segunda-feira, 9 de março de 2020

Lição 11 - Aperfeiçoando o Relacionamento Conjugal


                                                                                                                                                 

Aula Presencial dia 15 de Março de 2020

                                                                                                                                                 








                                   AGUARDE POSTAGEM DO QUESTIONÁRIO COMPLEMENTAR  

                                                                                                                                                 


Hinos Sugeridos da Harpa Cristã
592 - Lugar de Benção e Paz

618 - É Nosso o Lar

619 - Meu Lar, Jerusalém


                                                                                                                                                 








Texto Áureo
"As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam.", Ct 8.7

Verdade Aplicada
Palavra de Deus nos ensina que o contínuo aperfeiçoamento conjugal contribui para o bem-estar de toda a família, a edificação da igreja e a glória de Deus.


Efésios 4.2-3
2 - Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,

3 - Procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.

Filipenses 2.2-4
2 - Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa.
3 - Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.
4 - Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.


Introdução
Esta lição propõe uma reflexão sobre a importância e necessidade de buscar o aperfeiçoamento conjugal, além de propor algumas atitudes indispensáveis para a melhoria do casamento e o bem-estar de toda a família.

1 - A Importância do Aperfeiçoamento
É importante que o casal invista tempo para refletir sobre a relação matrimonial. "Pensar sobre" é o primeiro passo na busca do aperfeiçoamento e na identificação de possíveis desgastes e atitudes necessárias.

1.1 - Casais Conscientes da Necessidade de Aperfeiçoamento
Aperfeiçoar não é no sentido de tornar perfeito[...]
Não existe casamento perfeito.

Em todas as parcerias, sociedades e associações existem conflitos. Onde se reúnem no mínimo duas pessoas já existem problemas de relacionamento. O importante é adquirir a capacidade de resolver as situações conflitantes para apaziguar e amenizar um desfecho que poderia ser traumático. O casamento não é diferente. Muitas situações surgem e precisamos aprender a lidar com todas elas, sob pena de perder o nosso convívio familiar. Por isso, o casamento não é perfeito, porque somos seres humanos sujeitos a falhas. No entanto, não podemos desistir de caminhar rumo à perfeição.( Lições BETEL,2016,1ºtrim)

1.2 - Desgastes no Relacionamento Conjugal
São várias as situações que podem contribuir para o desgaste no relacionamento conjugal.[...].
O nosso texto áureo diz:
"As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam.", Ct 8.7
Este texto áureo certamente mostra que o amor ainda é a essência para superação de qualquer dificuldade. Se o amor faltar o casamento caminha não somente para um desgaste, mas até para um divorcio. O amor continua sendo a base que sustenta um casamento.Se faltar o amor o casamento perde a base que o sustenta.
A questão enfrentada com amor

Evidentemente, o antídoto para vencer as dificuldades que surgem no casamento é o amor. Sem ele, não há solução. É oportuno lembrar que amor é um mandamento. Jesus ordenou a sua prática. Logo, amar só depende de uma decisão. Quando alguém ama, deve aprender a renunciar, a perdoar e a entregar a sua própria vida (1 Co 13). (Lições BETEL, 2016,1ºtrim.)

1.3 - A Importância do Constante Cuidado
Dois textos bíblicos nos ajudam na reflexão sobre este tópico - 1Co 7.3-5; 2Co9.6.
A união física do casal deve ser com amor e consensual. A Palavra de Deus mostra essa união em uma só carne (Gn 2.23). Não é apenas sexo. É sentir a dor do outro. É complementar uma ao outro. É a felicidade de um alcançando também ao outro. É estar intimamente ligados de corpo e alma. [...]. No casamento, as duas pessoas se comprometem a viver uma em função da outra, procurando o entendimento, a compreensão e compartilhando todos os momentos da vida juntos, não importando quais sejam eles. (Lições BETEL Jovens e Adultos » 2016 » 1º Trim.)


2 - Atentos à Dinâmica Familiar
contínuo aperfeiçoamento conjugal passa pela reflexão do casal sobre a dinâmica familiar. A família é um sistema vivo, onde seus membros agem, reagem e influenciam-se mutuamente. Por isso é preciso uma permanente reflexão sobre a relação familiar interpessoal e disposição para realizar os ajustes necessários.

