terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Lição 3 - A Comunicação no Ambiente Familiar



                                                                                                                                                 

Aula Presencial dia 19 de Janeiro de 2020

                                                                                                                                                 








                                CLIQUE AQUI PARA BAIXAR QUESTIONÁRIO COMPLEMENTAR   

                                                                                                                                                 

Hinos Sugeridos da Harpa Cristã
16 - Despertar para o Trabalho

243 - Ao Abrir o Culto

432 - Consagrado ao Senhor


                                                                                                                                                 








Clique Aqui - Visualizar e Imprimir este Subsídio ao Professor

Comunicação provêm to termo latim “communis” , que significa comum, por esse motivo, ao comunicar-se, se estabelece algo comum com alguém.
http://queconceito.com.br/comunicação)visitado em 13/01/20


Texto Áureo
"A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.” (Pv 18.21)

Verdade Aplicada
A comunicação é um dos aspectos fundamentais na construção e manutenção do ambiente harmonioso na família.


Objetivos da Lição
Ensinar acerca da relevância da comunicação;
Mostrar que a Bíblia é um verdadeiro manual de comunicação;
Observar algumas atitudes que podem aperfeiçoar a comunicação.


Efésios 4.26-32
26 - Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.
27 - Não deis lugar ao diabo.
29 - Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for
boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.
30 - E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados
para o dia da redenção.
31 - Toda amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia, e toda malícia
sejam tiradas de entre vós.
32 - Antes, sede uns para com os outros benignos, misericordiosos,
perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em

Cristo.

Introdução
Um dos fatores que mais influencia o ambiente familiar é a comunicação.

1 - A Relevância da Comunicação
Em todos os nossos relacionamentos a comunicação é um aspecto fundamental, seja para contribuir na harmonia e bem-estar ou produzir conflitos [...]
Clique Aqui - A Importância da Comunicação Familiar

1.1 - O que Significa Comunicação?
[...] "Ato ou efeito de emitir, transmitir e receber mensagens"; "capacidade de trocar ou discutir idéias, de dialogar, de conversar, com vista ao bom entendimento entre pessoas", Não apenas falar, mas conversar, ouvir, entender. Que nós, como discípulos de Cristo, sejamos bons comunicadores também no ambiente familiar [Ef 4.29].
Segundo o pastor  Reynaldo Odilo
A comunicação em família é um dos grandes desafios da vida. Isso porque temos personalidades e temperamentos diferentes. Afinal, todos nós temos somente algo em comum: todos somos diferentes. A engrenagem de uma vida familiar saudável passa por uma comunicação límpida, capaz de estabelecer convergência de sentimentos, cosmovisões, ideais, para se chegar à unidade. Aconteceu isso na torre de Babel. Está escrito: “E o Senhor disse: Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua; e isto é o que começam a fazer; e, agora, não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer” (Gn 11.6). Lamentavelmente, o objetivo dos construtores da torre de Babel era mau e egoísta: construir um nome para si (Gn 11.4), mas o entrosamento motivacional, entre eles, foi excelente e até Deus reconheceu isso. Sem dúvida, com uma boa comunicação, não haverá nenhuma restrição para tudo que a família planejar fazer de acordo com a vontade de Deus.

(Lições CPAD Jovens » 2 trim. 2016)
Clique Aqui - Comunicação - Conceito, o que é, Significado

1.2 - Deus, Criador e Comunicador
Bíblia revela que o Senhor Deus não apenas criou o ser humano, mas o abençoou com a capacidade da comunicação e Ele próprio tomou a iniciativa de se comunicar com Suas criaturas [Gn 1.28; 2.16; 3.8-9], instruindo, ordenando e chamando. Mesmo após o pecado, Deus continuou a se comunicar com a humanidade, utilizando-se de diferentes meios para transmitir Suas mensagens [Êx 34.1; Hb 1.1].
Então disse o SENHOR a Moisés: Lavra duas tábuas de pedra, como as primeiras; e eu escreverei nas tábuas as mesmas palavras que estavam nas primeiras tábuas, que tu quebraste.(Êx 34:1)
“E chamou o Senhor a Moisés e falou com ele da tenda da congregação, dizendo.”(Lv1.1)

