por mais poderosa e consagrada que seja uma geração, ela é insuficiente para dar conta de todo o trabalho dessa grande seara. A geração pós-Josué jamais compreendeu que o plano de Deus se concretiza de maneira progressiva através de gerações.

1.1. Os desafios de nossa geração.
Uma das maiores discussões de nosso planeta está em como aprender a conviver com as mudanças de nossa geração que passa, outra surge com novos desafios. Por exemplo, em alguns países, existem leis que aprovam os casamentos de pessoas do mesmo sexo (1Tm 4.1-3). Muita coisa ilegal nas gerações passadas, está sendo legalizada. Outro fato alarmante é que há aproximadamente cinquenta anos, o sexo entre jovens e não-casados era visto como desonroso, mas, hoje em dia, tornou-se comum, onde muitos jovens têm se tornado pais cada vez mais cedo.

SUBSÍDIO DIDÁTICO
Infelizmente, os dias atuais estão marcados pela irresponsabilidade daqueles que deveriam ser o reflexo da glória do Senhor e responsáveis pela expansão do Reino de Deus aqui na terra. É bem verdade que esse mau comportamento pode causar danos às futuras gerações.

1.2. Cada geração nasce com uma responsabilidade.
A história de Josué terminou maravilhosamente bem. Ele viveu cento e dez anos e sua geração foi fiel a Deus e cumpriu tudo que com o tempo se permitiu (Jz 2.7-8). Porém, em meio a tanto sucesso, a seguinte geração pouco herdou da herança espiritual de seus pais. Nos dias de Josué
houve muitas conquistas, mas não todas. O que restava deveria ser concluído pelos filhos daquela geração. Não somente morreu Josué e sua geração, morreu também seu legado. A seguinte geração, além de não conhecer a Deus, ainda desconheceu o legado de seus antepassados (Jz 2.7).

SUBSÍDIO DIDÁTICO
Na verdade, não é que eles não conheceram. Eles sabiam, mas nunca tiveram uma experiência marcante como a de seus pais. Eles nasceram numa terra farta, jamais foram escravos, tiveram a mão forte do Senhor a guia-los, mas fracassaram em seu legado. Cada geração precisa ter seu encontro pessoal com o Senhor Deus, pois a salvação é individual.

1.3. Toda geração possui uma missão.
Desde a saída do Egito, o Senhor tinha um propósito para o Seu povo. Deus não queria que perecessem no deserto. Eis sua vontade: “Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes o meu concerto, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha. E vós me sereis reino sacerdotal e povo santo. Estas são as palavras que falarás aos filhos de Israel” (Êx 19.5-6).
SUBSÍDIO DIDÁTICO
Sabe o que significa um tesouro especial? É aquilo em que Deus põe Sua total atenção, Seu cuidado, seu amor. Os filhos de Israel foram escolhidos para andar com Deus (Is 41.9). Mas não era somente isso. Eles deveriam ser também para Deus um reino de sacerdotes e nação santa. Deus não os chamou somente para lhes conferir as riquezas de Sua graça. O Senhor dos Exércitos contava com eles para que cumprissem um propósito. A missão de Israel era primeiro conhecer intimamente a Deus e depois revelar esse conhecimento para as nações (Êx 19.5). Vale a pena ressaltar que um tesouro, além de ser a maior conquista de um rei, é também algo que exige segurança e cuidados especiais para que os inimigos não o levem. Ser tesouro do Eterno Deus é ter um grande valor e uma grande proteção.

2. Por que fracassa uma geração?
O fracasso da terceira geração foi simplesmente viver com Deus sem achar que deveria conhecê-Lo. É possível comer o maná e jamais entender seu significado. É possível estar no templo sem Deus no coração. O relacionamento com Deus deve ser contínuo para conhecê-Lo e entender Sua Palavra.

