sábado, 29 de fevereiro de 2020

Lição 10 - Aspectos da Obra Redentora de Jesus Cristo

 


                                                                                                                                                 

Aula Presencial dia 08 de Março de 2020

                                                                                                                                                 







                              AGORA VAMOS A VÍDEO AULA SOBRE ESTA LIÇÃO.  TENHA BOM ESTUDO !                             






                                                                                                                                                                            
[     

Olá, estimado professor, segue abaixo material de apoio que o mesmo possa adicionar mais conteúdo para a sua aula.


                                                                                                                                                                            


terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo

 


                                                                                                                                                 

Aula Presencial dia 01 de Março de 2020

                                                                                                                                                 








AGUARDE POSTAGEM DO QUESTIONÁRIO COMPLEMENTAR

                                                                                                                                                 

Hinos Sugeridos da Harpa Cristã
185 - Invocação e Louvor

274 - Jesus é a Luz do Mundo

383 - O Sustento da Alma





                                                                                                                                                 



Gênesis 11.1-9
1 - E era toda a terra de uma mesma língua e de uma mesma fala.
2 - E aconteceu que, partindo eles do Oriente, acharam um vale na terra de Sinear; e habitaram ali.
3 - E disseram uns aos outros: Eia, façamos tijolos e queimemo-los bem. E foi-lhes o tijolo por pedra, e o betume, por cal.
4 - E disseram: Eia, edifiquemos nós uma cidade e uma torre cujo cume toque nos céus e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra.
5 - Então, desceu o SENHOR para ver a cidade e a torre que os filhos dos homens edificavam;
6 - e o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua; e isto é o que começam afazer; e, agora, não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer.
7 - Eia, desçamos e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro.
8 - Assim, o SENHOR os espalhou dali sobre a face de toda a terra; e cessaram de edificar a cidade.

9 - Por isso, se chamou o seu nome Babel, porquanto ali confundiu o SENHOR a língua de toda a terra e dali os espalhou o SENHOR sobre a face de toda a terra.

                                                                                                                                                 





                                                   

Texto Áureo
"Por isso, se chamou o seu nome Babel, porquanto ali confundiu o SENHOR a língua de toda a terra e dali os espalhou o Senhor sobre a face de toda a terra." (Gn 11.9)

Verdade Prática
O globalismo afronta os propósitos de Deus quanto ao povoamento e ao governo da Terra.
Objetivo Geral
Evidenciar que o globalismo afronta os propósitos de Deus no mundo.

Objetivo Específico
I - Apresentar a segunda civilização humana a partir de Noé;
II - Explicar o globalismo de Babel;
III - Expor a intervenção de Deus em Babel.

Introdução
hoje, estudaremos a primeira iniciativa de se globalizar a Terra.
Qual foi a primeira iniciativa de se globalizar a Terra ?
Em Sinear, através da descendência de Noé que aglomeraram-se num só lugar, sob um único governante. Foi assim que nasceu o globalismo.
O que é o globalismo ?
É uma doutrina contrária ao propósito divino quanto à povoação e ao governo da Terra. 
Como se deu a intervenção de Deus neste intento com a torre de Babel ?
Deus confundiu a língua dos filhos de Noé, e os espalhou pelos mais remotos continentes e ilhas. 
Como Deus iniciou à linhagem piedosa de Israel ?
Chamando o patriarca Abraão a viver pela fé.

Professor não deixe de Enfatizar na Aula sobre o Projeto Global de Poder no Século XXI
O Projeto global de poder teve início  na primeira civilização, nele os homens intentaram construir um "mundo particular" em que Deus não faria parte. Hoje no século XXI como diz o comentarista assistimos a esse mesmo projeto global de poder.


