quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Lição 4 - Deus é o criador e se relaciona



                                                                                                                                                 

Aula Presencial dia 27 de Outubro de 2019

                                                                                                                                                 










                                                                                                                                                 

Hinos Sugeridos da Harpa Cristã
18 - Grata Nova

227 - Deus Amou de Tal Maneira
523 - Cristo a Fonte Escondida





                                                                                                                                                 








Clique Aqui - Visualizar e Imprimir estes Subsídio ao Professor

Professor inicie a aula dizendo que o homem foi criado como um ser sociável e é dependente de relacionamento, tanto materialmente como espiritualmente. Reforce dizendo que Jesus  deixa claro este entendimento, quando diz para o jovem rico sobre a necessidade de amar a Deus (relacionar-se com o Senhor) e também amar ao próximo (relacionar-se com o próximo). O relacionamento vertical (com Deus) e o relacionamento horizontal (com o próximo).
Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’.
O segundo é este: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Não existe mandamento maior do que estes". ( Marcos 12:30,31 )


Texto Áureo
"E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?", Gn 3.9


Verdade Aplicada
O Senhor Deus não apenas criou todas as coisas, mas, também sustenta as obras da Sua criação, se revelou ao ser humano e quer se relacionar com ele.
Comente com os alunos que a iniciativa foi de Deus, para que tivéssemos um relacionamento com ele. Desde o principio foi assim, ainda temos como exemplo, quando Jesus se entregou na cruz o véu do templo se rasgou e passamos a ter livre acesso ao Pai Hb 4.15,16.
- Pergunte para os alunos: “O que significa ter intimidade com Deus”?
Explique que intimidade com o Senhor se consegue ao nos aproximarmos dEle. Deus quer se relacionar conosco e todas as vezes que o buscamos, Ele tem prazer em nos ouvir.
Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações. ( Tiago 4:8 )


Objetivos da Lição
Entender como é Deus para o deísmo;
Estudar a definição de Deus, conforme o panteísmo;
Aprender como o teísmo define Deus



Motivo de Oração
Ore a Deus por esforços na tradução da Bíblia para outras línguas.



Salmo 139.1-6
1 - SENHOR, tu me sondaste, e me conheces.
2 - Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.
3 - Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.
4 - Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces.

5 - Tu me cercaste por detrás e por diante, e puseste sobre mim a tua mão.
6 - Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir.

Introdução
Convictos da existência de Deus, perguntamos: o Criador se revelou e continua agindo e se relacionando com os seres humanos?
Nos tópicos abaixo veremos as divergências quanto a esta pergunta. A lição está bem explicada. Acrescentei varias referências para subsidiar ainda mais a lição. Amados procurem iniciar o estudo da lição na segunda feira e façam também suas anotações conforme o Espírito Santo lhes revela. Nunca deixe para estudar a lição no final de semana. Ore durante a semana apresentando sua classe ao Senhor e leia as leituras complementares, correspondente a cada dia da semana. Em caso de duvidas , interaja conosco ( estamos à disposição) .Haja dedicação ao ensino.


1 - Deísmo
“deísmo”, é a filosofia de que Deus criou o universo e o deixou a própria sorte. (Revista: Central Gospel - nº 45)
Deísmo é a denominação genérica dada às doutrinas filosóficas e religiosas, que afirmam a existência de "deus" como exigência da razão, independentemente de qualquer revelação, porém, ele não intervém no mundo, mas é exclusivamente transcendente. O deísmo afirma que a responsabilidade desse "deus " em relação ao mundo é unicamente a de lhe haver dado leis :
uma vez realizado o ato da criação,não se ocupa do mundo , abandonado a suas próprias leis físicas.
"Tende cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo e não segundo Cristo." Cl 2.8

1.1 - Deus Abandonaria sua Criação ? 
Se formarmos determinado conceito no tocante a Deus, devemos considerá-Lo como Infinitamente Poderoso e Infinitamente Bom. Não nos é permitido atribuir impotência ou maldade Àquele por quem tudo o que existe foi feito, e a quem todos os seres devem sua existência
 "um Deus bom, justo e misericordioso, convivendo com tantas misérias", para os deístas não é possível que um Criador misericordioso como Deus aceite tantas práticas horrendas no mundo sem interferir nele. Para eles há um Criador que não interfere na humanidade.
Ainda que os acontecimentos terrenos pareçam fora do controle divino, a Bíblia mostra que Deus interveio, intervém, e sempre intervirá na História.
( Pr. Elinaldo Renovato de Lima ) 
Professor utilize os versículos do texto de referencia para explicar para os alunos que Deus se importa conosco em detalhes (em oposição aos ensinamentos filosóficos deistas)
“SENHOR, tu me sondaste, e me conheces.
Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.
Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.
Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces.