2.1 - Assumindo Diferentes Papeis na Família
Às vezes o casal não se atenta para o fato de que no processo de formação de uma família é importante discernir os vários papéis que um e outro vão assumindo.
Professor destaque que a responsabilidade de liderar a família continua sendo do pai de família. Segundo o Pr. José Gonçalves A Bíblia fala da família de Jesus dentro desse contexto. Como homem perfeito, Jesus aprendeu a viver em família (Lc 2.51). Como membro da família, Ele viveu em obediência a seus pais. Isso mostra que os papeis sociais dentro da família precisam ser respeitados. Somente dessa forma, a família continua sendo um instrumento importante na formação do caráter.
 Noé. Por ocasião do encontro de Deus com Noé, ordenou-lhe o Senhor: “Entrarás na arca, tu e os teus filhos, e a tua mulher, e as mulheres de teus filhos contigo” (Gn 6.18). Conclui-se, pois, que se Noé não houvesse ensinado os seus filhos a obedecerem a Deus, eles não teriam entrado na arca com o pai.
 Abraão. O próprio Deus dá este testemunho de Abraão: “Pois eu o escolhi para que ele ordene a seus filhos … para que guardem o caminho do Senhor; deste modo o Senhor realizará para Abraão o que lhe prometeu” (Gn 18.19 — A Bíblia de Jerusalém).
Esta passagem assinala a responsabilidade que Deus confia ao sacerdote do lar. Temos por dever ensinar aos filhos os preceitos da vida espiritual e ter a percepção da vontade divina para a vida de cada membro da família, a fim de que Deus encontre lugar neles para os seus propósitos.

(Lições CPAD Jovens e Adultos » 2004 » 2º Trim.)

2.2 - Cuidando dos detalhes cotidianos
Uma das definições do termo "detalhe" é minúcia, coisa muito pequena ou insignificante. No dia a dia do casal, às vezes tão repletos de diferentes assuntos, providências e ocupações, aquilo que o casal considera pequeno vai sendo "deixado de lado" ou adiado para ser tratado em outro momento ou até mesmo desconsiderado como algo que não merece atenção:
Estes detalhes mencionados por nosso comentarista não exclui os filhos:
No texto de Gênesis 37.1-11, há o registro de algumas situações que vitimaram José, um homem de Deus. Essas situações comprovam o grande prejuízo resultante pela não observação dos princípios éticos que devem nortear todos os serem humanos.
Infelizmente, a família de Jacó era um verdadeiro desastre, até porque o patriarca, conquanto fosse um homem de Deus, continuador das promessas de seu avô Abraão, como líder da sua família, tinha um procedimento altamente reprovável, visto que, como diz o versículo, “Israel amava a José mais do que a todos os seus outros filhos”.

A atitude de Jacó despertou nos irmãos de José um ódio mortal, de forma que não havia mais o diálogo normal entre familiares. (Pr. Abiezer Apolinário da Silva)

2.3 - Buscando a Sabedoria que vem do Alto
Diante da complexidade da dinâmica familiar, da importância do relacionamento conjugal, e pelo fato de sermos discípulos de Cristo, precisamos, humilde, incessante e reverentemente, buscar a "sabedoria que vem do alto" [Tg 1.13-18].
Podemos citar como exemplo em uma família:

Educar os filhos não é uma tarefa fácil. Deus, porém, confiou-nos essa tarefa, e dela não podemos fugir. Infelizmente, muitos pais estão terceirizando a educação de seus filhos, e isso tem enfraquecido a família cristã. Para que cumpramos essa tão nobre missão é necessário que busquemos a sabedoria que somente Deus pode conceder-nos (Tg 1.5; 3.17). Ainda que contemos com a ajuda da igreja, a responsabilidade de educar é dos pais.


3 - Atitudes para o Aperfeiçoamento
Vejamos mais algumas atitudes que o casal pode adotar, com a imprescindível bênção de Deus, sabendo que refletirá positivamente em todos os membros da família, além de ser muito útil na formação e preparação dos filhos para o futuro deles.

3.1 - Caminhe a "segunda milha"
O referencial maior da família cristã não é a cultura, a sociedade, a "moda" ou as redes sociais, mas a Palavra de Deus [Rm 12.1-2]. Caminhar a "segunda milha" está dentro do ensino do Senhor Jesus [Mt 5.41].

A fé de Timóteo (v.5). Timóteo era um jovem obreiro de caráter exemplar. Seu discipulado começou no lar, com o exemplo de sua avó, Loide, e de sua mãe, Eunice, ambas judias, mas convertidas ao evangelho. Seu pai era grego. Não se sabe se ele se converteu ao evangelho. Mas sua formação foi motivo de referência para Paulo. Na Segunda Carta, o apóstolo diz: “[...] trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Loide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti” (v.5). A educação familiar de Timóteo serve de exemplo para as famílias cristãs atuais. (Lições CPAD Jovens e Adultos » 2004 » 2º Trim.)