I - A Segunda Civilização Humana

A Primeira Civilização Humana
Relembre seus alunos que a primeira Civilização humana :
1) Teve início através do Casal: Adão e Eva (data indefinida)
2) Teve fim com o evento do Dilúvio (data indefinida)
Através do Dilúvio sobreveio o juízo de Deus sobre o pecado predominante no mundo, purificando sua criação e criando um novo começo, com Noé e sua família.
A terra não era mais o paraíso perfeito que Deus havia pretendido. É assustador ver quão rapidamente toda a humanidade se esqueceu a Deus. Inacreditavelmente, em todo o mundo (ou em toda a primeira civilização), apenas um homem e sua família ainda adoravam a Deus. Esse homem foi Noé. Devido à sua fidelidade e obediência, Deus salvou a ele e à sua família de um grande dilúvio que destruiu todos os seres humanos da terra.(Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal- CPAD - Pág.17).

A Segunda Civilização Humana
1) Teve início através da Família de Noé: Sem, Cam e Jafé
2) Ainda não teve seu fim (Deus fez aliança com Noé onde disse que não terminaria mais a civilização humana com um dilúvio)
Neste tópico, veremos que, após o Dilúvio, o Senhor firmou uma nova aliança com Noé. E, assim, o patriarca deu início à segunda civilização humana. A Bíblia fala de sete Alianças, quatro delas Deus fez com a Nação de Israel (Abraâmica, Mosaica, Palestiniana e Davídica) e três delas Deus fez com os homens (Adâmica, Noética e Nova Aliança).

Aliança Noética 
Foi uma aliança incondicional entre Deus e Noé (especificamente) e Deus e a humanidade (em geral). Depois do dilúvio, Deus prometeu à humanidade que nunca mais destruiria toda a vida na Terra com um dilúvio (ver Gênesis capítulo 9). Deus deu o arco-íris como sinal da aliança, a promessa de que toda a terra nunca mais teria um dilúvio e um lembrete de que Deus pode e vai julgar o pecado (2 Pedro 2:5).(gotquestions.org) Clique Aqui - Para entender todas as Alianças que Deus fez na Bíblia

1 - A Apostasia de Cam e de Canaã
O episódio da vinha de Noé acabou por revelar a irreverência de Cam, o seu filho caçula, e a maldade de seu neto, Canaã (Gn 9.20-29). 
Noé, o grande herói da fé, se embriagou, um mau exemplo de piedade a seus filhos. Talvez esta história tenha sido incluída para nos mostrar que até mesmo as pessoas piedosas podem pecar e que suas más escolhas afetam suas famílias. Embora todos os ímpios tivessem sidos mortos, a possibilidade do mal ainda existia, nos corações de Noé e sua família. A atitude zombadora de Cam revelou uma grave falta de respeito por seu pai e Deus.(Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD- Pág.22).
Por esse episódio, Noé amaldiçoou seu filho Cam e seus descendentes, esses por sua vez mais tarde foram se estabeleceram em canaã, no Egito e no restante da África, se tornando uma nação ímpia. Já havia comentado que o versículo de (Gn 9.25) não pode ser usado de forma inadequada para promover o preconceito racial. A maldição de Noé se cumpriu quando os israelitas entraram na Terra Prometida, e expulsaram os cananeus (um povo perverso e idólatra que descendeu do neto de Noé, Canaã filho de Cam - Gn 9.18)
Antes de Cam e seus filhos ocuparem as terras do Egito e da Africa, passaram a viver na apostasia e acabaram influenciando os filhos de Sem e Jafé a cair neste mesmo laço de pecado. "Não vos enganeis. As más companhias corrompem os bons costumes." (1Co 15.33).

2 - O Enfraquecimento da Doutrina de Noé
Com a multiplicação de seus filhos, Noé começa a perder o controle espiritual e moral sobre estes; sua doutrina já não era seguida como antes... Além do mais, Noé não estaria para sempre com os seus descendentes, a fim de refrear-lhes os excessos e desatinos (Gn 9.29).