2.1. Viver sem comunhão com Deus.
A terceira geração nasceu livre, em uma terra abundante. Eles não precisavam esperar uma porção diária, como seus pais no deserto (Dt 8.7-10). Por esse motivo, relaxaram quanto à atenção que deveriam ter em relação à comunhão com Deus e a consciência de serem seus dependentes dEle, resultando, assim, em tragédia e ruína. Essa geração não teve experiências significativas com Deus. Consequentemente, nunca chegou a ter consciência de sua necessidade de Deus. Eles deveriam recordar que seus pais foram salvos de uma escravidão que eles nunca experimentaram (Dt 8.11-14). Todavia, seu maior engano foi imaginar que não precisavam tanto de Deus quanto seus pais precisaram.

SUBSÍDIO DIDÁTICO
O Eterno Deus falava e o menino Samuel não entendia. Assim acontece com muitas gerações (1Sm 3.6-7). É importante entender que aqueles que foram libertos de uma vida escrava, que viveram escravizados por toda sorte de pecados, sabem muito bem o valor da salvação (Sl 116.16).

2.2. Viver sem compromisso.
Nascemos com um propósito todo especial designado por Deus (Jr 1.5). Viver apenas para si e para os próprios deleites empobrece a nossa existência (Jo 4.36-38). Deus não nos chamou para olhar para trás e criticar ou desfazer o que foi feito antes, mas, sim, para dar continuidade e seguir adiante com o plano, buscando constante aperfeiçoamento para melhor cumprirmos a missão dada por Deus (Ef 4.12), preparando outras gerações para que possam ir adiante de nós e alcancem o que não pudemos alcançar (Sl 145.4).

SUBSÍDIO DIDÁTICO
A evolução da ciência e as principais descobertas da atualidade não aconteceram do dia para a noite. Elas são fruto do trabalho de pessoas que praticamente se anularam e renunciaram a uma vida normal, para dedicarem-se integralmente às gerações posteriores. Eles sabiam que as futuras gerações dependiam inteiramente de seu árduo trabalho. Muitos morreram e nada viram, outros deram seguimento e concluíram com êxito a tarefa que lhes fora confiada (Tg 2.18, 22).

2.3. Viver sem conhecer a Deus é desperdiçar a própria vida.
A geração da terra fértil não precisava de forma alguma entrar por caminhos desconhecidos, não precisavam cometer os mesmos erros, pois seus pais eram seus espelhos (Dt 8.1). Qual o maior tesouro que uma geração pode deixar para outra? O conhecimento de Deus, Foi exatamente esse quesito que essa geração desperdiçou. Como é importante ter um histórico de vida com Deus em uma família. Hoje famílias inteiras estão sendo dizimadas. Casamentos estão desmoronando. O mundo vive um desequilíbrio social progressivo e a única coisa que pode frear o mal é um retorno à Palavra de Deus. O conhecimento de Deus vai além de saber que Ele existe, mas reside no fato de conhecer e obedecer à Sua Palavra (Os 4.6).

SUBSÍDIO DIDÁTICO
O propósito do nosso Deus é que sempre sigamos adiante. O que teríamos hoje se os cientistas que sequer conhecemos não assumissem a responsabilidade de dar continuidade às pesquisas? O que seria de nós? Eles viveram para uma missão. É isso que Deus também espera de nós (Jo 15.16).

3. Uma geração pode afetar a outra.
O que semeia para o futuro uma geração que vive sem Deus? Problemas, somente isso. Dessa geração que apenas viveu para si, desfrutando de uma terra fértil, surgiu uma geração problemática, imatura e incrédula, que Deus se compadecia e enviava um libertador a cada período de tempo, mas eles nunca se firmavam porque, infelizmente, não possuíam, como seus antepassados, uma vida com Deus (Jz 21.25).

3.1. Sem legado só restarão ruínas.
O descompromisso e a insensatez da geração da terra fértil fizeram parte do DNA da geração da época dos juízes (Lm 5.7, 17). Se observarmos a história dos grandes avivamentos, veremos que muito dos trabalhos feitos, por grandes homens e mulheres de Deus hoje não passam de lembranças. Muitos locais se tornaram em mercados, museus e até ferrovias. Em muitos outros, o que podemos encontrar são ruínas e uma lembrança de que um dia o Senhor esteve presente ali.