Deus chamou a Moisés para falar com ele e hoje continua a chamar o homem para com ele se comunicar. O Deus a quem servimos se comunica conosco de muitas maneiras, mas a principal é através da Sua maravilhosa Palavra (Rm 7.7).( (Lições BETEL Jovens e Adulto » 1 trim. 2018,revista do professor)

1.3 - Famílias Conscientes da Importância da Comunicação
Considerando as diferenças presentes entre os membros de um grupo familiar, ou seja: um é mais racional e lógico; outro é mais movido pela emoção; outros têm idades e interesses diferentes; cada um com características próprias. Tais diferenças tornam o ambiente propício para constantes conflitos e desentendimentos.[...]
Professor, neste tópico destaque que Jesus precisa ocupar um lugar de honra num ambiente familiar, Maria escolheu a melhor parte priorizando Jesus. Faça uma pergunta: Que lugar Jesus ocupa em sua família?
Jesus precisa continuar em nossas famílias e também fazer parte do convívio diário da mesma, caso contrario estamos fadados ao fracasso.
10:38 E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa;
10:39 E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.
10:40 Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. 
10:41 E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;
10:42 E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.



2 - A Bíblia e a Comunicação
A Bíblia é um verdadeiro manual de comunicação.

2.1 - Atentar para o Momento mais Adequado
Em todos os grupos sociais que participamos, inclusive familiar, é relevante atentarmos para o momento mais adequado para expressarmos uma opinião, comentarmos sobre determinado assunto ou levantarmos um questionamento. O pregador afirmou: "...tempo de estar calado e tempo de falar" [Ec 3.7].
Muitas palavras derrubam castelos, quebram relacionamentos, dividem pessoas, influenciam negativamente tudo como resultado da imprudência no falar. Quantos casamentos estão fracassados por falta de habilidade nos diálogos entre os conjugues, principalmente por ter falado o que não deveriam? (Lições BETEL Jovens e Adulto » 2 trim. 2013 )
A nossa palavra deve ser sempre agradável e temperada com sal para responder a cada um de acordo com a necessidade (Cl 4.6).

Como maçãs de ouro em salvas de prata assim é a palavra dita ao seu tempo (Pv 25.11).

2.2 - Atentar para a Importância do Ouvir
apóstolo Tiago exortou: "seja pronto para ouvir" [Tg 1.19]. No processo da comunicação familiar é muito importante colocarmos em prática esta exortação bíblica, não apenas entre o casal, mas, também, entre pais e filhos.
SABER OUVIR
Saber ouvir é entender o que o outro está falando, processar e entender. Se necessário deve-se pedir para o outro repetir, não se deve perder nada do que foi dito. É comum ocorrer situações em que a pessoa para pra ouvir, olha pra quem está falando, mas não está entendendo nada, simplesmente porque não está prestando atenção.                        - Indiferença é quando não damos atenção a alguém, não ouvimos sua opinião não nos importamos com o que ele pensa.  Muitos dos jovens que estão no vício das drogas e do álcool, tiveram início com a indiferença que sofriam dentro de casa. (Revista: Central Gospel)

Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. (Tiago 1:19)

