sábado, 2 de janeiro de 2021

Lição 2 - Ester, um Espelho para o Cristão de Hoje

   




Ponto de Partida
Devemos ser íntegros e tementes a Deus


Texto Áureo
"(...) e alcançava Ester graça aos olhos de todos quantos a viam." (Ester 2.15b)
Verdade Aplicada
As atitudes da rainha Ester enfatizam a necessidade de sermos pessoas honradas.
Assim como Ester temos que refletir para o mundo a gloria que existe em nós. "Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor." (2Co 3.18)

Texto de Referência
Ester 2.8,16,17
8 - Sucedeu, pois, que, divulgando-se o mandado do rei e a sua lei e ajuntando-se muitas moças na fortaleza de Susã, debaixo da mão de hegai, também levaram Ester à casa do rei, debaixo da mão de Hegai, guarda das mulheres.
16 - Assim, foi levada Ester ao rei Assuero, à sua casa real, no décimo mês, que é o mês de tebete, no sétimo ano do seu reinado.
17 - E o rei amou a Ester mais do que todas as mulheres, e ela alcançou perante ele graça e benevolência mais do que todas as virgens; e pôs a coroa real na sua cabeça, e a fez rainha em lugar da Vasti.

Objetivos da Lição
- Entender qual é o papel do cristão no mundo.
- Apresentar Ester como um exemplo de fidelidade.
- Ressaltar que Ester era Íntegra e Temente a Deus.

Introdução
O livro de Ester nos descreve de maneira afetuosa as estratégias de Deus o qual agiu de modo silencioso para proteger o povo hebreu dos seus inimigos.

Ponto de contato: Localize de forma sintética o momento histórico do acontecimento. Note no quadro abaixo que estamos estudando o período compreendido entre 486 – 465 a.C


1 - O Papel do Cristão no Mundo
Os hebreus não se misturavam, obedecendo ao mandamento de Deus.

Com relação ao mundo devemos ter a mesma atitude.
"Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.
Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o seu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.
E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;
E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te" (Dt 6.4-7)

Com relação ao mundo devemos ter a mesma atitude :
"Não sou do mundo, como eu do mundo não sou.
Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade." (Jo 17:16,17)


1.1 - Devemos Confiar no Amor de Deus
Deus sabia que Ester não abandonaria as verdades transmitidas por seu primo mardoqueu (Et 27). Ela confiou e permaneceu no amor de Deus mesmo em uma terra estranha. Igualmente devemos viver como salvos, Jesus Cristo, em Sua oração sacerdotal, declarou acerca de Seus discípulos: "Não são do mundo" (Jo 17.14,16)
Posteriormente João reforça este ensinamento:
"Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele" (1Jo 2.15)
Temos um grande desafio: antes da salvação, estávamos no mundo.
Após a experiência da regeneração, continuamos no mundo, mas somos guiados pelo Espírito Santo.

1.2 - Um Exemplo para os Cristãos de Hoje
A bíblia descreve a conduta de Ester como exemplar, ou seja, agradável a Deus e como diz o tema, um espelho para os cristãos.
Alguns textos bíblicos descrevem o mundo, no sentido espiritual, como um sistema que está em competição com Deus, pois adota um "modus vivendi" sem considerar a vontade de Deus e o relacionamento do discípulo de Cristo com o mesmo, Lembremo-nos de que o "espiritual" influencia todas as áreas da vida humana: Jesus disse que os Seus discípulos estão no mundo, mas não são do mundo (Jo 17.14,16); pois o mundo aborrece os que são discípulos de Jesus (Jo 15.18). (Revista Betel 2018 - 2Trim)

O mundo odeia os cristãos, porque seus valores são diferentes do mundo, como os seguidores de Cristo não cooperam com o mundo, e não o acompanham em seu pecado, torna-se acusações vivas contra a imoralidade do mundo.  O mundo segue a programação de Satanás, e Satanás é o inimigo de Jesus e do seu povo. (Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoa - CPAD - Pág. 1475).