SUBSÍDIO DIDÁTICO
Não devemos apenas ter o Senhor Deus como amigo, devemos apresentar esse amigo, devemos apresentar esse amigo aos necessitados, àqueles que precisam. Mais do que nunca, a Igreja, a Noiva de Jesus Cristo, deve ser atuante e, por onde passar, deve deixar a marca da presença do Senhor. É importante destacar que os sucessos e fracassos das gerações passadas são placas sinalizadoras para a nossa caminhada (Pv 22.28).

3.2. Povo sem sucessão é povo sem sucesso.
Josué viveu bem e alcançou sucesso em suas conquistas. Mas existe um fator que deveria ser apreciado no tempo de sua gestão. Josué recebeu uma capacitação da parte de Moisés, mas não há registros de ter preparado outro líder para dar seguimento à obra que realizara (Dt 34.9). A obra feita pela geração de Josué avançou bastante, mas ainda havia muito a fazer. A palavra que descreve esse tempo é: “cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos” (Jz 21.25).

SUBSÍDIO DIDÁTICO
Quando não se conhece ao Senhor, o que existe são apenas ideias e intenções humanas. E os resultados são sempre ruína e destruição espiritual. Uma árvore jamais produz fruto para si. Ela jamais irá desfrutar do próprio fruto. Seu fruto é sempre para outrem. Assim também somos nós. Não somos um fim em nós mesmos. Se em nossa morte nossa influência não se perpetuar, logo, o que tínhamos como sucesso, será esquecido de todos (Is 61.1-4). É importante ressaltar que a apostasia dos filhos de Israel durante o período dos juízes é muito mais repreensível quando vista através das grandes obras feitas pelo Senhor, o Deus Eterno. Grandes privilégios envolvem grandes responsabilidades.

3.3. Povo sem herança espiritual é povo sem perspectiva.
A geração da época dos juízes de Israel era tão problemática que até os seus libertadores eram oscilantes (Jz 2.16-19). Durante quatrocentos anos, tudo o que havia de Deus era uma lembrança. Deus até os socorria de tempos em tempos, mas quando morria um juiz o povo caia na mesma desgraça. A primeira grande tarefa de um salvo não é conhecer o que o Senhor é capaz de fazer, mas quem é o Senhor que o salvou (Os 13.4; Jr 9.24). Toda a desgraça se deu porque essa geração não conheceu ao Senhor. Esse foi o motivo de seu fracasso. Deus é Deus de aliança, de comunhão e não somente o doador de bênçãos.

SUBSÍDIO DIDÁTICO
A aliança com o Eterno Senhor Deus é a base para uma vida frutífera e feliz (Is 33.6). Leia Juízes 2.19 e veja esse versículo como o retrato de um povo que renunciou ao compromisso com o Senhor: “Porém sucedia que, falecendo o Juiz, tornavam e se corrompiam mais do que seus pais, andando após outros deuses, servindo-os e encurvando-se a eles; nem do seu duro caminho”. Vemos no livro de Juízes os princípios que regeram o relacionamento do Senhor Deus com os filhos de Israel durante quase dois séculos. Podemos observar que houve um ciclo repetitivo de quatro fases neste período: Apostasia, servidão, súplica e livramento. A nação israelita abandonou o Senhor, crime que envolvia a deslealdade a seus antepassados e esquecimento voluntário das poderosas obras que o Senhor realizara em seu benefício, especialmente o livramento do Egito. Todas as comprovações de suas tradições deveriam ter assegurado a fidelidade do povo, mas, ao contrário, voltaram-se para os deuses dos povos no meio dos quais haviam chegado, cuja religião parecia estar mais diretamente voltada para a prosperidade do povo.

Conclusão
A geração pós-Josué não obteve o resultado esperado porque deixou o Senhor e serviu a deuses estranhos. Aprendemos nesta lição que mesmo estando no lugar em que Deus nos colocou, corremos o risco de perder a bênção e comprometer o sucesso das futuras gerações.