Tu me cercaste por detrás e por diante, e puseste sobre mim a tua mão.
Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir.” (Salmos 139:1-6)

1.2 - A Existência de Seres Morais
Deus é a origem de todas as idéias morais, como também de todos os valores humanos; Ele é quem preserva todos o valor e a dignidade humana; é o Juiz de todas as Suas criaturas inteligentes, morais, que as recompensa ou pune, de conformidade com a retidão ou a maldade de suas ações.
O ser humano como ser moral. 
Relata a Bíblia que o homem foi criado diferente dos demais seres viventes, pois Deus o fez para obedecer certo padrão moral (Gn 1.26). O apóstolo Paulo fala disso ao asseverar que todo homem tem consigo uma lei natural escrita “na consciência”, pois foi criado “à imagem e semelhança de Deus” (Rm 2.14-15). Assim sendo, todo ser humano tem uma consciência, uma percepção moral e um conhecimento que julga entre o ato e seu valor ético (Rm 9.1; 13.5), o qual funciona como um tribunal. Portanto, o humano, como ser moral, distingue-se essencialmente do não humano, que é amoral.( Pr. Abiezer Apolinário da Silva, 
http://www.estudantesdabiblia.com.br/artigos/perfil-etico-obreiro.(visitado em 21/10/19)

1.3 - A Existência de Seres Inteligentes
O que é Inteligência:
Inteligência é um conjunto que forma todas as características intelectuais de um indivíduo, ou seja, a faculdade de conhecer, compreender, raciocinar, pensar e interpretar. A inteligência é uma das principais distinções entre o ser humano e os outros animais.
Etimologicamente, a palavra "inteligência" se originou a partir do latim intelligentia​, oriundo de intelligere, em que o prefixo inter significa "entre", e legere quer dizer "escolha". Assim sendo, o significado original deste termo faz referência a capacidade de escolha de um indivíduo entre as várias possibilidades ou opções que lhe são apresentadas.
Os seres irracionais não necessitam e, tampouco, têm capacidade de receber e entender uma revelação divina. No entanto, ao homem: um ser capaz de pecar e sentir os sofrimentos; que recebeu a faculdade de livre arbítrio; com possibilidades reais de fracassar ou de ter êxito; é inexorável uma revelação especial. Se o homem, imagem e semelhança de Deus, ficasse desprovido de tal revelação, estaria sem direção. Desde o princípio Deus, de forma clara e direta, deu orientações ao homem, conforme registrado no livro de Gênesis (Gn 2.4-25).
O homem, diferentemente dos demais seres criados pelo poder da palavra divina (Gn 1.3,6,9,11,14; Sl 148.1-5), foi formado, singularmente, consoante à imagem do próprio Deus (Gn 1.27). De forma solene, e em nome da Trindade, exclamou o Todo-Poderoso: "Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança" (Gn 1.26). Feito "pouco menor" que os anjos, Deus o constituiu sobre todas as demais criaturas (Sl 8.5-8), tornando-o a coroa de sua criação.
( Lições CPAD Jovens e Adultos » » 2018 » 4º Trim)
No texto abaixo temos um exemplo de Deus agindo com o homem como seres inteligentes:
17 - Ora, a esses quatro jovens Deus deu o conhecimento e a inteligência em todas as letras e sabedoria; mas a Daniel deu entendimento em toda visão e sonhos.( Dn 1.17).


2 - Panteísmo
A palavra panteísmo vem do grego, "pan" tudo, + "theós" deus, dando a entender que "tudo é deus".(Revista do professor) 
 “panteísmo”, é a idéia filosófica de que Deus está em tudo o que tem vida,
O panteísmo admite a existência de "deus", que está dentro do mundo e identifica-se com ele. Afirma que tudo quanto existe é "deus" e "deus" é tudo quanto existe.
- "aceitam a imanência de Deus", para os panteísta Deus é o próprio universo, estando assim em tudo que existe, Não aceitam que se adore um Deus assentado em um trono no céu.
O panteísmo apesar de ser uma crença muito antiga, hoje é praticada pelo Hinduísmo e pelo Budismo.
Para o panteísta, o universo é o próprio Deus. Desta forma, aceitam apenas um Deus vivendo dentro do cosmos; porém, não além dele. Em outras palavras, aceitam a imanência de Deus, mas não a Sua transcendência. O panteísta advoga que tanto o Criador como a Criação são duas maneiras diferentes de percepção da mesma realidade.
Deus é o universo e o universo é Deus — um está contido no outro, formando uma unidade inseparável e única. Assim, confundem o criador com a criação. (Revista: Central Gospel - nº 56)
Veja o que diz o livro de Isaias, contrario a esta heresia:
"Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos.", (Is 57.15)
No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi também ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e a cauda do seu manto enchia o templo. ((Is 6:1)