1.3 - Uma Fé Inabalável
Através de sua fé Ester fez a diferença em dias de dificuldade do povo de Israel.No Novo Testamento, o verbo pisteuõ ('creio, confio') e o substantivo pistis ('fé') ocorrem cerca de 480 vezes. Poucas vezes o substantivo reflete a ideia da fidelidade como no Antigo Testamento (por exemplo, (Mt 23.23; Rm 3-3; Gl 5.22). Pelo contrário, normalmente funciona como um termo técnico, usado exclusivamente para se referir à confiança ilimitada (com obediência e total dependência) em Deus (Rm 4.24), em Cristo (At 16.31), no Evangelho (Mc 1.15) ou no nome de Cristo (Jo 1.12). Tudo isso deixa claro que, na Bíblia, a fé não é 'um salto no escuro'.

Somos salvos pela graça mediante a fé (Ef 2.8). Crer no Filho de Deus leva à vida eterna (Jo 3.16). Sem fé, não poderemos agradar a Deus (Hb 11.6). A fé, portanto, é a atitude da nossa dependência confiante e obediente em Deus e na sua fidelidade. Essa fé caracteriza todo filho de Deus fiel. É o nosso sangue espiritual (Cl 2.20)" (HORTON, Stanley M. Teologia Sistemática: Uma perspectiva pentecostal 1 .ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1996, pp. 369,370).


2 - Um Exemplo de Fidelidade
A fidelidade faz parte do fruto do Espírito. Segundo o pastor Antonio Gilberto (2005), O fruto da fidelidade é imprescindível ao relacionamento do cristão com Deus, consigo mesmo e com o próximo.

O fruto da fé (fidelidade). Diferente do dom, esta fé cresce dentro de nós (2Co 10.15; 2Ts 1.3). Jesus mencionou-a em Marcos 11.22: “Tende fé em Deus”. Esta é a fé revelada num caráter íntegro e santificado segundo a Palavra de Deus.[...]

A fidelidade na vida do crente inclui sofrimento por Cristo e com Cristo. Sob este aspecto, a fidelidade está estreitamente associada à paciência (Hb 6.12). A Epístola aos Hebreus foi escrita em tempos de violenta perseguição. Em tais circunstâncias, esta virtude é realmente provada. O fruto espiritual da fidelidade capacita-nos a suportar qualquer circunstância. (Lições CPAD Jovens e Adultos »  2005 » 1º Trim) 

 
2.1 - Faça a Diferença onde você Estiver
Ester fez a diferença em seus dias, sem duvida foi fundamental para a vitoria dos hebreus que habitavam em terras estranhas.
As pessoas devem ser capazes de enxergar a diferença entre cristão e não-cristãos por causa da forma como os cristãos vivem. Devemos viver como filhos da Luz (Ef 5.8). Paulo instruiu os Efésios a deixarem a velha vida de pecados para trás, uma vez que agora eram seguidores de Cristo. Viver a vida cristã é um processo. Embora tenhamos uma nova natureza, nossos pensamentos não são todos bons e nossas atitudes não se tornam todas corretas, automaticamente, quando nos tornamos novas criaturas em Cristo. Mas se continuarmos a ouvir a Deus, estaremos mudando o tempo todo. Ao analisar o ano passado, você vê um processo de mudança para melhor em seus pensamentos, atitudes e ações? Embora a mudança possa ser lenta, ela vem à medida que você confia em Deus e permite que Ele transforme sua vida (Para saber mais sobre nossa nova natureza como crentes, veja Rm 6.6. Gl 5.16-26; Cl 3.3-8). (Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD - Pág.1732).

2.2 - As Estratégias de Deus para nossa Vida
Ao falar sobre estratégias de uma vida vitoriosa, nos vêm a mente dois personagens Ester e José. José entrou na presença do rei quando foi convocada, Ester entrou sem ser convocada. (estratégia de Deus) 
Existe uma enorme diferença entre a maneira de Deus agir e o modo de agir do homem. Uma mente militar consideraria loucura atacar uma cidade como Jericó da maneira que foi. Por mais absurdas que pareçam ser as ordens de Deus, não devemos questioná-las, porque Deus sabe o que faz. Devemos ter fé suficiente para fazer o que o Pai nos diz e esperar, porque o Seu modo de agir sempre alcançará o sucesso desejado. Uma coisa é certa: os caminhos de Deus sempre são caminhos seguros (Sl 18.30).O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; é um escudo para todos os que nele confiam. (Sl 18:30 )

2.3 - Deus tem um Propósito na Vida de Cada Crente
[ Estamos 

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto”. (Romanos 8:28)

Professor é muito importante explicar que tal convicção e segurança e gerado em nós pelo Espírito Santo, Jesus prometeu que nos enviaria o consolador e Ele estaria conosco. Esta promessa tem se cumprido na vida daqueles que nasceram de novo.

