terça-feira, 3 de setembro de 2019

Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos

Aula presencial dia 8 de Setembro de 2019 





Hinos sugeridos para essa Aula

442 - Breve Verei o Bom Jesus

457 - O Festim de Glória

469 - Ao Estrugir a Trombeta









                                       

"E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória." Lc 21.27
O estudo da Escatologia bíblica fortalece a nossa esperança de um dia estarmos para sempre com o Senhor Jesus.

O que é Escatologia?
"[Do gr. escathos, últimas coisas + logia, discurso racional] Estudo sistemático e lógico das doutrinas concernentes às últimas coisas. Compreendida como um dos capítulos da dogmática cristã, a escatologia tem por objeto os seguintes temas: Estado Intermediário, Arrebatamento da Igreja, Grande Tribulação, Milênio, Julgamento Final e o estado perfeito eterno". (Dicionário Teológico, CPAD, p.165.)
Professor deixe claro que existem diferentes escolas ou Correntes de Interpretações Escatológicas.  Abaixo segue explicação detalhada sobre o assunto, que evidentemente se abordado, deve ser de forma sintética utilizando no Max. 5 min., para não prejudicar o roteiro didático cuidadosamente montado pelo nosso comentarista.

Quais são as Escolas ou Correntes de Interpretações Escatológicas?

1.Futurista. 
Esta corrente de interpretação por ser a mais adequada à realidade das profecias sobre os últimos tempos, entende-se que: Maior parte das profecias ainda vai se cumprir começando com o arrebatamento da Igreja e demais fatos subsequentes. 
O que os Futuristas dizem sobre a ocasião do arrebatamento da Igreja ?
Sobre a ocasião do arrebatamento da Igreja, os Futuristas se dividem em três outras correntes:
a) Pré-tribulacionista. São aqueles Futuristas que afirma que o Senhor Jesus arrebatará sua Igreja antes da Grande Tribulação de sete anos (Jo 14.1-3; 1 Ts 4-5).
b) Midi-tribulacionistas. Ou Meso-Tribulacionistas são aqueles Futuristas que afirmam  que a Igreja será arrebatada no meio da tribulação.
c) Pós-tribulacionistas. São aqueles Futuristas que acreditam que a Igreja vai passar pela Grande Tribulação. No entanto, esse ensino não tem base sólida na Palavra de Deus, Paulo ensina que devemos "[...] esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura" (1 Ts 1.10) o que dizer de Ap 3:10 "Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra". (Particularmente não creio que a Igreja passará por aflições, concordo que o proposito da grande tribulação não é preparar a igreja para estar com Cristo, mas, preparar Israel para a restauração do plano de Deus).
O que os Futuristas dizem sobre o Milênio ?
Referente ao Milênio os Futuristas são da corrente Pré-milenista: Essa corrente conclui que a vinda de Cristo ocorrerá Antes do milênio, quando Cristo virá reinar sobre a terra por um período de mil anos. Em Apocalipse 20 a bíblia fala sobre este reinado milenial de Cristo, onde Jesus Cristo estabelecerá um governo  teocrático com a presença pessoal e reinando como Rei.

2. Histórica. 
Considera que o Apocalipse é um livro histórico, cujos fatos já se cumpriram na sua maior parte. Mas tal entendimento não corresponde à
realidade bíblica.
  
3.Preterista. 
Os preteristas entendem que o Apocalipse já se cumpriu totalmente na época do Império Romano, incluindo a destruição de Jerusalém, no ano 70 a.C. Entretanto, as profecias bíblicas sobre os fins dos tempos indicam que diversos eventos escatológicos ainda não se cumpriram, como o Arrebatamento da Igreja (1 Ts 4.17), a Grande Tribulação ou "a hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo" (Ap 3.10), a Vinda de Cristo em glória (Mt 16.27) e o milênio (Ap 20.2-5).