2.3 - Atentar para as Palavras Usadas
[...] É preciso atentar para o fato de que as palavras podem ferir e destruir um relacionamento familiar [Pv 18.21]. Mais uma vez vemos a importância de pensar, orar e pedir o auxílio do Espírito Santo. Portanto, se o diálogo é fundamental no relacionamento familiar, as palavras que usamos no diálogo não são de menor importância. Tal atenção também precisa ser considerada na comunicação entre pais e filhos [Cl 3.21].
"Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito e poderoso para também refrear todo o corpo" (Tg 3.2).
A nossa língua pode destruir vidas e até mesmo o relacionamento familiar, portanto, sejamos cuidadosos com o que falamos. Palavras não voltam...
Ainda no versículo sete, (Tg 3.7) faz outra ilustração em relação ao tema do uso da língua. Ele mostra que a natureza humana conseguiu domar e adestrar as bestas-feras, as aves, os répteis e os animais do mar. Mas a língua do ser humano até hoje não houve quem fosse capaz de dominar. Por esforço próprio o homem não terá forças para domar o seu desejo e as suas vontades. Mas quando Deus passa a nos governar, a língua do crente deixa de ser um órgão de destruição e passa a ser um instrumento poderoso e abençoador, usado para o louvor da glória do Eterno. A fim de dominar a nossa língua, devemos entregar o nosso coração inteiramente ao Senhor. (Lições CPAD Jovens e Adulto » 3 trim. 2014 )

"Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca" (Mt 12.34).
Clique Aqui - A Linguagem do Cristão


3 - Buscando Aperfeiçoar a Comunicação
Tendo visto os três princípios bíblicos aplicáveis na comunicação, é importante que a família procure observar algumas atitudes na constante busca por aperfeiçoar este processo tão complexo e relevante na vida diária de um lar.

3.1 - Falar a Verdade com Amor
É fundamental que o amor também esteja envolvido no processo de comunicação, pois fará a diferença nas palavras usadas e na maneira de falar. Pois, não basta falar a verdade ou expressar uma discordância, é preciso que o amor esteja presente, influenciando tal manifestação [Ef 4.15]. O casal, principalmente, precisa ter em mente que ao tratar de um assunto ou discordar das atitudes dos filhos, o que se pretende não é "ganhar" uma discussão ou "vencer" um debate, mas buscar manter e aperfeiçoar a harmonia da família e ajudar os filhos nas diversas fases da vida [1 Co 13.4-7].
É o Senhor quem nos ensina a amar.

Há em 1 Tessalonicenses, uma elogiosa menção de Paulo à postura amorosa daqueles irmãos. Se havia uma série de prescrições, observações, recomendações que deveriam ser feitas, em torno de várias áreas a respeito do amor fraternal, todavia, os crentes em Tessalônica não necessitavam de orientação alguma (1 Ts 4.9). Amar não é algo que aprendemos por meio de métodos humanos, cursos de cura interior ou livros. O amor para com o próximo desenvolve-se em nós a partir do momento em que mantemos uma relação de adoração com o Pai. É impossível amar a Deus e odiar qualquer pessoa que seja, especialmente um irmão (1 Jo 4.20). Não amamos os outros por seus atos de bondade ou por aquilo que merecem, mas porque usufruímos do amor do Pai, podemos transmiti-lo a todos os que precisam (Lc 6.27-36). É com o SENHOR que aprendemos a amar (Jo 15.12-17).

3.2- Não Apenas Palavras na Comunicação
Faz a diferença na comunicação verbal não apenas as palavras usadas, mas, também, a tonalidade da voz e a expressão corporal que acompanha o processo, seja quando estiver falando ou ouvindo. As expressões faciais, o olhar, os gestos, a postura têm grande impacto na comunicação. Quando um membro da família está ouvindo o outro, tais expressões corporais também são importantes. Afinal, ouvir não é sinônimo de passividade, mas concentração e doação. A Bíblia diz que a "resposta delicada acalma" [Pv 15.1 - NTLH].
Para o psicólogo Albert Mehrabian, pioneiro em pesquisas sobre linguagem corporal, em estudos de 1950 apurou que a mensagem na comunicação interpessoal é transferida na seguinte proporção:
7% - Verbal (somente palavras)
38 % - Vocal (incluindo tom de voz, velocidade, ritmo, volume e entonação)
55% - Não - verbal (incluindo gestos, expressões faciais, postura e demais informações expressas sem palavras). Os gestos e as expressões faciais falam muito mais do que as palavras.
Obs. Portanto é possível que ocorram ofensas, desarmonias, divisões, mesmo sem a utilização verbal, todavia também podemos utilizar as expressões não verbais positivamente.