1. O que empobrece a nossa existência?
R: Viver apenas para si e para os próprios deleites (Jo 4.36-38).

2. O que pode frear o mal?
R: Um retorno à Palavra de Deus (Os 4.6).

3. O que fez parte do DNA da geração dos juízes?
R: O descompromisso e a insensatez (Lm 5.7, 17).

4. O que Josué não preparou?
R: Nenhum outro líder para dar seguimento à obra que realizava (Dt 34.9).

5. Qual a primeira grande tarefa de um salvo?

R: Conhecer quem é o Senhor que o salvou.

Fonte: Revista de Escola Bíblica Dominical, Betel, Aprendendo com as Gerações Passadas, A importância, responsabilidade e o legado de uma geração temente ao Senhor para enfrentar as complexidades e os desafios da pós-modernidade, Jovens e Adultos, edição do professor, 1º trimestre de 2017, ano 27, Nº 102.

                             AGORA VAMOS AOS COMENTÁRIOS SOBRE ESTA LIÇÂO.  TENHA BOM ESTUDO !                             
Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o som.



                 
                                                                                                                                                                                       
                            Lição 9- A geração que fracassou na Terra da Promessa
Introdução
Uma geração segundo o dicionário de português online “Espaço de tempo que separa cada grau de filiação. Por exemplo, os pais representam uma geração, os filhos representam a geração seguinte. Considera-se como período de tempo de cada geração humana cerca de 25 anos”.

1- Fidelidade de um e o sucesso de outro.
Mencione para classe que o sucesso de Timóteo estava diretamente relacionado às gerações anteriores.
Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti. (2Tm1.5)

1.1 Os desafios de nossa geração.
Sabemos que se tratando de costumes (cultura), as gerações vão passando por mudanças o que é perfeitamente compreensivo. O escritor da lição nos alerta é com relação ao pecado que está sendo aceito com naturalidade dentro das famílias,dentro da igreja como que se fosse possível mudar a palavra do Senhor.Sabemos muito bem que a palavra de Deus é imutável. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar (Mt24.35)

1.2 Cada geração nasce com uma responsabilidade.
A nossa responsabilidade com relação à próxima geração foi colocada de forma bem clara pelo próprio Deus.
Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;
E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas. Dt 6:5-9

1.3 Toda geração possui uma missão.
A missão de Israel era primeiro conhecer intimamente a Deus e depois revelar esse conhecimento para as nações (Êx 19.5). Vale a pena ressaltar que um tesouro, além de ser a maior conquista de um rei, é também algo que exige segurança e cuidados especiais para que os inimigos não o levem. Ser tesouro do Eterno Deus é ter um grande valor e uma grande proteção. (subsidio da lição)

2. Por que fracassa uma geração?
Desde a criação nunca se ouviu falar que Deus tenha privado o homem do livre arbítrio. quando uma geração não escolhe o Senhor ,sem duvida caminha rumo ao fracasso .
Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,(Dt30.19)

2.1 Viver sem comunhão com Deus.
Esta geração não conhecia o deserto, não passaram privações, mas viviam a abundancia que Deus havia prometido a seus pais.
Jesus teve um encontro com um jovem rico que priorizava os bens materiais a viver uma vida com Deus.
Disse então Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no reino dos céus. E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus. (Mt 19:23,24)
No caso de Israel eles achavam que não precisava de mais nada, inclusive de Deus. Já havia recomendações de Deus ,mas certamente seus pais não passaram...
E se tiverem aumentado os teus gados e os teus rebanhos, e se acrescentar a prata e o ouro, e se multiplicar tudo quanto tens, Se eleve o teu coração e te esqueças do Senhor teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão;(Dt 8:13,14)