4. Simbolista. 
É também chamada de interpretação idealista ou espiritualista. Tudo é "espiritualizado", simbólico; nada é histórico, mas apenas uma alegoria da luta entre o bem e o mal. Nessa linha de pensamento, há o ensino:
a) amilenista, segundo o qual não haverá um período literal de mil anos para o reinado de Cristo. Ensinam que a Igreja está vivendo um milênio simbólico. (Particularmente vejo na bíblia referências que indicam que o milênio será literal e ocorrerá de fato, leia Ap 20.2-5; Hc 2.14). 
b) pós-milenistas. que pregam que Jesus só voltará depois do milênio. Os textos bíblicos, porém, indicam uma ordem diferente dos acontecimentos escatológicos. A ressurreição dos mortos salvos ocorrerá na vinda de Cristo (1 Ts 4.13-17). A volta de Jesus é tão literal quanto o foi a sua Ascensão (cf. At 1.9,11).

A Assembléia de Deus em sua doutrina defende qual escola ou corrente ?
A Assembléia de Deus defende a doutrina futurista:  pré-tribulacionista e pré-milenista, ou seja, creem que a maior parte das profecias ainda vão se cumprir começando com o arrebatamento da Igreja que ocorrerá quando Jesus Cristo voltar antes da Grande Tribulação e após a Grande Tribulação, Jesus estabelecerá o seu reino na terra por mil anos. (Lições CPAD Jovens e Adultos »2016 » 1º Trim)
Eu particularmente concordo.



Verdade Aplicada
O discípulo de Cristo aguarda em vigilância e oração perseverante a volta de Jesus Cristo.



Objetivos da Lição
1 - Apresentar o sermão escatológico de Jesus no evangelho de Lucas; 
2 - Apontar advertências e garantias sobre o fim dos tempos; 
3 - Ensinar quais são as atitudes exigidas dos discípulos de Cristo ante a expectativa do fim.



Motivo de Oração
Ore para que a Igreja esteja preparada para o fim dos tempos.





 Lucas 21.31-35 
31 - Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto.
32 - Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça.
33 - Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar.
34 - E olhai por vós; não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia.
35 - Porque virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra.




INTRODUÇÃO 
Todos sabemos que a era atual terá um fim, denominado de fim dos tempos. Embora não saibamos quando será, e não nos compete saber, o mais importante é estarmos aguardando a vinda do Senhor Jesus Cristo.
Devemos estar sempre preparados, pois muitos passam para a eternidade antes do arrebatamento da igreja e nós estamos nesta fila. 



1. O SERMÃO ESCATOLÓGICO 
Assim como Mateus (Mt 24.-25) e Marcos (Mc 13), Lucas também registra o sermão escatológico de Jesus (Lc 12.34-59; 17.20-37; 21.5-36). É fundamental que todo discípulo de Cristo não desconheça, também, o conteúdo destes capítulos, considerando que registram mensagens do próprio Senhor Jesus. 

1.1  O Interesse Escatológico. 
O registro em Lucas consta que o sermão foi proferido a partir do interesse demonstrado por fariseus (Lc 17.20) e pelos discípulos (Lc 21.7). Os evangelhos relatam vários ensinamentos e revelações por parte de Jesus Cristo [...]
Certa vez, os discípulos de Jesus fizeram a seguinte indagação ao Mestre: “[...] Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?” (Mt 24.3). Tanto os discípulos quanto os cristãos do primeiro século desejavam saber a respeito do fim dos tempos, pois este é um assunto que chama a atenção de crentes e não crentes. Já no primeiro século algumas pessoas não acreditavam mais na segunda vinda de Jesus, pois Pedro fala sobre os “escarnecedores” que dizem: “Onde está a promessa da sua vinda?”. Infelizmente, hoje muitos também continuam achando que a Palavra de Deus não se cumprirá e que o fim não virá (2Pe 3.3,4).(Lições CPAD Jovens e Adultos »  2016 » 1º Trim.)
“Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências,
E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação”. ( 2 Pedro 3:3,4)

