sábado, 7 de dezembro de 2019

Lição 11 - Relativismo Moral e Religioso



                                                                                                                                                 

Aula Presencial dia 15 de Dezembro de 2019

                                                                                                                                                 








                                                                                                                                                 









Versículo do Dia
"Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!" (Is 5.20)
Para Impactar
Um dos maiores inimigos do Evangelho de Cristo, chama-se Relativismo, pois de acordo com esse conceito nada é absoluto, tudo é relativo, inclusive as verdades de Deus.


Salmos 19
1 - Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.
2 - Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.
3 - Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz.
4 - A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol,
5 - O qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho.
6 - A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor.
7 - A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices.

8 - Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e ilumina os olhos.
9 - O temor do Senhor é limpo, e permanece eternamente; os juízos do Senhor são verdadeiros e justos juntamente.
10 - Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos.
11 - Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa.
12 - Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos.
13 - Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão.
14 - Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!


Introdução
No fim do século passado manifestou-se com certa força o fenômeno do relativismo. Nesta lição entenderemos os conceitos perigosos do Relativismo moral e religioso, grandes inimigos do Evangelho. Contudo, Deus estabeleceu a Igreja como coluna guardiã da Sua verdade, que é absoluta e irrevogável em todos os tempos.

#pontochave
"Enquanto no Relativismo moral a tratativa está em conceito éticos de como se comportar diante da sociedade, no Relativismo religioso, a questão que se levanta é sobre a Palavra de Deus não ser a verdade absoluta, e nesta questão não se trata apenas de princípios e sim de todo o conteúdo bíblico."

1 - Entendendo o Relativismo.
Relativismo é uma corrente ideológica que trata tudo como relativo, nada é absoluto, cada um define sua verdade como lhe convém. Este conceito se recusa a aceitar qualquer norma de caráter universal e absoluto.

1.1 - Relativismo Moral
O Relativismo moral é uma corrente de pensamento que questiona as verdades acerca da moral. Afirma que a moral, os valores e os princípios são determinados de acordo com a cultura e o meio, não havendo um padrão absoluto que determine um único conceito sobre estes [...]
Dessa forma, essa ideologia automaticamente exclui um Deus Soberano que criou padrões morais e éticos, podendo o homem se colocar no lugar de Deus e criar critérios próprios e certamente errôneos, que conduzem seu agir  [...]
O Relativismo moral descarta palavras como certo, errado, pode, não pode, e etc., isso significa que cada um forma seu próprio padrão de moralidade, o que é totalmente contrário aos padrões normativos da Palavra de Deus.

1.2 - Relativismo Religioso
Enquanto no Relativismo moral a tratativa está em conceitos éticos de como se comportar diante da sociedade, no Relativismo religioso, a questão não se trata apenas de princípios e sim de todo o conteúdo bíblico.
No Relativismo religioso há uma afronta relacionada a fé cristã e a todos os preceitos normativos que a Bíblia trata como sagrados.
Este relativismo se prende mais a fé centralizada no bem-estar do homem do que em um Deus soberano e absoluto.
essa ideologia tira os elementos que organizam a História da humanidade, ou seja, modifica o processo da criação, da queda e da redenção do homem.


2 - O Perigo do Relativismo
"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá." (Jr 17.9)

2.1 - Não há verdade absoluta
O Relativismo moral e religioso tratam como se cada um vivesse uma verdade própria, sem parâmetros, apenas por conceitos próprios, e isso se torna um perigo, porque primeiro, princípios fundamentais que tornam o convívio social e respeito mútuo são simplesmente ignorados, pois no relativismo se vê benefício próprio e não o bem comum.
Essas ideologias satânicas, onde o que Deus pensa é sempre questionável e muitas vezes ignorados.
Deus é verdade, e Ele se revelou a nós por meio de Sua Palavra.
Por isso, a verdade não é uma questão meramente subjetiva ou de construto social. A Palavra de Deus é a verdade (Jo 17.17).

2.2 - Não há Pecado
Se essa ideologia não acredita em um Deus absoluto e nem em uma verdade absoluta, consequentemente o pecado deixa de ser um problema para a humanidade, mas na verdade esse se torna o grande problema, pois o relativismo traz um conceito de que o pecado não é uma verdade absoluta, fazendo com que as pessoas deliberadamente pequem e encontrem alguma justificativa para tal.
"Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só." (Rm 3.12).


3- Combatendo o Relativismo
"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema." (Gl 1.8)

3.1 - Valores Divinos
Os princípios morais jamais poderão se tornar relativos, pois a base da moralidade está em um Deus com princípios e eticamente perfeito.
Por ser Santo e Perfeito, Deus é o padrão moral para a humanidade. Mesmo que o tempo passe e as culturas mudem, a Bíblia nunca poderá ser contextualizada de acordo com a época, os costumes, às circunstâncias. O homem e as sociedades, estes sim, devem se enquadrar aos padrões do Deus Soberano (Ml 3.16).

3.2- Uma Palavra Absoluta e Imutável
A Palavra de Deus é a verdadeira religião, pois nos guarda da corrupção do mundo (Tg 1.27), e não há nada de relativismo nisso, Deus é imutável em seus conceitos, e absoluto em seu poder, desta forma não há ideologia que consiga se estabelecer acima da verdade absoluta de Deus (Sl 90.2)

Conclusão
Quando falamos de Relativismo, estamos tratando de uma artimanha do inimigo para tentar destruir a credibilidade da Bíblia Sagrada, porém, esta é a poderosa e imutável Palavra da Verdade. Deus procura em nossos dias aqueles que são capazes de em meio a um mundo pecador, se destacarem por sua fé.

Fonte
Revista BETEL - Conectar +. Tema: Escapa-te por tua vida, 4 Trimestre 2019

                                                                                                                                                 


Estimado professor, segue abaixo alguns links como material de apoio desta lição.

                                                                                                                                                 

Nenhum comentário:

Postar um comentário