terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Lição 9 – Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendo

Aula presencial dia 03 de Março de 2019 

Estimado professor,   acredito que já tenha percebido que nosso SLIDE semanal traz uma abordagem DETALHADA de todos os pontos abordados na lição. É um resumo da lição fazendo uso de uma metodologia moderna de ensino,  tornando-o mais eficiente e efetivo. Aplica-se ao conteúdo da lição, ilustrações com figuras relacionadas com cada tópico a ser ensinado.  
Baixe o Slide no formato desejado, Tenha liberdade de cortar, alterar e 
adicionar conteúdo para uso na sua EBD. 


Hinos sugeridos para essa Aula

04 - Deus Velará por Ti

33 - Com Tua Mão

 578 - Sossegai










Lição 9 - Conhecendo a Distimia para ajudar os que estão sofrendo 
"Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera." (Ef 3.20)
Apresentar a Deus nossas necessidades. Não temos de preocupar-nos com as nossas carências; em glória, o Pai Celeste no-las supre (Fp 4.19). Aleluia! Além disso, Ele "é poderoso para fazer [...] além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera" (Ef 3.20).
(Lições CPAD Jovens e Adultos » 2008 » 2º Trimestre)
O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.(Fp 4:19)



Verdade Aplicada
A oração, a Palavra d e Deus e a comunhão cristã são ferramentas poderosas para enfrentar as enfermidades da alma.
As pessoas sempre buscam o seu próprio bem-estar, seja físico, emocional ou material. A mídia, por sua vez, sempre divulga receitas e métodos que levam à felicidade temporal. Muda-se o cabelo, as roupas, compram-se carros, casas e, às vezes, vivem dissolutamente, etc.
Entretanto, para nós que servimos a um Deus-vivo, o valor verdadeiro e permanente da alegria consiste em estar em plena comunhão com Ele. A Bíblia expõe isto de diversas maneiras: “justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”, Rm 5.1. A justificação nos reconcilia com Deus (2Co 5.18-19). Aqueles que buscam ao Senhor encontram a vida (Am 5.4). 
A disciplina e a instrução do Senhor sempre nos trazem benefícios: “Filho meu, atenta para as minhas palavras; aos meus ensinamentos inclina os ornados. Não os deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-os no mais íntimo do teu coração. Porque são vida para quem os acha e saúde, para o seu corpo”, Pv 4.20-22.( Pr. Eli Martins de Souza, artigo A DISCIPLINA NA VIDA DO OBREIRO ).



Objetivos da Lição
1 - Ajudar na identificação da distimia;
2 - Mostrar os traços da distimia;
3 - Ensinar a conviver co m o transtorno



Motivo de Oração
Peça a Deus por mais tolerância religiosa nos corações e nas ações.



Romanos 12:9-13,15
9 - O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.
10 - Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.
11 - Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor;
12 - Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração;
13 - Comunicai com os santos nas suas necessidades, segui a hospitalidade;
15 - Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram.



ESBOÇO DA LIÇÃO
Introdução
1 – Identificando a distimia
2 – Traços da depressão persistente leve
3 – Convivendo com o transtorno
Conclusão



INTRODUÇÃO



1. IDENTIFICANDO A DISTIMIA
Nesta Lição, Identificaremos algumas características da Distimia ou Transtorno Depressivo Persistente (TDP).
Se a pessoa tem uma condição de humor deprimido na maior parte do dia, na maioria dos dias ou em um período de pelo menos dois anos pode ser Distimia.
O diagnóstico correto só pode ser afirmado se for observado por um profissional qualificado.

1.1 O que confunde o Diagnóstico.



Se colocarmos em prática a Palavra de Deus, certamente Mudaremos na identificação e no tratamento (Rm 12.9-10,13,15).
Depressão. É comum as pessoas confundirem depressão com tristeza. Contudo, existe uma grande diferença. A depressão não é somente uma tristeza, embora o desalento, sem uma causa aparente, seja um dos seus muitos sintomas. A depressão é uma doença. Chegou a ser considerada por alguns especialistas como a doença do século. Vários são os fatores que podem causá-la: medicamentos, doenças físicas, período pós-parto, etc. Muitos ainda teimam em afirmar que o crente jamais fica deprimido, porém, basta ler a Bíblia para encontrar casos em que servos de Deus enfrentaram essa terrível enfermidade (1 Rs 19.4,9,10). Caso você também esteja passando por um período de depressão, não se constranja. Ore ao Senhor e não deixe de procurar ajuda médica (Mt 9.12). (Lições CPAD Jovens e Adultos » 2012 » 3º Trim.)