1.2  Diversos Acontecimentos. 
"E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?." (Mt 24.3)
O sermão registrado em Lucas 21, como também em Mateus 24 e Marcos 13, é antecedido da afirmação de Jesus de que o templo seria destruído (Lc 21.6). O evangelho de Mateus registra mais dois aspectos na pergunta dos discípulos, além dos mencionados pelos outros evangelhos:
1) “Quando serão essas coisas?”; 2) “Que sinal haverá da tua vinda?” (Mt 24.3)
Depois da conversa que Jesus teve com os seus discípulos na saída do Templo, eles vão para o Monte das Oliveiras. As palavras de Jesus a respeito da destruição do Templo ainda estavam incomodando os discípulos. Então, eles se aproximam de Jesus e perguntam: "[...] Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?" (Mt 24.3).
Jesus explica aos discípulos que a destruição do Templo e da cidade de Jerusalém seriam acontecimentos futuros. Não somente os discípulos, mas os crentes até os dias atuais ainda fazem confusão com relação à Segunda Vinda de Cristo e têm dificuldades para compreender o texto bíblico de Mateus 24.[...]
Jesus aponta alguns sinais que antecederiam a sua vinda e o fim do mundo. Vejamos: falsos cristos se levantariam (v. 5); guerras e rumores de guerras (v. 6,7); fomes, pestes e terremotos em vários lugares (v. 7). (Lições CPAD Jovens »  2018 » 1º Trim.)
“Os fenômenos vaticinados por Jesus Cristo como sinais da consumação dos séculos não parecem tão fenomenais assim, não é verdade? Afinal de contas, não é certo que sempre tivemos nações contra nações, guerras e rumores de guerras, fomes, terremotos e pestes? Assim sendo, como considerar a qualquer desses sinais como evidência da iminente volta de Jesus Cristo? Uma análise de Mateus 24.8, à luz do grego, poderá nos ajudar a compreender melhor o papel desses eventos como elementos prenunciadores da volta de Jesus. Na nossa Bíblia, versão Almeida, parece apenas sugerir que esses eventos são o princípio dos sofrimentos, enquanto que o original grego diz que todas essas coisas são o princípio das dores de parto. Note, portanto, que Jesus não disse ‘sofrimentos’ mas ‘dores de parto’.
Confessa Hal Lindsey: ‘Essa diferença de tradição me levou a pensar na experiência pela qual a mulher passa durante o parto. Visualizei o pai nervoso que aguarda o primeiro filho contando os intervalos entre as contrações dolorosas da parturiente, a fim de determinar a proximidade do nascimento. Não é a dor inicial em si que dá o sinal. Somente quando elas se tornam mais frequentes, contínuas é que a mulher sabe que o bebê está prestes a nascer’.
Notemos, portanto, que a simples presença no mundo dos sete tipos de eventos vaticinados por Jesus, não eram sinais a serem observados. Só quando esses eventos, essas ‘dores de parto’ se tornassem mais frequentes e intensas, saberíamos que os últimos dias do sofrimento da Igreja e o nascimento duma nova era se aproximava” (As Grandes Doutrinas da Bíblia, CPAD, pp.329,330).

1.3  Estudo Comparativo. 
Muito contribui no estudo acerca dos últimos dias não nos determos apenas em um textos que trata do assunto, mas realizarmos um estudo comparativo, procurando conhecer o que outros textos abordam sobre o tema.
Vejam exemplo de estudo comparativo:


No estudo escatológico é importante a contextualização com outros livros da bíblia, todavia em cada período da história, o povo de Deus sempre enfrentou desafios difíceis de superar, portanto, é preciso evitar qualquer especulação escatológica. 



2.  ADVERTÊNCIAS E GARANTIAS 
Mesmo considerando o exposto nos tópicos anteriores, é notório no sermão escatológico que o Senhor Jesus transmitiu advertências e garantias que são aplicáveis e essenciais aos Seus discípulos em todos as gerações[...]

