segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Lição 2 - Os Efeitos da Salvação na Plenitude Humana

    






CLIQUE AQUI - BAIXAR SUBSÍDIO - WORD

CLIQUE AQUI - BAIXAR SUBSÍDIO - PDF


CLIQUE AQUI - BAIXAR QUESTIONÁRIO - WORD

CLIQUE AQUI - BAIXAR QUESTIONÁRIO - PDF


SALVAÇÃO: Definição etimológica. Na língua original do Novo Testamento, a palavra sōtēria , além de salvação, traz as seguintes significações: “libertação de um perigo eminente. Livramento do poder e da maldição do pecado. Restituição do homem à plena comunhão com Deus” (Dicionário Teológico).

Texto Áureo
"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." 2 Co 5.17
Não existe maldição hereditária, como muitos estão ensinando:
“Se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas antigas passaram: eis que se fizeram novas”. Não há nenhuma maldição que Cristo já não tenha quebrado na cruz e que não tenha já sido desfeita na hora da conversão (novo nascimento). O que os crentes precisam é santificação, e não quebra de maldição, para crescerem mais e mais no conhecimento de Deus e no serviço dele. (Pr. Augustus Nicodemus). 
Fonte: Gospel Prime 

Verdade Aplicada
Quando o homem recebe a Jesus Cristo como seu Salvador, ele inicia a caminhada de restauração em todo o seu ser.

Texto de Referência
Salmos 51:1-2,10-12,17
1 - Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.
2 - Lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado.
10 - Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto.
11 - Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo.
12- Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário.
17 - Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

Introdução
Nesta lição, será enfatizado o tema "salvação" e os reflexos das ações salvíficas do Senhor em todas as áreas da vida humana, destacando dois aspectos da salvação: justificação e santificação.
Obs. O termo grego σωτήριος [Soterios] significa "salvação”, o estudo sobre a salvação denominamos soteriologia.

1 - A Grande Salvação
O termo "salvação" tem múltiplos sentidos na Bíblia... Envolve regeneração, justificação, santificação, glorificação. O escritor aos Hebreus identifica como "uma tão grande salvação" [Hb 2.3].

Segundo o Pr.Eliezer de Lira e Silva “sempre que se estuda sobre a salvação, é necessário que você trabalhe com seus alunos o significado mais profundo de "salvação". Infelizmente, hoje em dia, já não se valoriza a salvação eterna como antes. Parece que não há mais interesse e esperança no Porvir. O termo "salvação" é de profundo significado e de infinito alcance. Muitos têm uma pobre idéia da inefável salvação consumada por Jesus, o que, às vezes, reflete-se numa vida espiritual descuidada e negligente, onde falta aquele amor ardente e total por Jesus, e busca constante de sua comunhão.”                                                              Professor ainda destaque que a salvação não é somente para fugirmos da condenação do inferno, mas ela concede aos salvos bênçãos nesta vida e também na vindoura.

Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram;(Hb2.3)

Salvação somente em Jesus: E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de JESUS, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.(Mt 1.21)

O nome de Jesus é forma grega do nome Josué (no hebraico, Yeoshuah), que significa “O Senhor salva”

O nome de Jesus está diretamente relacionado à sua missão em resgatar o pecador. Vejam também no  evangelho de Lucas:

1.47 - e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.  2.11 - pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.   2.30 - pois já os meus olhos viram a tua salvação.

1.1 - A Origem da Salvação
Deus tomou a iniciativa para nossa salvação. É importante destacar que a salvação não é uma ação divina de “ultima hora”, como se Deus pudesse ser surpreendido (Ap 13.8). Cada cordeiro sacrificado no Antigo Testamento apontava para Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Jo 1.29). (Revista do professor,BETEL,2017)

1.2 - A Natureza da Salvação

Obs. A justificação e santificação estão melhor explicadas nos tópicos abaixo. (tópico 2 e 3)

1.3 - A eleição Divina
Dois textos bíblicos são bastante utilizados no estudo acerca deste tão distinto tema ao longo da história da Igreja: Efésios 1.4-6,11; 1 Pedro 1.2.
“Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor, e nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade” (Ef 1.4,5).