1.2  O que pode levar no TDP ?                     


O trauma provocado por uma enfermidade na família pode ocasionar mudanças de comportamento que às vezes não são percebidos.
Neste tópico seria interessante mencionar as aflições do tempo presente e a possibilidade dessas aflições levarem alguém a um processo depressivo (conforme comentário).
AS AFLIÇÕES DO TEMPO PRESENTE
De ordem natural. [...] Quantas calamidades nos abatem por causa da degradação ambiental. São tragédias assombrosas que ceifam milhares de vidas. As poluições nos lagos, rios e mares, e as ocupações em áreas de riscos contribuem para a ocorrência de tragédias. Tais aflições também afetam os crentes fiéis.
De ordem econômica. [...]A crise econômica internacional empobrece países, nações e famílias. Quantos não deram cabo da própria vida porque, da noite para o dia, descobriram que perderam todos os bens? Em nosso país, milhões de pessoas sobrevivem com menos de um salário mínimo. A pobreza, a fome e a miséria continuam a flagelar vidas ao redor do mundo, inclusive as dos servos de Deus (Mc 12.41-44).
De ordem física. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, doenças como câncer, hepatite, hipertensão arterial, depressão e obesidade são consideradas as pragas do século XXI. Essa informação traz-nos algumas indagações: Será que o crente fiel não é vítima de câncer? Ou não desenvolve a depressão e não sofre de hipertensão arterial? Não precisamos de muito esforço para reconhecer que as enfermidades também atingem os salvos e são consequência da queda (Rm 6.23). (Lições CPAD Jovens e Adultos » 2012 » 3º Trim.)

1.3  A Importância do Conhecimento.
O fato de a Distimia provocar uma condição de humor deprimido persistente, dá a entender que se trata de um traço negativo da personalidade.
Esse entendimento, na maioria das vezes, irá acarretar na falta de tratamento. 
Existe uma tendência natural dentro da igreja em associar as enfermidades da alma à ação demoníaca ou ao pecado. [...] A presente lição é uma ferramenta para auxiliar cada membro da igreja a estar preparado a fim de lidar com situações como aqui descritas, com equilíbrio, cuidado e consciência de que há casos em que se faz necessário acompanhamento, também, de um profissional (revista do professor).




2.  TRAÇOS DE DEPRESSÃO PERSISTENTE LEVE 
A distimia tem uma grande semelhança com outros tipos de depressão. No entanto, embora o distímico sofra com sintomas que dificultem a realização de suas tarefas diárias, ele não perde a sua funcionalidade, como ocorre na depressão maior. 

2.1  A Dificuldade de Convivência.




Não podemos negar que pessoas portadoras de distimia são de difícil convivência, todavia acima de qualquer dificuldade, devemos nos atentar para a pratica do amor. Como é saudável se sentir acolhido e amado, independente de qualquer circunstancia.
O padrão do amor cristão é o exemplo de Cristo. É o amor ágape, que tem origem em Deus, o qual nos amou de modo tão grande (1 Jo 3.1). Cristo demonstrou seu amor para conosco, de modo sacrificial. “Conhecemos a caridade nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos” (1 Jo 3.16). Isto mostra que Jesus nos amou de verdade, de modo sublime. Por isso, precisamos expressar o amor pelos irmãos, não de modo teórico, porém prático: “Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade” (1 Jo 3.18). A prática do amor deve começar em casa, entre marido e mulher, pais e filhos e, na igreja, entre pastores e fiéis, membros do Corpo de Cristo. (Lições CPAD Jovens e Adultos » 2000 » 2º Trim)

2.2  Confundindo Distímico com Profeta.
Os portadores de TDP tendem a ter uma visão distorcida da realidade.Eles acreditam que são capazes de saber o que os outros pensam e de saber os acontecimentos subjacentes de uma dinâmica social ou ainda antever o futuro[...]
Atualmente, muitas igrejas têm sofrido com tais situações, pois muitos enfrentam a quebra de boas relações causadas pelos seus julgamentos distorcidos contínuos, que nada mais são do que resultados de seus sentimentos anormais. Devemos observar tais situações com cuidado, pois a dissensão é obra da carne (Gl 5.20), bem como lembrar da importância do discernimento espiritual (ICo 12.10; Hb 5.14)
Destaque sobre a importância do discernimento na igreja:
Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal.
(Hb 5:14)
“Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido” (1 Co 2.15).
Discernimento. A palavra grega para “discernimento” é diakrisis.[...].É a capacidade sobrenatural para se distinguir a fonte da manifestação espiritual, se é de fato do Espírito Santo, de um espírito demoníaco ou meramente humano (1 Co 12.10).
(Lições CPAD Jovens e Adultos » 2006 » 2º Trim)