2.1  Não vos Enganem. 
Os três evangelhos registram que o Senhor inicia seu sermão escatológico com uma advertência: Mateus 24.4 (“Acautelai-vos”); Marcos 13.5 (“Olhai”) e Lucas 21.8 (“Vede”). Tais expressões no grego admitem algumas ideias: "considerar"; prestar atenção diante de algo"; "citado como forma de cautela, tomar cuidado com". Ao iniciar a resposta Jesus diz: "Não vos enganem".
Vivemos tempos difíceis, porém, sabemos que o Anticristo ainda não está no mundo, mas muito de seus seguidores já se encontram em plena atividade, inclusive realizando sua obra satânica de oposição a Cristo e a sua Igreja. Assevera-nos a Bíblia: “Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos [...]” (1Jo 2.18). Observe alguns dos “instrumentos” utilizados por Satanás nesses últimos dias contra o rebanho do Senhor:
a) O relativismo. O relativismo moral domina o pensamento na atualidade. Em nome de um falso pluralismo, e do “respeito às diferenças”, o Diabo vem convencendo as pessoas de que nada é errado, tudo é relativo.
b) Leis infames. Leis que criminalizam e prevêem a prisão daqueles que usam textos da Bíblia para falar contra o homossexualismo. Leis que querem legalizar o uso de drogas e a prática do aborto.
(Lições CPAD Jovens e adultos »  2015 » 3º Trim.)
Tensões generalizadas.
Nesta época, o conflito cósmico alcançou uma tensão nunca vista antes, porque "o diabo desceu a vós e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo" (Ap 12.12). Por tal razão, Jesus previu o aumento da atividade diabólica, com o aparecimento de falsos cristos e falsos profetas (Mt 24.5,11) e perseguições aos crentes (Mt 24.9).
A lista dos falsos cristos e falsos profetas é grande, e não para de crescer. Somente nos últimos tempos, pessoas como Vissarion (Rússia), David Shayler (Inglaterra), Ernest L. Norman (EUA), Jim Jones (Guiana), Shoko Asahara (Japão), Marshall Applewhite (EUA), José Luís de Jesus Miranda (EUA) dentre muitos outros, intitularam-se Cristo ou seu profeta.
De outro lado, no Oriente Médio, em 1910, cerca de 13,6% da população era cristã, mas em 2010, esse percentual caiu para 4,3%, diante da ferrenha perseguição. Muitos têm sido mortos, fugiram, ou mesmo foram forçados a renegar à fé. Recentemente, alguns grupos terroristas têm assassinado cristãos e publicado o feito nas redes sociais. Satã está ativo no planeta Terra. A Igreja precisa despertar, pois o Noivo está às portas. (Lições CPAD Jovens »  2017 » 3º Trim.)

2.2  Não vos Assusteis. 
“E, quando ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isso aconteça primeiro, mas o fim não será logo” (Lc 21.9).
A segunda advertência destacada na presente lição está em Lucas 21.9: “Não vos assusteis”. Já Marcos usa o termo “não vos perturbeis” (Mc 13.7)
O que nos reserva o futuro? Para onde estamos indo? Quando chegaremos ao fim dessa jornada? Espera-nos a paz ou a guerra, a prosperidade ou a adversidade? Tais são as perguntas que ressoam em nossa mente. Os homens não sabem para que lado deverão voltar-se. As nações estão perplexas. Um egoísmo coletivo parece ter-se apossado da raça humana inteira. Um espírito de ambição e concupiscência domina os corações dos homens. Milhares de pessoas ansiosas e perplexas indagam com insistência: “O que acontecerá em seguida?”.
Só a Palavra de Deus tem a resposta. Deus conhece o fim desde o princípio. O Senhor escreveu a história com antecedência, e chamou isso de profecia.Convém que atentemos aos sinais do fim e nos preparemos: “Perto está o Senhor” (Fp 4.5).
(Pr. Elinaldo Renovato de Lima)
Não sabemos a data do arrebatamento da Igreja. De uma coisa, porém, temos absoluta certeza: Jesus não tarda a voltar . Os sinais e as profecias estão a alertar-nos de que esse dia está mui próximo: “Olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim” (Mt 24.6).
Alegremo-nos! Em breve, iremos ao encontro de Nosso Senhor!
Você está preparado para este grande dia? Ainda há tempo para você achegar-se ao Senhor, e aguardar o seu retorno.
Senhor Jesus, ajuda-nos a estar devidamente vigilantes. Que saibamos discernir os sinais, e interpretar corretamente os últimos acontecimentos desta era. Em teu nome, nós oramos. Amém! (Lições CPAD Jovens e adultos »  2004 » 4º Trim.)