A Eleição divina. Eleição traz a ideia de escolha. Aos Efésios (1.4), Paulo menciona três aspectos dessa escolha: (1) Em quem fomos escolhidos? Em Jesus, por isso ela é Cristocêntrica; (2) Em que tempo se deu essa escolha? O tempo é dito como “antes da fundação do mundo”; (3) E qual a finalidade? Para que fôssemos “santos e irrepreensíveis”. Donald Stamps, editor da Bíblia de Estudos Pentecostal, afirma que a eleição de pessoas ocorre somente em união com Jesus Cristo e que ninguém é eleito sem estar unido a Cristo pela fé. Nossa Declaração de Fé assevera que Deus elegeu a Igreja desde a eternidade, antes da fundação do mundo, segundo a sua presciência (1Pe 1.2).(Lições CPAD Jovens e Adultos» Adultos 2020 » 2º Trim.)

Predestinação. O apóstolo afirma que fomos não somente eleitos, mas igualmente predestinados à vida eterna (Ef 1.5).

“A predestinação genuinamente bíblica diz respeito apenas à salvação, sendo condicionada à fé em Cristo Jesus, estando relacionada à presciência de Deus. Portanto, a predestinação dos salvos é precedida pelo conhecimento prévio de Deus daqueles que, diante do chamamento do Evangelho, recebem a Cristo como o seu Salvador Pessoal e perseveram até o fim. A predestinação do crente leva-o a ser conforme a imagem de Cristo; assim sendo, todos somos exortados a perseverar até o fim: ‘aquele que perseverar até ao fim será salvo’ (Mt 24.13). A graça divina tanto salva quanto nos preserva a alma neste mundo corrupto e corruptor. A fé antecede a regeneração: ‘Porque pela graça sois salvos por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus’ (Ef 2.8); ‘Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado’ (Mc 16.16); ‘Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo’” (SOARES, Ezequias (Org.). Declaração de Fé das Assembleias de Deus. 1ª Edição. RJ: CPAD, 2017, pp.110,111).


2 - Resultados abençoadores da Justificação
Definição etimológica. A palavra justificação é oriunda do hebraico tsādēq e do grego dikaios . Significa, declarar justo pelos méritos de Cristo. (Pr. Claudionor Corrêa de Andrade,2006)

2.1 - Um Lugar Apropriado à nossa cultura
A oferta pacifica era uma expressão de gozo e gratidão por parte daqueles que sentiam comunhão com Deus. Não era oferta para estabelecer paz e amizade,mas antes para cultivar aquilo que já existia de bom,para conservar os benefícios.Era figura de Jesus, que é a nossa paz, resultante da nossa comunhão com Deus.A bíblia categoricamente afirma:

*Ele é a nossa paz (Cl 1.20; Rm5.1,10,11)  *Ele proclamou paz (Ef 2.17)  *Ele trouxe paz entre os homens(Ef 2.14) (Pr.Abraão de Almeida, lições bíblica CPAD 1988 1º trim.)

A paz interior que o homem alcança pelo sacrifício pacífico que Jesus fez por nós não está sujeita a situações externas que venhamos a enfrentar. Eles ofereciam a oferta nos tempos de grande alegria como nos dias de grandes tribulações, porque a paz não está alicerçada em situações exteriores do dia a dia, mas na obra que Jesus consumou. Esta obra, sim, uma obra perfeita que foi do agrado do Pai e traz ao homem a tão necessária paz para a sua existência. Numa sociedade que cada vez mais se afasta de Deus e um mundo cheio de conturbações, temos as doces palavras de Jesus: “para que em mim tenhais paz” (Jo 16.33). (Revista do professor,BETEl, 2018 )

Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.(Jo 14:27) Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo (Jo 16.33)

2.2 - Alegria produzida pelo Espírito Santo
 A alegria da tua salvação.12. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

OS ENSINOS BÍBLICOS A RESPEITO DA ALEGRIA INCLUEM:

(1) A alegria está associada à salvação que Deus concede em Cristo (1Pe 1.3-6; cf. Sl 5.11; Is 35.10).