È o espírito Santo que testifica dentro de nós que somos filhos de Deus, e que o mesmo está no controle de nossas vidas independente das circunstancias. Reforce a idéia que aflições e dificuldades não são sinônimas de ausência de Deus, mas pode estar dentro de um propósito de Deus, como foi o caso de Ester.


3 - Ester Íntegra e Temente a Deus
Ester é apontada na Bíblia como uma serva sincera. Mulher íntegra e temente a Deus.

3.1 - A Bênção do Senhor estava sobre a Vida de Ester
"E o rei amou a Ester mais do que a todas as mulheres, e alcançou perante ele graça e benevolência mais do que todas as virgens; e pôs a coroa real na sua cabeça, e a fez rainha em lugar de Vasti." (Et 2.17)
Daniel também é outro bom exemplo de integridade.
A palavra integridade pode ser definida como "solidez, ou estado de ser inteiro, isto é, completo". Daniel nos deixou o exemplo de que é possível permanecer íntegro mesmo vivendo em meio a corrupção. Os servos de Deus são chamados para que sejam luz em meio às trevas. Uma pessoa íntegra não é dividida, não age com duplicidade, não finge, não faz de conta e, mesmo diante do perigo, não nega a sua fé. Daniel nunca escondeu sua fé e o fato de que orava a Deus, pois segundo o texto bíblico, ele orava em seu quarto com as janelas abertas (Dn 6.10). As pessoas íntegras não escondem nada de ninguém. Suas vidas são transparentes. (Lições CPAD 4T 2014)

3.2- A Vida Eterna Tesouro Incomparável
[...]Paulo insistiu que os cristãos devem manter seus olhos (espirituais) fixos não no visível, que é apenas temporário, mas no invisível, que é eterno (2Co 4.18). Isto é notavelmente semelhante à linguagem do verso final desta seção: Qualquer coisa associada com o mundo ‘passa’, mas ‘aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre’. A fascinação pelo que é material é grande. Mas somente um louco acumula tesouros na terra, que breve serão perdidos, ao invés de acumulá-los no céu, onde jamais serão perdidos (Mt 6.19-21)” (ARRINGTON, French L.; STRONSTAD, Roger. Comentário Bíblico Pentecostal: Novo Testamento. 2ª Edição. RJ: CPAD, 2004, p.971).

3.3- Verdadeira Paz só em Jesus
Vivendo a paz com Deus. A paz que Jesus oferece, por sua vez, é diferente da paz ilusória que dá o mundo, pois esta, ao oposto daquela, não se mantém em razão da dubiedade do coração humano (Pv 12.5; Os 10.2). Quantos acordos fracassam, quantas relações são desfeitas por estarem baseados apenas nas boas e frágeis intenções humanas, que não resistem ao primeiro sinal de fraqueza das partes. Em razão disso, precisamos ter sempre o Senhor como o nosso grande parceiro em todas as nossas decisões. Essa paz é, também, diferente porque cumpre o propósito mais sublime do Senhor para o ser humano: restaura a nossa paz com Deus (Rm 5.1).O nosso relacionamento com Deus antes rompido pelo pecado é agora restaurado, mediante a justificação por Ele outorgada (Rm 5.1; Fp 3.9; Gl 2.16). Sim, Jesus é a nossa paz (Ef 2.14-17). (Lições CPAD Jovens e Adultos - 2007 - 4 Trimestre)

Conclusão
Aprendemos nesta lição que a nossa vitória esta em conjunto de passos e de atitudes de comportamentos. O livro de Ester nos ensina que nossas atitudes podem influenciar no processo para sermos bem sucedidos, como José, Ester e tantos outros.




    









Nenhum comentário:

Postar um comentário