2.3  Não Perecerá. 
Num contexto de falsidade, guerras, manifestações da natureza, perseguição, traição e ódio, o Senhor Jesus acrescenta: “Mas não perecerá um único cabelo da vossa cabeça” (Lc 21.18). A segurança do discípulo de Cristo está em permanecer no próprio Cristo. Ele é a nossa rocha, nossa força e nosso refúgio (Sl 62.1-2; 91.2; Rm 8.35-39). Não apenas advertências, mas Jesus também revela garantia e proteção. Ele não tem apenas o controle da história, mas também da vida de cada membro do Seu Corpo. É evidente que não podemos considerar este texto estritamente no aspecto físico, pois muitos morreram pela fé (Hb 11.36-40; Ap 2.13) Mas é a garantia de que o Senhor está conosco, mesmo no vale da sombra da morte (Sl 23.4).
Comentário da Bíblia King James:
"É preciso muito cuidado para não interpretar literalmente metáforas e outras figuras de linguagem muito usadas na Bíblia. Jesus não estava garantindo a integridade física dos seus discípulos, uma vez que Ele mesmo avisou sobre a morte de alguns (Lc 21.16). Mas assegurou aos fiéis que, mesmo a morte, não lhes roubaria todas as honras e glórias para eles reservadas no céu".(Revista do professor)



3. ATITUDES EXIGIDAS DOS DISCÍPULOS  
Neste último tópico abordaremos acerca das atitudes exigidas pelo Senhor por parte daqueles que dizem serem Seus discípulos.

3.1  Olhai para Cima. 
Disse Jesus: “(...) olhai para cima (...) porque a vossa redenção está próxima”, (Lc 21.28). Quantos atrativos têm surgido nesta terra no presente século. Evidente que o discípulo de Cristo não está impedido de admirar e desfrutar de muitos destes atrativos. A questão problemática e perigosa é quando a pessoa fica tão distraída e focada nos atrativos que não prioriza o Reino de Deus e já não vive na expectativa da volta do Senhor. [...]
“Não podemos saber o dia e a hora em que ocorrerá o arrebatamento da igreja, mas podemos conhecer a sua época. Quando Jesus disse: ‘Mas, à meia-noite ouviu-se um grito: Aí vem o noivo, saí ao seu encontro’ (Mt 25.6), Ele estava se referindo ao final do dia da graça, que ocorre à meia-noite.
Essa meia-noite pode significar também a noite do materialismo, da apostasia e da era nuclear, quando o poderio acumulado é capaz de destruir toda a humanidade 27 vezes.
[...] Muita gente acha que todos os sinais preditos para a volta de Jesus devem ocorrer primeiro, mas em relação à nossa redenção no rapto, as palavras de Jesus são muito claras: ‘Quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima’ (Lc 21.28).
 (ALMEIDA, A. Manual da profecia bíblica. RJ: CPAD, 1999, pp.115-6).

3.2  Olhai por Vós. 
“Olhai por vós” (Lc 21.34), ou seja, preste atenção, atente. Na NTLH encontramos a expressão: “Fiquem alertas”.
Ap 3.11 - Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.
A iminência da volta de Jesus. 
Em sua carta à igreja em Filadélfia, o Senhor Jesus alerta-nos: “Eis que venho sem demora” (Ap 3.11). Nunca estas palavras fizeram-se tão urgentes quanto hoje. [...] o cumprimento das profecias  preanunciam o arrebatamento da Igreja. Tenho certeza de que Filadélfia, ao receber tal exortação, alegrou-se muito, pois, amante como era, suspirava pelo Amado (2 Tm 4.8). E você? Ama realmente a volta do Senhor?
Veja o que disse o apostolo Paulo no final de sua carreira. Ele aguardou o Senhor Jesus até o final de seus dias e permaneceu fiel. Jesus não voltou nos seus dias, todavia ele cuidou-se quanto a perseverança na fé.
7 Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.
8 Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. (2 Tm 4.7-8).

3.3  Vigiai e Orai. 
“Vigiai, pois, em todo o tempo, orando...” (Lc 21.36). Não apenas vigiar, nem somente orar. Assim deve ser o cuidado diário: vigilância e oração. Afinal, não sabemos quando virá o Senhor ou quando partiremos para a eternidade. Tais atitudes também exigem de nós um constante exercício espiritual. São vários os sentidos de “vigiai” no original grego; “manter-se acordado”;
“Marcos 13.32 assinala que apenas o Pai conhece o momento do retorno de Cristo.
Mateus 24.42 alerta: ‘Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor”.
Paulo escreve: ‘porque vós mesmos sabeis muito bem que o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite’ (1Ts 5.2).
Estas passagens indicam que Jesus pode retornar a qualquer momento advertindo-nos para estarmos prontos. (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. 1ª Edição. RJ: CPAD, 2008, p.169).