3.3 - É Preciso Investir Tempo
Os desafios do presente século também envolvem o processo de comunicação dentro de uma casa. Se os membros da família não tem consciência da importância da comunicação (vide o tópico 1.3) são capazes de não se comunicarem entre si ao longo de um dia ou mais. Portanto, o princípio da prioridade também deve ser usado quando o assunto é investir tempo na comunicação da família.
Use tempo para sua família.
Há líderes que têm tempo para a igreja, para viagens, seminários, conferências e convenções, mas deixam sua família em segundo ou terceiro plano. Há casos de casamentos destruídos por falta de valorização do cônjuge para com a sua família. Ora, não podemos deixar de priorizá-la.
Um dos recursos necessários para a edificação de sua família é o culto doméstico (Dt 6.7; 11.19). Pense nisso! Que o conselho de Paulo possa calar fundo em nossa alma: “Mas, se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel” (1Tm 5.8).

Conclusão
A comunicação no ambiente familiar não possui uma única fórmula, pois
cada família é uma realidade. Contudo, a família cristã, com a graça de
Deus e a ação do Espírito Santo, deve demonstrar vontade, interesse,
esforço e amor no exercício de tão importante aspecto para uma família saudável.

Fonte
Revista BETEL - Lições Bíblicas Adultos. Tema: A Família Natural Segundo os Valores e Princípios Cristãos. Comentarista Bispo Abner Ferreira, 1 Trimestre 2020 - Ano 20 - nro. 114.

                                                            Vídeos Pré-Aula                                                       

    
   






                                                                                                                                                 


Estimado professor, segue abaixo alguns links como material de apoio desta lição.

Estimado professor quando falamos em Comunicação no Ambiente Familiar, precisamos ter em mente que é um assunto seríssimo.
Você sabia que os evangélicos compõem a maioria nos presídios no Brasil. Como é que é ? Grande parte dos jovens que estão presos são filhos de evangélicos. Pergunto: Porque está ocorrendo isso ?
Culpa das Igrejas ? Culpa das Famílias ? Culpa de Quem ?
Irmãos tem ocorrido uma falha generalizada, todavia o que mais pesa sem sombra de duvida é a falha em Comunicação no Ambiente Familiar.
segue abaixo um link sobre uma pesquisa de população carcerária do RJ realizada em 2015. O que me preocupa é ver pastores sendo presos, como fica a estrutura familiar dessas pessoas. Misericórdia !
Infelizmente a maioria dos presos tem nomes Biblicos, reflita isso com a sua Classe, ouça seus alunos !
Clique Aqui - Evangélicos compõem a maioria nos presídios, mostra pesquisa



A Comunicação na Família
Rev. Hernandes Dias Lopes

                                                                                                                                                 

16 comentários:

  1. Gostaria que os comentarios fosem publicados um pouco mas rapido ou seja antes de quarta feira, pois do aula na quarta e os comentarios tem me ajudado muito, preparo a aula na terca pra qiarta, se posivel eagradeço muito.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Paz e Graça,

    Uma colocação apenas,

    Se o filho e/ou um dos cônjugues seja não-crisãos. Vale os princípios de ações atribuídas na lição por parte do cristão junto a um filho ou esposa não-cristão?
    como requerer uma comunicação aos moldes da lição por parte do não convertido da família?

    Acredito que a igreja possui julgos desiguais em sua membresia. Interessante pontuar no próximo domingo a devida orientação a esses cristãos membros.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O orgulho, a auto suficiência, a soberba, a mágoa, a ira e a acepção de pessoas são pecados que impedem um cristão de ouvir e também de conversar genuinamente com o próximo. Boa parte dos relacionamentos seriam desabrochados com o combate a tais pecados.

      Outra coisa, sem hipocrisia, pai e mãe que não dá atenção para o filho, não venha com moralismo que seu filho fica no celular o dia todo. Na ausência de compartilhar amor com eles, vc terceiriza atenção.

      Excluir
    2. Creio que quando falamos em da atenção a familia nao fasemos exceção, seja evangelicos ou não, toda familia preciza ter um momento de conversação, pois se não tem esse tempo como podemos cobra quando erramos, muitas veses nem percebemos, pois nos ligamos a tantas coisas mas esquecemos de dar prioridade ao que o Senhor constituiu como primicia, e queremos nos justificar com outros compromissos, e ai esquecemos da prestação de contas, que nunca esquesemos que temos sim que sempre ter tempo para a familia como ja disse sendo crentes ou não, famil7a é familia.

      Excluir
    3. A necessidade de uma relação familiar de qualidade independe de crenças. Se o "sucesso" familiar fosse exclusivo de cristãos não haveria necessidade de incorporar tolerância ao divórcio às doutrinas (costumes) das igrejas, e seria um modelo universal para sucesso (mas somos de carne e osso e tendemos a importar tendências mundanas ao meio eclesiástico pra justificar erros). A lição do trimestre visa informação sobre o tema família à luz da Bíblia e cabe a nós estudantes aplicarmos isso ao nosso dia-a-dia da melhor maneira possível.
      Lembre que como cristãos devemos ser influenciadores e não influenciados.

      Excluir
    4. Deus abençoe peça rica participação de todos, ajude-nos em todas as lições postando comentários da nossa lição semanal. Deus abençoe a todos !
      Irmãos uma coisa que pode ser levantado na aula : uma pesquisa feita para saber a religião dos encarcerados nas prisões do Brasil, apurou que os que se dizem "evangélicos" ou "filhos de evangélicos" é a grande maioria. Porque Isso Irmãos ?

      Excluir
  3. Essa lição vai ser finalizada toda semana estudo ela mais essa até agora não foi finalizada com os comentários do professor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprendemos que a comunicação com a família é algo importante para o crescimento da obra de DEUS

      Excluir
  4. A comunicação é um dos aspectos fundamentais na comunicação e manutenção do ambiente harmonioso na família

    ResponderExcluir
  5. Os meus alunos estão sentindo a falta das perguntas, eram um estímulo para eles estudarem em casa, e já vinham para a aula com as repostas.

    ResponderExcluir
  6. A paz do Senhor, Eu sou professor e meus alunos estão cobrando o questionário, ter o questionário é muito importante, pois é um incentivo para estudar a lição.Peço em nome de Jesus, que no próximo trimestre tragam de volta, não só o questionário, mas também o glossário.Muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor, Eu tenho certeza que muita gente está reclamando sobre o questionário.

      Excluir
  7. A importância da comunicação no convívio conjugal precisa gerar entendimento mútuo, e concordância, e se não for assim, impossível será a concordância e entendimento, se utilizar gritos, autoritarismo, e egocêntrismo de ambas as partes, por isso que uma comunicação saudável gerando entendimento, é importante e precisa ser utilizado não só as palavras certas que edificam, como também falar na hora certa, e momento propício, quando ensinado na palavra de Deus, estais prontos para ouvir e tardios para falar, entendam que uma boa comunicação compreedida, haverá mais união, perdão, amor, etc, e que deixará como exemplo para as futuras gerações que serão os filhos dos filhos, assim como Deus deixou a sua palavra para comunicar conosco, para que reforçasse com Ele uma estreita e íntima comunhão, a medida que entendemos que está comunicação compreendida é para o nosso bem, e se houver aceitação e comprometimento, e resultará para que nosso enlaces com Cristo seja verdadeiros, blindados, e eternos, que será desfrutado para sempre com Ele na Glória. Obs. Quem não se comunica sabianente se complica, mas quem sabiamente se comunica, não só será abençoado no meio social e familiar, como também não sairá da direção de Deus, pelo meio comunicador que está a nossa disposição, que é o doce manto da oração. Oh! Glória!


    ResponderExcluir