(2) A alegria flui de Deus como um dos aspectos do fruto do Espírito (Sl 16.11; Rm 15.13; Gl 5.22). Logo, ela não nos vem automaticamente. Nós a experimentamos somente à medida que permanecemos em Cristo (Jo 15.1-11). Nossa alegria se torna maior quando o Espírito Santo nos transmite um profundo senso da presença e do contato de Deus em nossa vida (cf. Jo 14.15-21).

(3) A alegria, como deleite na presença de Deus e nas bênçãos da redenção, não pode ser destruída pela dor, pelo sofrimento, pela fraqueza nem por circunstâncias difíceis (Mt 5.12; 2Co 12.9). (Pr. Elienai Cabral, CPAD, 2013)


2.3 - Esperança - Âncora da Alma
Paulo ressalta dois aspectos da vida cristã, que devem ser enfatizados hoje. Devemos viver "neste presente século [...], aguardando a bem-aventurada esperança".(Tt 2.13) Os dois aspectos: viver e aguardar a esperança - são essenciais para nossa sanidade cristã, nessa era maligna.

A vida é suportável, porque vivemos com Deus, procurando edificar seu reino com os dons que Ele nos deu. E é esse mesmo reino que esperamos, ansiosamente.

Enquanto vivemos e aguardamos, temos a expectativa de três grandes benefícios do retorno de Cristo:

(1) A presença pessoal de Cristo. Nós ansiamos por estar com Ele.

(2) A redenção de nossa natureza pecaminosa, nós esperamos o fim da batalha contra o pecado e nossa perfeição em Cristo

(3) A restauração da criação, nós esperamos o governo total da graça, quando a imagem de Deus estiver nas pessoas de uma forma plena, e quando a ordem criada for restaurada

(Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - ARC - CPAD - 2009 - 4 Edição)


3 - A Bênção da Santificação
“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”. (Hebreus 12:14)

Professor enfatize que a regeneração é um ato instantâneo e a santificação é um processo contínuo, progressivo e essencial na vida do cristão. A participação do Espírito Santo e da Palavra de Deus na regeneração continua na santificação dos salvos  até a vinda de Jesus.

3.1 - Deus é Santo
Professor, neste tópico é importante deixar claro a santidade absoluta de Deus, segundo o Pr. Antonio Gilberto a santidade de Deus é intrínseca, absoluta e perfeita (Lv 19.2; Ap 15.4). É o atributo que melhor expressa sua natureza. No crente, porém, a santificação não é um estado absoluto, é relativo assim como a lua, que não tendo luz própria, reflete a luz do sol (ver Hb 12.10; Lv 21.8b).

Quanto mais nos santificamos,mais refletimos a gloria de Deus...

Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor. (2Co3.18)

Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade.(Hb 12:10).

3.2- O Homem e a Natureza Caída
"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus", Rm 3.23.

 A universalidade do pecado.A Bíblia é clara ao ensinar que herdamos a natureza pecaminosa de Adão (1Co 15.49). Isso passou a ser conhecido como "pecado original". A Bíblia não mostra como essa transmissão do pecado de Adão passou a todos os humanos, mas afirma que se trata de um fato incontestável (Rm 5.12,19). Assim, as Escrituras mostram como todos nós, homens e mulheres, estamos diante de Deus: "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Rm 3.23). O quadro apresentado é como segue: todos se extraviaram, não há quem faça o bem (SI 14.1-5; Rm 3.10-12), por isso não há no mundo quem não peque (1Rs 8.46; Ec 7.20). A prova incontestável da universalidade do pecado é a morte (Rm 5.12). Nem mesmo os salvos em Cristo estão isentos dessa lei (1 Jo 1.8).0 pecado é um princípio real e presente na vida de todas as pessoas, desde o ventre materno (SI 51.5; 58.3). A Queda no Éden corrompeu toda a humanidade em todo o seu ser: corpo, alma e espírito, intelecto, emoção e vontade (Is 1.5, 6; 2 Co 7.1). (Lições CPAD Jovens e Adultos   2017 » 3º Trim)  


3.3 - A Obra da Santificação
São dois os caminhos: Caminho do pecado ou caminho da santificação,

O caminho do pecado conduz à morte, o caminho da santificação nos conduz à vida.

Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis.(Rm 8.13)

O princípio. ‘Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são do Espírito, para as coisas do Espírito’. A palavra ‘carne’ representa a natureza antiga e pecaminosa que não recebeu a renovação e vive segundo o homem não regenerado. Pode ser considerada a ‘baixa natureza’ ou a ‘natureza animalesca’. A expressão abrange tanto a totalidade da vida não renovada e que vive longe de Deus, como todas as atividades em que o eu-próprio é o centro. Quando alguém coloca Deus no centro da sua vida, passa a andar segundo o Espírito.

O resultado. ‘Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz’. O termo ‘morte’ se refere não apenas à morte física, mas a separação presente e futura de Deus, fonte de toda vida espiritual.

A razão. ‘Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser’. O homem carnal, para quem o eu-próprio é a lei suprema, naturalmente tem ressentimento contra Deus e sua bendita vontade [...]”

( PEARLMAN, M. Epístolas paulinas: Semeando as doutrinas cristãs. Coleção Myer Pearlman. RJ: CPAD, 1998, pp.28-9).

Conclusão
A "tão grande salvação" providenciada por Deus por intermédio de Jesus Cristo não somente proporcionou reconciliação do ser humano com o Seu Criador, mas, também, resulta em bênçãos de restauração em todas as áreas da vida humana: corpo, alma e espirito. E assim, o Senhor é glorificado !






    




Não perca Aula EBD ao Vivo - Domingo às 08:00
Se Inscreva no Canal - clique no Sininho para receber Notificação












9 comentários:

  1. Bom dia na paz do senhor gostaria de saber se teremos o subsídio desta lição fico no aguardo ...obrigada

    ResponderExcluir
  2. esse arquivo subsidio e muito importante para mim ajuda muito principalmente porque não ensinamos por meio de slide aqui na nossa igreja com ele posso enriquecer a aula fica mais dinâmica

    ResponderExcluir
  3. A paz do Senhor irmãos abençoados!!! Vai ser disponibilizado o subsídio dessa lição 02 ?
    Esse subsídio nos dá uma base de complementação muito boa e profunda!!!

    ResponderExcluir
  4. Vocês podiam postar os textos complementares da EBD antes de sábado pra dar.mais tempo para estudarmos vai nós ajudar muito mais. Deus os abençoe.

    ResponderExcluir
  5. Vocês podiam postar os textos complementares da EBD antes de sábado pra dar.mais tempo para estudarmos vai nós ajudar muito mais. Deus os abençoe.

    ResponderExcluir
  6. Osubcidio da liçao e muito inportante pra nos vcs vam colocar

    ResponderExcluir
  7. Qualidade do papel é infinitamente inferior , numero de paginas mas mesmo assim a revista Betel mantém o DOBRO do preço em relação a belissima revista da CPAD. Triste isso

    ResponderExcluir
  8. Obrigado meus professores. Este site é benção para nós professores da EBD que temos uma vida profissional bem corrida. Que Jesus Cristo retribua a vcs 1000 vezes mais as bençãos dos céus.

    ResponderExcluir
  9. Paz do Senhor!
    Quero parabenizar pelos Slides esse trabalho tem contribuído muito com a nossa EBD, Deus continue dando graça para vcs estarem continuando e sendo encorajados a manter esse nível de qualidade do Material.
    Parabéns pelo trabalho prestado para o Reino de Cristo

    ResponderExcluir