2.3  Distimia na Criança e na Adolescente.


Nestes indivíduos, "o humor pode ser irritável, com duração mínima de um ano. O período de prevalência dos sintomas, na maioria dos casos, é de doze meses, não chega a dois anos.
Como sempre, na fase da infância e adolescência é fundamental a participação da família. Considerando que a doença pode se apresentar com queda brusca no desempenho escolar e na falta de energia para a realização de atividades rotineiras, o tratamento precoce viabiliza a possibilidade de menores riscos de mortalidade. (Revista do professor)
Sou professor de adolescentes, e nas reuniões de pais sempre enfatizo que é muito importante os alunos terem um acompanhamento efetivo dos pais, quanto ao rendimento escolar. Se possível verificar caderno, saber quem são as pessoas que fazem parte do circulo de amizade etc.
Muitos dos meus alunos que apresentam comportamento que requer uma atenção maior e até mesmo com sintomas de doenças da alma, são “evangélicos”. Precisamos cuidar de nossas crianças e adolescente,sabemos que a responsabilidade maior é da família, todavia não isenta a igreja local que os tais congregam. 



3. Conhecendo a enfermidade
Conviver com a Distimia é extremamente difícil.
O mau humor contínuo, a falta de vontade de viver e os pensamentos negativos constantes tornam o dia a dia insuportável.
Note que tais sintomas são reais (são até objeto de estudo) são um contraste com tudo que o Senhor nos preparou, para que desfrutássemos:
22Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, 
23a humildade e o domínio próprio. E contra essas coisas não existe lei. 
24As pessoas que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a natureza humana delas, junto com todas as paixões e desejos dessa natureza.

3.1 Posicionando-se no Tratamento.


A falta de confiança em Deus gera ansiedade, e a ansiedade acaba por dar à luz a depressão. Por isto, o conselho de Paulo tem de ser aplicado por aqueles que anseiam um viver tranqüilo e sossegado, conscientes de que Deus está no comando de tudo (Fp 4.6).
Vivendo em oração. Aos irmãos de Tessalônica, recomenda Paulo: “Orai sem cessar” (1 Ts 5.17). O que isto significa? Antes de mais nada, temos de apresentar ao Senhor todas as nossas petições, na certeza de que Ele é poderoso para no-las suprir.(Lições CPAD Jovens e Adultos » 2008 » 2º Trim.)


3.2 A Importância da Saúde Física.


Fomos criados para a glória de Deus (Is 43.7). Portanto, toda nossa essência deve ser conservada pura, santa e agradável a Deus (Rm 12.1,2). Controlar o estresse, fazer uma caminhada, manter uma dieta equilibrada é essencial para a saúde física e mental de qualquer ser humano. (Lições CPAD Jovens e Adultos » 2008 » 3º Trim.)

3.3  Ajudando o Portador de Distimia.





Para quem é saudável, pequenas conquistas, como uma simples caminhada de poucos minutos ou ainda uma mudança no visual, não fazem nenhuma diferença, mas para quem sofre com TDP pode ser uma grande conquista. Valorizar estas conquistas poderá ser uma grande ajuda na continuidade do tratamento. É preciso mostrá-lo através da palavra de Deus o quanto ele é valioso para o Criador (Is 60.1; Mt 6.26). (Revista do professor)



CONCLUSÃO




QUESTIONÁRIO
1. Como podemos ajudar na identificação e no tratamento do TDP?
R.: Colocando em prática a Palavra de Deus (Rm 12.9-10, 13, 15).

2. Por que a mulher siro-fenícia corre u até Jesus?
R.: Porque ela creu que Jesus era a solução para o problema que assolava sua filha (Mc 7.24-30).

3. Quem é capaz de fazer além do que necessitamos?
R.: Deus (Ef 3.20).

4. Segundo a lição, o que é dissensão?
R.: Obra da carne (Gl 5.20). 

5. E m que m temos a força necessária para realização de todas as coisas? 
R.: Em Cristo (Fp 4.13).



BIBLIOGRAFIA

[1] Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD - ARC
Biblia de estudo pentecostal, Almeida revista e corrigida, Rio de Janeiro, CPAD
Bíblia do Culto - Editora Betel
Revista EBD Betel Dominical Professor - 1 trimestre 2019, ano 29, número 110 - Editora Betel
PAE - Plano de Aula Expositiva - Auxílio EBD - http://editorabetel.com.br/auxilio/beteldominical/


                              AGORA VAMOS A VÍDEO AULA SOBRE ESTA LIÇÃO.  TENHA BOM ESTUDO !                             
   