CONCLUSÃO
O fim dessa era ocorrerá com a volta pessoal, pública e em glória do Senhor Jesus. Antes, porém, ocorrerá o arrebatamento da Igreja, que a livrará dos juízos terríveis que virão. Por isso, precisamos nos manter: sóbrios em tudo, vigilantes e orando em todo o tempo por nós mesmos e por todos!



QUESTIONÁRIO

1. Assim como Mateus e Marcos, quem também registra o sermão escatológico de Jesus  ?
R.: Lucas (Lc 12.34-59; 17.20-37; 21.5-36).

2. Como os três evangelhos registram que o Senhor inicia seus sermão escatológico ?
R.: Com uma advertência  (Mt 24.4; Mc 13.5; Lc 21.8).

3. Quem é a nossa rocha, nossa força e nosso refúgio ?
R.: Cristo (Sl 62.1-2; 91.2).

4. Qual é a recomendação de Provérbios 4.23 ?
R.: "Guarda o teu coração" (Provérbios 4.23).

5. O que nos diz Efésios 6.10 ?
R.: Para nos fortalecermos "no Senhor e na força do seu poder" (Ef 6.10).



BIBLIOGRAFIA

[1] Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD - ARC
Biblia de estudo pentecostal, Almeida revista e corrigida, Rio de Janeiro, CPAD
Bíblia do Culto - Editora Betel
Revista EBD Betel Dominical Professor - 3 trimestre 2019, ano 29, número 112 - Editora Betel


                              AGORA VAMOS A VÍDEO AULA SOBRE ESTA LIÇÃO.  TENHA BOM ESTUDO !                             
    
   






                                                                                                                                                                              
[     

Olá Estimado Professor, segue abaixo o material de apoio, uma Lição maravilhosa sobre a vigilância, Bom Estudo.

Clique Aqui - Lição CPAD Completíssima - Vivendo em Constante Vigilância

                                                                                                                                                                              


12 comentários:

  1. Boa noite. A paz do SENHOR.
    O que JESUS quis dizer no versículo 32 do texto de referência quando ELE afirma que não passaria essa geração até que tudo aconteça?
    Fiquei intrigado aqui.
    Se puder me ajudar eu agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que está se referindo a queda de Jerusalém e o desmoronamento da nação judia nos anos 70.A.D.

      Excluir
  2. Paz! Boa tarde! Qual a previsão para a publicação dos slides da lição 10 dos jovens (conectar)? Obrigado e, que Deus continue abençoando!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde
    Gostaria que alguém me ajudasse que ostexto do sermão Jesus afirma que todos vai passa pela tribulação .Mas os pastores principalmente OS ASSEMBLEIANOS AFIRMAM QUE NÃO VAI PASSAR ?

    ResponderExcluir
  4. O fim será para todos, mas os que aceitaram a Cristo; em particular terá o privilégio de ser despertado pela palavra de Deus para este dia; o levando a crer que este ocorrido é simplesmente um passaporte para o reino eterno de Cristo na glória. Então caberá a cada um de nós, se manter atento acerca deste dia, porque o seu significado, será de um valor eterno para cada um de nós, e infelizmente alguns terão comichões em seus ouvidos para assim desviarem da verdade, em vez de santificarem as suas vidas, vão sujar mais ainda as suas vidas, por não acreditarem e nem amarem a vinda de Cristo, por isto digo: esperem e amem a vinda de Cristo em suas vidas, santificando-as, e atentos a tudo sobre os últimos acontecimentos, porque a salvação de Deus, está mais próxima de nós, do que quando aceitamos a fé, deixo esta palavra, seja fiel até a morte e darteei a Coroa da vida..Oh! Glória!

    ResponderExcluir
  5. A paz do professor

    Não estou conseguindo baixar o slide da aula de amanhã, mande no meu e-mail por favor

    ResponderExcluir
  6. Parabenizo todos os envolvidos em nome de, Jesus pois, as lições são muito ricas. Glórias a Deus!!!

    ResponderExcluir
  7. Será que podem ajudar?Preciso da lição 11 pra amanhã.

    ResponderExcluir
  8. Paz do Senhor! Gostaria do Slide da cpad todas as lições 1 ao 13 ser e possível me enviar por email e a reavista batalha espiritual no email.
    diaconoadrianojose@gmail.com

    ResponderExcluir