(Bíblia de Estudo Cronológica - CPAD - Pág.22)


3 - O Descaso para com o Mandamento Divino
Apesar de sua prodigiosa multiplicação, os filhos de Noé ignoraram a ordem divina quanto à povoação da Terra :
"Mas vós, frutificai e multiplicai-vos; povoai abundantemente a terra e multiplicai-vos nela." (Gn 9.7)
Apesar das garantias divinas de que não haveria outro dilúvio, os filhos de Noé buscavam agora concentrar-se num lugar alto e forte. Entregando-se ao medo, acabaram por erguer um monumento à soberba e à rebelião.(Pr. Claudionor de Andrade - Revista CPAD - 4T - 2015 - Pág.73)

Nota Importante
Dá mesma forma que Deus ordenou ao filhos de Noé se espalhar e povoar toda a terra. Jesus ordenou a Igreja :
"portanto, ide e fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado. E certamente estou convosco todos os dias, até à consumação do século" (Mt 28.19-20)
"Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra" (At 1.8)
Ao invés de se espalharem, aglomeraram-se desobedientemente num só lugar. Naquele tempo, a humanidade falava apenas uma língua, não sabemos qual era a língua original (há muitas especulações), isso facilitava a disseminação do conhecimento, todavia também facilitava o crescimento da apostasia no meio da civilização.


II - O Globalismo de Babel
Naquele estágio, a civilização iniciada por Noé dispunha de todos os fatores, para criar uma sociedade ímpia e globalista: uma só língua, um só povo e uma só cultura.
Levemos em conta, igualmente, a ascensão de Ninrode e a tecnologia já acumulada para se construir a cidade e a torre de Babel.
"E Cuxe gerou a Ninrode; este começou a ser poderoso na terra. E este foi poderoso caçador diante da face do Senhor; pelo que se diz: Como Ninrode, poderoso caçador diante do Senhor." (Gn 10.8-9)
Quem foi Ninrode ? Não se sabe muito a seu respeito, exceto o fato de que foi um guerreiro heroico. Mas as pessoas com grandes dons podem se tornar soberbas, e provavelmente foi isso o que aconteceu com Ninrode. Alguns o consideram como o fundador do grande e pagão Império Babilônico.(Biblia de Estudo Cronológico Aplicação Pessoal - CPAD - Pág.23)

Ninrode (hebraico, significa rebelar) era Bisneto de Noé, considerado pela Bíblia como o primeiro homem poderoso na terra. Conta a história que após o dilúvio, os três filhos de Noé tiveram muitos descendentes. O filho mais novo do servo, Cam, teve Cuxe, pai de Ninrode. Alguns historiadores afirmam  que Ninrode foi um grande tirano, que dedicava-se a afastar os homens de Deus, afirmando que o Senhor buscava uma forma de escravizar as pessoas. Apesar de algumas teorias. não há registro que Ninrode tenha sido responsável pela construção da torre de Babel. (projetogospel.com)

1 - Uma Língua e um Só Povo
"E era toda a terra de uma mesma língua e de uma mesma fala" (Gn 11.1).
unidade linguística e cultural era absoluta. O problema não era a unidade, mas a unificação que se estava formando. 
Certamente, o Anticristo se aproveitará de uma situação semelhante, a fim de implantar o seu reino logo após o arrebatamento da Igreja (Ap 13.6-8).  EM EDIÇÃO - VAMOS COLOCAR MATERIAL SOBRE ESSA QUESTÃO.

2 - A Construção de Babel
Os filhos de Noé não eram ignorantes nem careciam de tecnologia, pois haviam sido capazes de executar o projeto da arca (Gn 6.14-16) ... 
Por conseguinte, a construção de uma cidade, em cujo epicentro havia um arranha-céu, era apenas uma questão de tempo.
Não sabemos quanto tempo se havia passado desde que Noé saiu da arca até a construção da torre de Babel. Sabemos que a civilização pós-diluvio propôs edificar uma torre por motivo de revolta e medo para ter fama e segurança. Em Gn 11:4 diz que esta civilização não queria se espalhar sobre a face da terra, eles também temia que ocorresse um novo diluvio. Notamos aqui a incredulidade deste povo: Deus já havia feito uma aliança com Noé prometendo não acabar mais a civilização humana com um diluvio e a ordem de Deus era para que as pessoas se multiplicassem e se espalhassem até aos confins da terra (Gn 9:7) e eles estavam fazendo justamente o contrário. A civilização humana pós-diluvio tinha conhecimento de engenharia, muito avançada por sua vez. Por isso propuseram edificar uma cidade forte, impenetrável e com uma torre no epicentro, que segundo imaginavam, arranharia o céu (Gn 9:4).  Tinham tanto medo de um novo diluvio que usavam tijolos queimados e betume (material usado na construção da arca de Noé) para que a cidade fosse à prova d´água, caso ocorre-se um diluvio, imaginavam-se que estariam vivendo em uma cidade preparada para este evento e que a torre os salvaria, bastaria que a escalassem em caso de uma catástrofe. Perceba-se que esta civilização pós-diluviana omitiu Deus do planejamento desta cidade e torre, deixaram Deus de lado neste projeto, todavia Deus não estava inativo e logo veio o julgamento divino.
(Referência para elaboração do texto: Bíblia Thompon e Revista CPAD - 4T - 2015)


III - A Intervenção de Deus em Babel
Para salvar a humanidade de si mesma, Deus interveio, confundindo-lhe a língua. Em seguida, dispersou os descendentes de Noé, para que povoassem as mais distantes ilhas e continentes.
Aos olhos dos homens, a torre parecia alta. Mas, à vista de Deus, nada era. Ironicamente, O Altíssimo teve de baixar à terra para vê-la: "Então, desceu o Senhor para ver a cidade e a torre que os filhos dos homens edificavam" (Gn 11.5). Assim são os projetos firmados na vaidade humana. Aos nossos olhos, muita coisa; à vista de Deus, tolas pretensões. Se o Senhor não tivesse intervindo, a segunda civilização torna-se-ia pior do que a primeira (Gn 11.6). Nenhum limite seria forte o bastante para conter aquela gente, que já começava a depravar-se totalmente.(Pr. Claudionor de Andrade - Revista CPAD - 4T - 2015 - Pág.74).
Em seguida, o Senhor chamou Abraão para ser o pai, na fé, de todas as famílias da Terra.
Parece que a cada geração após Noé as pessoas se afastaram mais e mais de Deus. Mais uma vez, Deus decidiu criar um novo povo para si a partir do restante da humanidade, desta vez através de um homem chamado Abrão (que mais tarde passou a se chamar Abraão). Estudiosos apontam  que Esta família foi escolhida por Deus no ano 2100 a.C. e que o novo povo chamado Israel teve seu nascimento em 1800 a.C. no Egito (Biblia de Estudo Cronológico Aplicação Pessoal - CPAD - Pág.A24)
"Abraão teve um neto chamado Jacó, que teve seu nome mudado por Deus para Israel, que significa "ele luta com Deus". Israel teve 12 filhos que deram origem às 12 tribos de Israel. Muito tempo depois, a terra de Canaã também teve seu nome mudado para Israel." 
(resposta.com.br/historia-de-israel)

1 - A Confusão das Línguas
Visando colocar um ponto final naquele projeto, o Senhor Deus desce à Terra, e, ali, em Sinear, confunde a língua daquela civilização (Gn 11.5-7).
Por isso mesmo, o Senhor decreta: "Eia, desçamos e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro" (Gn 11.7). Nascia ali, na planície de Sinear, o multilinguismo. Como ninguém mais se entendia, os descendentes de Noé foram apartando-se uns dos outros, e reagrupando-se de acordo com a sua nova realidade idiomática. 
Os filhos de Sem formaram uma grande família linguística, da qual se originaram o aramaico, o moabita, o árabe e, mais tarde, o hebraico.
O mesmo fenômeno deu-se entre as linhagens de Jafé e Cam. É bem provável que Peleque tenha nascido nesse período (Gn 10.25).
Apesar da confusão da linguagem humana, Deus permitiu que os idiomas conservassem evidências de um passado, já bastante remoto, quando todos os seres humanos falavam uma só língua. O episódio de Babel não impediu a proclamação do Evangelho, pois no Pentecostes (Atos 2), "todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem" (At 2:4). A Palavra de Deus atualmente encontra-se em quase todas as línguas. O que parecia maldição fez-se benção para todos os povos. (Pr. Claudionor de Andrade - Revista CPAD - 4T - 2015 - Pág.74).