2.1 - Deus é Inteligente e Produziu Estados Conscientes
O panteísmo afirma que "Deus é incognoscível (ver obs. abaixo) de maneira intelectual". Ora, se não pode ser entendido de maneira intelectual, por que existem seres dotados de inteligência?  É racional e lógico aceitar que Deus utilize a faculdade mental dos homens (capaz de conhecer, compreender e aprender) para se comunicar com Suas criaturas.
Obs. Incognoscível: Que a inteligência humana não consegue conhecer ou atingir. Aquilo que não se pode conhecer.
A bíblia nos mostra claramente que esta teoria não tem fundamento, por exemplo:
Há muito tempo Deus falou muitas vezes e de várias maneiras aos nossos antepassados por meio dos profetas, mas nestes últimos dias falou-nos por meio do Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez o universo.
O Filho é o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu ser, sustentando todas as coisas por sua palavra poderosa. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, ele se assentou à direita da Majestade nas alturas, (Hebreus 1:1-3)

2.2 - Deus Onipresente
Não se pode confundir o panteísmo com a Onipresença (Deus está em todo lugar), um dos atributos de Deus. O conceito bíblico da Onipresença de Deus está fundamentado na assertiva de que não existe lugar na Terra ou fora dela que Deus não esteja presente, conforme declarou o salmista (Sl 139). Diferente do que afirma o panteísmo, que funde criatura e criador.
Davi se considerava seguro por saber que em todo o tempo, lugar e circunstâncias, sua vida estava sob o olhar e o absoluto controle do Senhor (Sl 139). Hoje nós, cristãos, temos a promessa de que Jesus, o Emanuel, estará sempre conosco (Mt 28.20). ( Lições CPAD Jovens e Adultos » » 2007 » 3º Trim)
Deus é onipresente, pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo, pois não é limitado pelo espaço ou pela geografia: “Para onde me irei do teu Espírito ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, tu aí estás; se fizer no Seol a minha cama, eis que tu ali estás também” (Sl 139.7,8). Essas três características de Deus não são comunicadas às suas criaturas, ou seja, não podem ser reproduzidas por nenhum dos seres que Ele criou. ( Lições CPAD Jovens  » 2015 » 1º Trim)

2.3 - O Criador é Distinto da Sua Criatura
Ser igual a Deus é “síndrome de Lúcifer”:
Você que dizia no seu coração: "Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo.
Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo".
Isaías 14:13,14
Os elementos da natureza e os seres não podem ser a representação ou materialização de um Ser Inteligente e Eterno. O decadente Universo, ou seja, o conjunto de todas as coisas que existem não pode ser confundido com o Deus Criador. O perecível não pode fundir com o Eterno, pois são incompatíveis.
Tudo o que tem vida louve o Senhor! Aleluia!  Salmos 150:6


3- Teísmo
Professor para explicar este tópico o primeiro passo é deixar bem claro o que é “Teísmo”, vejamos então:

O que é Teísmo?
A palavra teísmo se originou a partir do grego théos, que significa literalmente "deus". Assim, o conceito de teísmo é diretamente oposto ao
do ateísmo, que não acredita na existência de qualquer tipo de divindade
  
Portanto considerando a definição acima podemos dizer que somos teistas, afinal, acreditamos em Deus. O grande problema é que as pessoas que acreditam em vários deuses também são consideradas teístas (ver subsidio abaixo).
Teísmo é o conceito filosófico que defende a existência de deuses, ou seja, entidades divinas superiores que teriam sido as responsáveis pela criação do Universo e todas as coisas que nele existem.
O teísmo suporta a ideia da existência de um (monoteísmo) ou vários deuses (politeísmo), portanto não é considerado um tipo de religião. Este conceito se limita a classificar apenas aquilo que está relacionado com a existência de deuses. A teologia, por exemplo, é uma disciplina que nasce e se baseia no conceito do teísmo. Pode-se dividir o teísmo em: monoteísmo (crença em um só  Deus); politeísmo (crença em vários deuses); e henoteísmo (crença em vários deuses, sendo que um é supremo a todos). Desta forma, os teístas são formados tanto por cristãos (monoteístas), pois acreditam em apenas um único Deus; e por hindus (politeístas), que creem em vários deuses.