2.2.  Viver sem compromisso.
Um homem sem Deus é o mais miserável de todos os seres viventes, uma família sem Deus é uma família incompleta, uma nação sem Deus é uma nação sem rumo. Ao conquistar a terra prometida Israel deveria ter sido um canal para que outras nações conhecesse a Deus , mas não foi isto que aconteceu.
E, quanto a vós, não fareis acordo com os moradores desta terra, antes derrubareis os seus altares; mas vós não obedecestes à minha voz. Por que fizestes isso?(Jz 2:2)

2.3 Viver sem conhecer a Deus é desperdiçar a própria vida.
As recomendações não foram passadas e as conseqüências foram desastrosas. Será que estamos passando corretamente a palavra de Deus a nossos filhos como Lóide e Eunice passaram para Timóteo.Que o Senhor nos ajude e nos dê sabedoria para conduzirmos a nossa família segundo sua vontade.

3 Uma geração pode afetar a outra.
 Vejo com muita preocupação este tema, trabalho em uma escola e há um grande número de jovens “evangélicos”, que não demonstram compromisso com a palavra de Deus e com a propagação do evangelho, ser cristão se tornou formalidade. Que o Senhor  nos ajude,nos desperte enquanto há tempo.

3.1 Sem legado só restarão ruínas.
Não devemos apenas ter o Senhor Deus como amigo, devemos apresentar esse amigo, devemos apresentar esse amigo aos necessitados, àqueles que precisam. Mais do que nunca, a Igreja, a Noiva de Jesus Cristo, deve ser atuante e, por onde passar deve deixar a marca da presença do Senhor. É importante destacar que os sucessos e fracassos das gerações passadas são placas sinalizadoras para a nossa caminhada (Pv 22.28). (subsidio da lição)

3.2 Povo sem sucessão é povo sem sucesso.
Josué não preparou seu sucessor, como fez Moisés, após a sua morte o povo ficou como ovelha sem pastor. Jesus foi o maior exemplo,após sua morte deixou homens capazes de continuar a obra evangelizadora e através desta obra o evangelho chegou até nós.

3.3 Povo sem herança espiritual é povo sem perspectiva.
Não podemos relacionar prosperidade de uma nação com bênçãos espirituais, hoje temos diversos países prósperos materialmente, todavia miseráveis espiritualmente.
Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança. ( Sl 33.2)
*para finalizar leia a conclusão

Bibliografia:
Bíblia de estudo pentecostal, Almeida revista e corrigida. Rio de Janeiro, CPAD
Revista jovem e adulta profº. 1º trim. 2017, Ed. Betel


                                                                OUTROS VÍDEOS INTERESSANTES                                                                
[           Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o som.

Amados, Moisés deixou um maravilhoso legado para a geração de Josué, insistindo para eles não cometerem os mesmos erros da sua geração. Ouvindo a Moisés, Josué e sua geração entrou pelo caminho da Santidade, obediência e Fidelidade e assim foi uma geração vitoriosa.
Infelizmente, a geração de Josué não teve a preocupação de deixar seu legado para a nova geração. Nasce uma nova geração que não conhece a Deus, que não tem experiência e intimidade com Deus.  Misericórdia !
Irmãos, não podemos ser irresponsáveis desta maneira, precisamos ensinar o verdadeiro evangelho para esta geração. Que legado vamos deixar?
Já estamos vivendo dias difíceis, o vídeo abaixo mostra a nova e triste geração cristã brasileira que vem ganhando força e crescendo, e nós que pregamos o verdadeiro evangelho estamos sendo sufocados pelo falso evangelho, por modismos e heresias. Precisamos colocar em evidência o verdadeiro evangelho e combater a apostasia. Caso contrário, corremos o risco de morrer como Josué e sua geração sem deixar um legado!

A NOVA E TRISTE GERAÇÃO CRISTÃ BRASILEIRA
Duração 16 minutos -  Viva para Deus

                                                         MUSICA ESCOLHIDA DESTA SEMANA                                                                    
Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o som.

SOLDADO FERIDO
Duração 5 minutos -  Grande Coral - Congresso Adolescentes - IEAPDE

                                                                                                                                                                                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário