quinta-feira, 27 de maio de 2021

Lição 10 - O Ministério de Mestre ou Doutor

         


 
 











Pr. Éder Tomé

Subsídio





Texto Áureo
"De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada: [...] se é ensinar, haja dedicação ao ensino" (Rm 12.6,7)

Leitura Bíblica em Classe
      Mateus 7.28,29
28 - E aconteceu que, concluindo Jesus este discurso, a multidão se admirou da sua doutrina,
29 - porquanto os ensinava com autoridade e não como os escribas.

Atos 13.1
1 - Na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé, e Simeão, chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes, o tetrarca, e Saulo.

Romanos 12.6-7
6 - De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada: se é profecia, seja ela segundo a medida da fé.
7 - se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino;

Tiago 3.1
1 - Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo.


Introdução

Nesta Lição vamos dar continuidade ao estudo dos

O dom ministerial de doutor ou mestre na Bíblia é aquele que exerce o ministério do ensino na igreja. A atividade primordial do mestre, doutor ou ensinador é cuidar do ensino fundamentado da Palavra de Deus.
Não é um dom muito reconhecido em geral, nas comunidades cristãs, por falta de entendimento acerca do seu valor, ou até por preconceito contra esses termos.
As pessoas não tem qualquer receio de tratar um obreiro de pastor, evangelista, bispo ou até apóstolo, nos dias presentes. Mas não é comum um obreiro, que tem o dom de mestre ser chamado de "mestre" ou "doutor" (bibliotecadopregador.com.br)



I -  Jesus, O Mestre por Excelência

1 - O Mestre da Galileia



2 - O Mestre Divino


3 - O Mestre da Humildade



O Mestre Jesus foi exemplo de humildade. Ser mestre ou doutor não é sinal de superioridade diante dos que não possuem tais dons. Mas sim ter responsabilidade diante de Deus. 
Em parte, também, percebe-se que, em muitos casos, os mestres ou doutores não têm a devida humildade no exercício do dom que Deus lhe concedeu. Alguns, ressaltamos, portam-se com diletantismo ou soberba, pelo fato de serem intelectualmente mais galardoados do que outros.
(bibliotecadopregador.com.br)
Tiago exorta: Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo (Tg 3.1)

II - O Ensino das Escrituras na Igreja do Primeiro Século

1 - Uma Ordem de Jesus
"Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.Amém!" (Mt 28.19,20).




2 - A Doutrina dos Apóstolos 


3 - Ensinamento Persistente
Os primeiros mestres das Escrituras foram os integrantes do Colégio Apostólico.
E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo. (Atos 5.42)

III - A Importância do Dom Ministerial de Mestre


1 - Uma Necessidade Urgente da Igreja
Estimados Alunos e Professores, indico obrigatoriamente, a leitura
do artigo do site bibliotecadopregador.com.br , é muito bom

2 - A Responsabilidade de um Discipulado Contínuo


3 - Requisitos Necessários ao Mestre


Conclusão
1 - ... Acerca do preparo intelectual do crente. Não é verdade que necessariamente ele esfriará na fé se estudar.
2 - Se fosse assim Paulo seria o mais frio dos apóstolos do Novo Testamento, pois não havia obreiro mais bem preparado do que ele (At 17.15-34; Tt 1.12)
3 - Paulo soube conjugar preparo intelectual e poder do alto. É disso que nossas igrejas precisam: homens cheios do Espírito Santo, mas de modo, com a mente iluminada para responder, com mansidão e temor, a razão da nossa esperança (1Pe 3.15)  




















quarta-feira, 26 de maio de 2021

Lição 10 - A Sabedoria, A Transcendência e a Imanência de Deus

        

 
 










Pr. Éder Tomé

Subsídio




Texto Áureo
"Ó Senhor, quão variadas são as tuas obras! Todas as coisas fizeste com sabedoria, cheia está a terra das tuas riquezas." (Sl 104.4)

Verdade Aplicada
Deus é totalmente superior e independente de Sua criação, contudo decidiu revelar-se para que o ser humano O busque e com Ele se relacione.
Texto de Referência
Jeremias 23.23-24
23 - Sou eu apenas Deus de perto, diz o Senhor, e não também Deus de longe?
24 - Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? - diz o Senhor. Porventura não encho eu os céus e a terra? - diz o Senhor.

Atos 17.27-28
27 - Para que buscassem ao Senhor, se porventura, tateando, o pudessem achar, ainda que não está longe de cada um de nós.
28 - Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração.


                             Introdução
Estudaremos três atributos ou características da natureza de Deus: Sabedoria, Transcendência e Imanência.

1 - A Sabedoria de Deus
Sabedoria é a característica de um pessoa sábia, que tem um conhecimento profundo de várias coisas ou de algo. Quando a pessoa usa a sua sabedoria para o mal, dizemos que essa pessoa agiu com astúcia, esperteza ou manha. (conforme www.significados.com.br)

Sabedoria de Deus significa a sabedoria divina, incluindo as noções de habilidade infinita, discernimento, conhecimento, pureza.

A Bíblia é a Palavra de Deus e, por isso, encontramos nela muita sabedoria que podemos usar em nossas vidas. Logo, é importante analisar o que a Bíblia ensina sobre a sabedoria (www.respostas.com.br)

A sabedoria é uma das características mais mencionadas a respeito de Deus. Deus é classificado como onisciente, ou seja, sabe ou conhece todas as coisas : Ó profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos e inescrutáveis os seus caminhos! (Rm 11.33) (www.significados.com.br)

A sabedoria não é a mesma coisa que o conhecimento. A sabedoria sonda o conhecimento, a fim de descobrir o mais elevado propósito possível e então usa o melhor meio para concretizar esse bem. Visto que Deus é todo-sábio, Ele faz bem todas as coisas.
Em Sua perfeita sabedoria, Ele conferiu-nos a Sua Palavra, a Bíblia, a fim de guiar-nos em tudo quanto fazemos. Se vivermos conforme a Sua orientação, conforme está registrado em Sua Palavra, haveremos de beneficiar-nos da Sua sabedoria e ainda seremos abençoados por Ele.(Fundamentos da Verdade - Floyd C. Woodworth e David D. Duncan - editora ICT - página 40)

1.1 - A Sabedoria de Deus é uma perfeição pessoal
A sabedoria de Deus não foi adquirida, Ele é a própria sabedoria.
Ele é a fonte da sabedoria.
Porque o Senhor dá a sabedoria, e da sua boca vem o conhecimento e o entendimento (Pv 2.6)


1.2 - A Sabedoria de Deus se manifesta na criação e no plano de redenção
"Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite." (Sl 19.1-2)
"Ó Senhor, quão variadas são as tuas obras! Todas as coisas fizeste com sabedoria; cheia está a terra das tuas riquezas." (Sl 104.24)
"Ele fez a terra pelo seu poder; ele estabeleceu o mundo por sua sabedoria e com a sua inteligência estendeu os céus." (Jr 10.12)
Os versículos que acabamos de ler lembra-nos que podemos ver a sabedoria de Deus através das coisas que foram criadas. Foi preciso um planejamento muito bem feito para concretizar todo o intrincado desígnio da natureza. É impressionante examinarmos um pena de ave. Cada minúscula porção foi planejada para alguma função especial durante o vôo, ou a fim de protegê-la. Quando examinamos o esqueleto de uma ave, descobrimos que os ossos maiores são ocos e cheios de ar, capaz de fazer a pequena criatura pairar no ar. E os filhotes de qualquer espécie de ave tem a mesma estrutura. Esse é apenas um pequeno exemplo da grande sabedoria de nosso Deus. (Fundamentos da Verdade - Floyd C. Woodworth e David D. Duncan - editora ICT - página 40)

como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fossemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor, e nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, (Ef 1.4-5)
Em que temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça, que Ele tornou abundante para conosco em toda a sabedoria e prudência. (Ef 1.7-8)
Através do ambiente de sobrevivência e vida que a humanidade desfruta, assim como em sua comida e bebida diária, necessidades diárias, podemos ver a atitude de responsabilidade de Deus para com a humanidade que Ele teve desde que criou o homem, assim como a Sua determinação de salvar a humanidade. (www.bibliadeestudo.org)
Reflita com seu aluno levando ele perceber que Deus com a sua sabedoria, criou tudo o que há na terra para sobrevivência da humanidade, com sua sabedoria Ele controla as leis da vida. Com a queda do homem, entrou o pecado e a morte, com a Sabedoria de Deus, veio a redenção e a vida através de um plano que nos elegeu antes da fundação do mundo !
1.3 - Deus é a fonte inesgotável da sabedoria
Somente Deus pode conceder sabedoria aos homens. Tiago diz que quem tem falta de sabedoria peça a Deus ... precisamos de muita sabedoria, sabedoria que vem do alto.
E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não o lança em rosto; e ser-lhe-á dada. (Tg 1.5)
Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois, pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem hipocrisia. (Tg 3.17)

O rei Salomão pediu a Deus entendimento para julgar o povo de Israel (1Rs 3.9) , foi certeiro ao recorrer a fonte da sabedoria (Deus) :
E disse-lhes Deus: Porquanto pediste esta coisa e não pediste para ti riquezas, nem pediste a vida de teus inimigos, mas pediste para ti entendimento, para ouvir causas de juízo; eis que fiz segundo as tua palavras, eis que te dei um coração tão sábio e entendido, que antes de ti teu igual não houve, e depois de ti teu igual se não levantará. (1Rs 3.11-12)
Deus deu a Salomão sabedoria, discernimento extraordinário e uma abrangência de conhecimento tão imensurável quanto a areia do mar. A sabedoria de Salomão era maior do que a de todos os homens do oriente e do que toda a sabedoria do Egito (1Rs 4.29-30).

2 - A Transcendência de Deus


Transcendência é o aspecto da natureza e do poder da divindade que é totalmente independente do universo material, além de todas as leis físicas conhecidas. Na teologia, diz-se que Deus é transcendente (em grego hyperbekós) da criação na medida em que Ele está acima dela e não é limitado por ela, não sendo limitado pelo espaço e pelo tempo como é o mundo natural e possuindo tal característica em relação ao seu atributo de infinitude. (traduzido de The Oxford Handbook of Nineteenth-Century Christian Thought - O Manual Oxford do Pensamento Cristão do Século XIX - por Joel D.S. Rasmussen, Judith Wolfe, Johannes Zachhuber)

2.1 - A Transcendência de Deus significa que Ele é infinitamente superior à Sua criação



2.2 - A Transcendência de Deus revela que os Seus pensamentos e caminhos são mais elevados do que os das criaturas



2.3 - A Transcendência de Deus esclarece que Ele está nos céus e nós na terra


3 - A Imanência de Deus


Imanência, Deus está completamente presente no mundo físico e, portanto acessível às criaturas de várias maneiras. (traduzido de The Oxford Handbook of Nineteenth-Century Christian Thought - O Manual Oxford do Pensamento Cristão do Século XIX - por Joel D.S. Rasmussen, Judith Wolfe, Johannes Zachhuber)

3.1 - A Imanência de Deus significa que Ele está presente dentro de Sua criação

         

          

3.2- A Imanência de Deus diz que Ele realiza parte de Sua obra por intermédio das Suas criaturas



3.3 - A Imanência de Deus deve despertar-nos para relacionamento



Conclusão
As verdades estudadas acerca de Deus
- Devem fazer-nos descansar em Sua perfeição,
- Conduzir-nos ao temor,
- Conduzir-nos à reverência e adoração ao Criador,
- Desperta-nos ao interesse e uma constante busca por relacionamento com Ele como revelado na Bíblia.