3.1 - Teísmo Cristão e a Pessoa de Deus
O teísmo cristão acredita na forma trinitária de monoteísmo: Deus tem três centros de personalidade, numa unidade monoteísta perfeita, chamada Trindade. Em Gênesis 1.1, no hebraico, idioma utilizado para escrever o Antigo Testamento, vemos. "No princípio criou Deus (Elohim) os céus e a terra". A palavra "Elohim" é o plural  da palavra "Eloha". Ou seja, o primeiro versículo da Bíblia, temos a configuração do Deus Trino. Qual a justificativa para a ausência do termo "Trindade" nos registros do Antigo Testamento? Os judeus estavam saindo do Egito, uma nação politeísta, e tinham dificuldades para entender a doutrina da Trindade. Deus foi, aos poucos, revelando essa verdade, como pode ser observada nos seguintes textos bíblicos: Gênesis 1.26 "Façamos o homem", note a colocação do plural; Gênesis 3.22 "como um de nós"; Gênesis 11.7 "desçamos e confundamos"; Isaías 6.8 "quem há de ir por nós?". Deus se fez conhecido através destes e de outros textos bíblicos, como sendo um Deus Único (Dt 6.4), em três Pessoas: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo (2Co 13.13).

3.2- Teísmo Cristão o e o Ser Humano
Para o teísmo cristão, a humanidade teve um princípio no tempo. O homem foi feito à imagem de Deus. Afirma que a raça humana foi criada para ser imortal. Acredita que o homem tem liberdade (livre arbítrio) e é um ser moral e necessita de uma revelação especial da parte de Deus.

1. Revelação geral ou natural. É aquela em que o Senhor se revela por meio da natureza e da consciência humana. No que concerne à natureza, a Bíblia nos é clara: "Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos" (Sl 19.1; Rm 1.19,20). Quanto à consciência, Deus se utiliza da comunicação não-verbal para revelar aos homens toda sua vontade, como vemos em sua Palavra"... os quais mostram a obra da lei escrita no seu coração, testificando juntamente a sua consciência e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os" (Rm 2.15). A revelação geral ou natural é dirigida a todos os homens, e pode ser absorvida pela razão.
2. Revelação especial. É aquela em que Deus emprega duas formas especiais para se comunicar com o homem: a Palavra escrita e Cristo.
a) Por meio da Palavra. Deus ordenou a Moisés que escrevesse sua mensagem revelada "num livro" (Êx 17.14). A revelação escrita substituiu a tradição oral, como testemunho da existência e comunicação de Deus (Êx 34.27; Jr 30.2; Ap 1.19). Essa revelação escrita é chamada de Escritura (2 Tm 3.16), ou Escrituras (Mt 22.29; 26.56).

b) Por meio de Cristo. Essa revelação é sublime (Jo 1.14,18). Não se trata de uma comunicação através das palavras de um profeta, mas da revelação de Deus por meio de uma Pessoa santíssima e co-eterna com o Pai (Jo 1.1; 14.9; Hb 1.1-3). O propósito da revelação especial é conduzir o homem a Deus (Jo 14.6-11). Nela, encontramos o plano divino para a salvação de todo ser humano. A revelação especial de Deus foi dada aos homens tanto pelas Escrituras quanto pelo Verbo de Deus. Estes são os mais completos meios pelos quais Deus se revelou à humanidade (Mt 22.29; Jo 5.39). (Lições CPAD Jovens e Adultos 2008 » 4º Trimestre)

3.3 - Teísmo Cristão e a Revelação de Deus aos Homens
Para o teísmo cristão, tanto a Bíblia (revelação especial) quanto a natureza (revelação geral), são revelações de Deus aos homens. Essas duas se complementam, pois, diante da criação de Deus, ninguém é indesculpável (Rm 1.20) e as Escrituras Sagradas nos dizem o que devemos fazer em relação a este Deus (At 16.30-31).

Alerte os alunos sobre o perigo do teísmo aberto.
Trata-se de uma doutrina herética e capciosa que, a despeito de considerar-se teológica, é uma violação à verdadeira interpretação da Bíblia. Os adeptos do teísmo aberto afirmam as seguintes heresias: "Deus não é soberano"; "Deus não é onisciente"; "Deus se arrisca"; "Deus é falho"; "Deus é mutável", e outros inomináveis absurdos. Refutações: Ler Dt 18.13; Sl 139.1-18; Is 43.13; 46.9,10; Mt 5.48; Hb 4.13; Tg 1.17 (Lições CPAD Jovens e Adultos 2008 » 4º Trimestre)


Conclusão
A Bíblia afirma que Deus, além de criar todas as coisas, sustenta e renova a criação (Sl 104.24, 30; At 17.24-25), Sua existência independe da criação (Sl 90.2) e fez o ser humano para que se relacione com Ele, revelando, para tanto, Sua vontade e enviando Jesus Cristo para promover a reconciliação (Is 43.7,21; 60.21; 2Co 5.18-19). Portanto, tanto o deísmo como o panteísmo, e tantos outros "ismos", não correspondem à revelação dada pelo próprio Deus.


Questionário
1) Para o deísmo, Deus tem alguma relação com a sua criação ?
R. Não! Acreditam em um deus alheio a tudo o que criou.

2) Pela existência de seres morais o que é de esperar da parte de Deus ?
R. Uma revelação imperiosa, manifestação clara, inequívoca e definitiva, da parte de Deus para com este ser chamado homem.

3) O que afirma o panteísmo sobre o tipo de relação de Deus com sua criação ?
R. Afirma que tudo quanto existe é deus, e deus é tudo quanto existe.

4) O que o panteísmo funde  ?
R. Criatura e Criador (Sl 139).

5) Diante da criação de Deus quem é indesculpável ?
R. Ninguém (Rm 1.20).


Fonte
Revista BETEL - Lições Bíblicas Adultos. Tema: Apologética Cristã - A Importância das Defesa da Fé diante dos Desafios da Sociedade Atual, Comentarista Pr. Joabes Rodrigues do Rosário, 4 Trimestre 2019 - Ano 19 - nro. 113.

                                                            Vídeos Pré-Aula                                                       

    
   






                                                                                                                                                 


Estimado professor, segue abaixo alguns links como material de apoio desta lição.

                                                                                                                                                 

21 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. graca e paz 3.1 - Teísmo Cristão e a Pessoa de Deus
      O teísmo cristão acredita na forma trinitária de monoteísmo: Deus tem três centros de personalidade nao entendi isto afinal a assembleia de Deus e trinitária e ai ta mostrandado uma especie de unicismo tinitario afinal a assembleia e monoteista,unicista ou trinitaria

      Excluir
  2. A algo impressionante que está inserido no ato de congregar, na qual tem como objetivo extremamente espiritual e sentimental, que é revelar em nosso meio, o Emanuel que quer dizer Deus conosco, e que se evidência baseado na igreja primitiva, quando esta crescia espantosamente; quando ali tinha comunhão, partir do pão e nas orações. Congregar é resgatar valores altruísta, ou seja, o perdão, a compreensão, o equilibrio temperamental, a união, o favor, enfim uma série de outras caracteristicas que um ser precisariam colocar em prática, tranzendo a ação de Deus no meu de nós, diferente do mundo alheio no seu egocêntrimo e soberba, vivendo um ditado mesmo errado e eu não concordando, mudaram para pior, que é cada um para si e Deus para ninguém, mas graças à Deus que Ele se relaciona com suas criaturas, e os que serão Dele ouvirão a sua voz, e terão um estilo de vida, baseado em suas verdades e santificando-nos. Como a sua Palavra diz: Sede santo como eu sou Santo. Oh! Glória!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Robson, que Deus continue abençoando ricamente vosso ministério !

      Excluir
  3. Para complemento:

    a)teísmo — Deus fiz tudo; panteísmo — Deus é tudo; ateísmo — não há Deus.

    os panteístas acreditam que Deus é tudo o que existe: Deus é a grama, Deus é o céu, Deus é a árvore, Deus é este livro, Deus é você, Deus sou eu etc. As principais religiões panteístas são orientais, tais como o hinduísmo, algumas formas de budismo e muitas formas da "Nova Era".

    Um ateu, naturalmente, é alguém que não acredita em nenhum tipo de Deus (Humanistas).

    O teísta é a pessoa que acredita num Deus pessoal criador do Universo, mas que não é parte do Universo (Judaísmo, Cristianismo e Islamismo)

    agnóstico - Esse termo refere-se à pessoa que não tem certeza sobre a questão de Deus.


    b)Não é possível que todas as religiões sejam verdadeiras, porque ensinam coisas opostas. Analisando logicamente, uma vez que não é possível todas as religiões serem verdadeiras, não podemos defender a nova definição de tolerância que exige aceitarmos a impossível idéia de que todas as
    crenças religiosas são verdadeiras.

    Devemos respeitar as crenças dos outros, mas amorosamente dizer a verdade. Além do mais, se você realmente ama e respeita as pessoas, sabiamente lhes dirá a verdade sobre informações que podem ter consequências eternas.


    c)o fato de que um padrão moral foi prescrito à mente de todos os seres humanos aponta para o Autor da lei moral.

    O que queremos dizer quando afirmamos que a lei moral existe é que todas as pessoas foram marcadas com um senso fundamental de certo e errado. Todo mundo sabe, por exemplo, que o amor é superior ao ódio e que a coragem é melhor do que a covardia.

    Todo mundo conhece certos princípios. Não existe uma terra onde o assassínio seja uma virtude e a gratidão seja um defeito.

    Em outras palavras, todo mundo sabe que existem obrigações morais absolutas. Uma obrigação moral absoluta é alguma coisa que é ordenada a todas as pessoas, em todos os momentos, em todos os lugares. Uma lei moral absoluta implica o Criador de uma lei moral absoluta.

    existem princípios básicos de certo e errado que todo mundo conhece, quer as pessoas admitam sua existência quer não.

    Mesmo os assassinos em série sabem que matar é errado — eles podem simplesmente não sentir remorso. Tal quais todas as leis morais absolutas, o homicídio é errado para todos, em todos os lugares É isso o que a lei moral diz a todo coração humano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Mendes, que Deus continue abençoando ricamente vosso ministério.

      Excluir
  4. Aconteceu algum problema irmão? pois até agora não postou o slide da Betel, o da CPAD já saiu né!!!

    ResponderExcluir
  5. os slides seriam para esta noite,seria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sempre iremos postar nosso material semanal, vamos trabalhar para postar o quanto antes, todavia, mesmo se ocorrer atrasos iremos postar o material.

      Excluir
  6. Poderiam pelo nos informar se será ou não será postado o slide da lição 3 de Betel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão José, a paz do Senhor, sempre iremos postar nosso material semanal, vamos trabalhar para postar o quanto antes, todavia, mesmo se ocorrer atrasos iremos postar o material.

      Excluir
  7. Com todo respeito, os vídeos acima postados repetem os textos a integra da revista.
    poderiam ser objetivos na explicação de cada subitem. Falta-lhes criatividade, exposição de pesquisa e conteúdos próprios.

    ResponderExcluir
  8. Edson Menezes 26 de outubro de 2019
    Parabéns pela excelente lição !!!!!

    ResponderExcluir
  9. Irmãos, a lição 4 contém erros seríssimos no que se diz respeito a definição de panteísmo. Na verdade, no panteísmo tudo é Deus (natureza, TV, objetos, etc.), inclinando-se mais no "materialismo". O termo correto a ser focado seria o Panenteísmo, onde Deus está presente em tudo. E detalhe, Deus está em tudo, mas somente onde Ele deseja estar.






    ResponderExcluir
  10. Perdão, ignorem meu comentário acima.

    ResponderExcluir
  11. A todos os irmãos que reclamaram sobre a demora na postagem da lição, pedimos perdão.Algumas vezes o motivo da demora foge do nosso controle, pois os comentários e subsídios são preparados após o nosso expediente de trabalho e alguns dias da semana também temos compromisso em nossa congregação.Tudo é preparado com muito amor,porque sabemos que vocês merecem o melhor.Um forte abraço no amor de Cristo.
    Pb. Gerson Tomé

    ResponderExcluir
  12. Fonte??? (Betel ou CPAD?)...
    Revista CPAD - Lições Bíblicas Adultos. Tema: Apologética Cristã - A Importância das Defesa da Fé diante dos Desafios da Sociedade Atual, Comentarista Pr. Joabes Rodrigues do Rosário, 4 Trimestre 2019 - Ano 19 - nro. 113.

    Pr Antonio Júnior Vosso servo em Cristo Jesus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pr Antonio Júnior, muito obrigado por nos avisar, vamos corrigir.
      Pb. Gerson Tomé

      Excluir
    2. Correção Efetuada ! Deus Abençoe Pr. Antonio Júnior

      Excluir
  13. A resposta da questão 05 está incorreta. O homem é indesculpável ou todos nós somos, ninguém é desculpável.

    ResponderExcluir