2 - O Efetivo Povoamento da Terra
Assim como aquela geração chegou aos confins do mundo, o Senhor Jesus ordena-nos a levar o Evangelho até que todos os povos e nações venham a ouvir as Boas Novas:
"portanto, ide e fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado. E certamente estou convosco todos os dias, até à consumação do século" (Mt 28.19-20)
Ainda podemos acrescentar neste subtópico o versículo :
"Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra" (At 1.8)
O texto abaixo também foi mencionado pelo comentarista :
"E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim (Mt 24.14)
Este texto de Mt 24.14 e o de Mc 13.10 "Mas é necessário que primeiro o evangelho seja pregado a todas as nações" , possuem  interpretações que foi palco de um debate contínuo ao logo da história da Igreja.

3 - A Eleição de Sem
A história de Abraão começa logo após a dispersão de Babel (Gn 11.26-30). Com a eleição de Sem, delineia-se mais claramente o período messiânico, que haveria de culminar em Jesus Cristo, o Filho de Deus (Gn 9.26; Lc 3.23-38).
Em sua infinita sabedoria, fez o Senhor duas coisas por ocasião da torre de Babel: dispersou os filhos de Noé e, em seguida, chamou Abraão, para dar continuidade à linhagem messiânica, da qual sairia Jesus, o Cristo, Verdadeiro Homem e Verdadeiro Deus.

                  Conclusão
fim de preservar a sua obra, o Senhor Deus promulgou duas ordenanças quanto à sua criação :
1) A povoação de toda a Terra (Gn 9.7). 
2) A Grande Comissão, através de Jesus Cristo (Mt 28.18-20).
Contra o globalismo, cuja missão é submeter o mundo aos caprichos de Satanás, só mesmo a obediência aos termos da Grande Comissão. Evangelização e missões, já. Maranata, ora vem, Senhor Jesus.

                 Para Refletir

A respeito de "O Primeiro Projeto de Globalismo", responda:

1 - O que foi a segunda civilização?
Após o Dilúvio, o Senhor firmou uma nova aliança com Noé. E, assim, o patriarca deu início à segunda civilização humana.

2 - Em que consistiu a apostasia de Cam?
O episódio da vinha de Noé acabou por revelar a irreverência de Cam, o seu filho caçula.

3 - Quem foi Ninrode?
Ninrode, filho de Cuxe e neto de Cam (Gn 10.6-9). Ele é descrito como “poderoso caçador diante do Senhor".

4 - O que Deus fez para a salvar a humanidade de si mesma?
Para salvar a humanidade de si mesma, Deus interveio, confundindo-lhe a língua.

5 - Para que Deus chamou Abraão?
Deus chamou Abraão, para dar continuidade a linhagem messiânica, da qual sairia Jesus, o Cristo, Verdadeiro Homem e Verdadeiro Deus.

Fonte
Revista CPAD - Lições Bíblicas Adultos. Tema: A Raça Humana Comentarista Pr. Claudionor de Andrade, 1 Trimestre 2020.


                                                            Vídeos Pré-Aula                                                       



















                                                                                                                                                 


Estimado professor, segue abaixo alguns links com material de apoio desta lição.

Clique Aqui - Baixar Subsídios EBD Andradina - Prof. José Junior