3.2- Planejar Atividades Fora da Rotina
Diante de um cotidiano agitado, uma possibilidade é o casal planejar ter um dia da semana reservado para atividades que priorizem o fortalecimento e renovação do relacionamento.
O amor em operação não é estático nem monótono. O amor não pode ser indolente nem preguiçoso. O amor não pode ser empurrado com a barriga, não pode ser levado no “banho-maria”, do jeito que dá. O amor se alimenta de atitudes, pois elas são os nutrientes e as vitaminas necessárias à preservação do casamento. Não se compreende o amor só de sentimentos e desejos que nunca saem do papel. Crie situações de passeios ou lazer que privilegiem o casal. Surpreenda o seu cônjuge com coisas inesperadas que alegram o coração, seja criativo na intimidade e cultive atos românticos. (Lições BETEL Jovens e Adultos » 2016 » 1º Trim.)

3.3 - Raízes e Alicerces do Amor
O apóstolo Paulo ora para que os cristãos em Éfeso estivessem "arraigados e fundados em amor" [Ef 3.17].

O amor não pode ser com máscara, com fingimento. O amor seja não fingido (Rm 12.9), mas autêntico, cristalino e verdadeiro. Este é o amor que vem de Deus e que produz resultados surpreendentes. As pessoas podem vir com várias versões, mas o amor faz acreditar na pessoa amada. Não acredita em boatos nem em conversas alheias. Mantém-se firme contra fofocas ou pessoas maldosas que querem destruir o relacionamento conjugal. Muitas pessoas usadas pelo diabo querem se infiltrar no casamento por interesses vários, suscitando questões que desestabilizam. Precisamos fechar os ouvidos e as brechas, orar, acreditar na pessoa amada e expulsar essas pessoas do nosso convívio.

Conclusão
Em dias tão desafiadores como os que estamos vivendo, que o Espírito Santo esclareça, guie e capacite os casais na permanente busca pelo aperfeiçoamento do relacionamento conjugal, para o bem-estar da família, a formação das futuras gerações, a edificação da igreja e a glória de Deus.
Fonte
Referência : Revista BETEL - Lições Bíblicas Adultos. Tema: A Família Natural Segundo os Valores e Princípios Cristãos. Comentarista Bispo Abner Ferreira, 1 Trimestre 2020 - Ano 20 - nro. 114.


                                                            Vídeos Pré-Aula                                                       

    
   







                                                                                                                                                 


Estimado professor, segue abaixo alguns links como material de apoio desta lição.

                                                                                                                                                 

9 comentários:

  1. Aperfeiçoamento familiar é fazer com que o convívio familiar, e conjugal seja ainda melhor do que já é, e do que precisa ser, colocando em prática com atitudes e pensamentos reavaliados e repensados, porque precisa existir neste âmbito divinamente constituído por Deus um local de amor, perdão, união, para que as bênçãos de Deus desça harmoniosamente sobre todos neste ambiente. E nas atitudes simples é que se faz a diferença, e para que isto aconteça um ao outro precisa seder, baseado no amor existente entre ambos, vou detalhar algumas atitudes que estão sumindo do ambiente familiar, e são extremamente valiosas, e que se iniciou ardentemente no início do relacionamento, através do namoro, noivado, e os sonhos de constituir filhos, e que em vez aumentar a intensidade destas atitudes, tem diminuido, como deixo exemplo: um abraço, um elogio, aquele beijo de carinho, ser companheiro, amigo, cúmplice do bem, enfim, tanto os homens, como as mulheres precisam voltar a estas práticas de aperfeiçoamento conjugal, para que Deus seja Glorificado, e para o bem estar comum, social, e espiritual de toda uma geração. Fato! Obs. O aperfeiçoamento familiar faz com que a igreja dentro da família seja ativa, na paz, na união, no amor e na bênção de Deus. Oh! Glória!

    ResponderExcluir
  2. Estou aguardando portar a lição 11 da revista conectar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jefferson, infelizmente, por falta de tempo, não vamos mais postar os slides e o material de apoio da revista conectar, só vamos postar da Betel Adultos.

      Excluir
  3. Também aguardando postagens da lição 11 revista Conectar. Já são 3 as lições sem subsídios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvia, infelizmente, por falta de tempo, não vamos mais postar os slides e o material de apoio da revista conectar, só vamos postar da Betel Adultos. Fiz varias tentativas mas o tempo está curto e não estou conseguindo disponibilizar este material.

      Excluir
  4. Muito boa vou continuar estudando com muito carinho

    ResponderExcluir
  5. Muito boa a aula deste domingo. Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  6. Glórias ao DEUS-VIVO,por usar seus servos na ministração da presente lição,mas como Jacó,inda que servo,procedia de maneira irreprovável,o que trouxe ódio sobre a vida de José,e o DEUS-VIVO eternamente no controle de tudo:foi glorificado através da vida de José no Egito...e as escrituras se cumpriram,mesmo em Jacó,os dons do DEUS-VIVO são irrevogáveis,...por isso, instruir nossa família e os nossos filhos no caminho do Senhor DEUS-VIVO..que é o senhor JESUS CRISTO:o caminho,a verdade e a VIDA ETERNA...!!!

    ResponderExcluir