                                                                                                                                                                              
[     

Estimado Professor, segue abaixo o material de apoio para nossos estudos !

Clique Aqui - Distimia: o que é, sintomas e Tratamento
Clique Aqui - Conheça o que é Distimia
Clique Aqui - Saiba mais sobre Distimia - Tratamento

Segue abaixo alguns vídeos interessantes sobre o tema da nossa lição, vamos assistir para ficar bem informado e seguro para a próxima aula presencial no domingo, vamos lá ?


Distimia: Personalidade ou Transtorno
Dra. Christina Daret
Clinica Casule
                                                 
Distimia
Dr. Bruno Machado - Psiquiatra (USP)
Canal Saúde da Mente

                                                                                                                                                                              


26 comentários:

  1. Paz do Senhor,
    A página esta cada dia melhor, ótimo material de apoio, parabéns a toda equipe.
    Edilson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Almeida, a paz do Senhor, e vamos melhorar sempre em nome de Jesus. Lembre de nossa equipe em vossas orações.

      Excluir
  2. Paz do senhor Jesus Cristo. É um material muito bom, estou gostando muito e tenho passado pra outras pessoas que também está amando. Parabéns pelo trabalho. Deus continue abençoando vocês. Muitas felicidades e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz do Senhor, Deus abençoe por compartilhar e divulgar esse blog.

      Excluir
  3. A paz do Senhor!!
    Deus abençoe cada um de vocês empenhados nessas pré aulas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, espero que esteja agregando conhecimentos utéis. Alguns irmãos não estão gostando deste trimestre, tudo tem seu valor não é mesmo ?

      Excluir
  4. Tem tristeza que leva ao arrependimento e existe também biblicamente a do mundo, esta como consequência de nossos pecados. 2000 anos de cristãos desfavorecidos de terapias e medicamentos...se seu filho repete de ano ou é hiperativo, revitalínea nele; luto de um parente com mais de quinze dias (Ref. DSM V), antidepressivo nele; tá irado? tá agitado? vamos dopálo com antisiolíticos também...mas a igreja ACONSELHÁ-LO BIBLICAMENTE, NÃO É VIÁVEL?????
    Pecados são para serem auto confrontados. Não há comprovação científica e sim ensaios patrocinados pelas indústrias farmacológicas, onde no DSM todo ano relacionam mais "doenças".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. T.Mendes obrigado por participar, seu comentário ajuda a assimilar e entender o tema. O Debate enriquece o aprendizado !

      Excluir
  5. Desobediência não é mais pecado e sim um transtorno
    Ira, ingratidão, egoísmo, não são mais pecados e sim sintomas de transtornos
    Quem não sabe que a psicologia é uma religião e humanista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Respeito vossa opinião, este canal esta aberto para debater a lição, agradeço vossas colocações, eu não creio que todas pessoas que estejam sofrendo alguma "enfermidade da alma", depressão, bipolar, borderline, transtornos do sono, etc... seja devido alguma desobediência, pode até ser, mas não podemos generalizar todos os casos, o crente obediente também está sujeito a ser atingido por alguma seta maligna. Também não podemos demonizar todas as doenças e nem generalizar, tem alguns cristãos que acham que um determinado irmão está doente porque praticou algum pecado.

      Excluir
    3. A Paz o Senhor estimado professor. Respeito também vossa opinião, realmente não podemos demonizar tudo, porém, toda doença é influência maligna, lembre-se que Jesus foi bem claro ao afirmar que, o diabo foi quem veio para matar, roubar e destruir e toda doença tem haver com morte, com roubo da nossa saúde e destruição do nosso corpo ou da alma. Agora os médicos existem para os não cristão e para os cristãos que ainda não sabem, ou não entendem a autoridade que se tem no nome de Jesus. Paulo nos afirma que: "Que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos, e pondo-o à sua direita nos céus, Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro;" Efésios 1:20-21, o nome de Jesus está acima de tudo, não existe doença que resista ao seu nome, é certo que o individuo que aceitou Jesus, nova criatura é, e tem que está sempre renovando sua mente, contudo, sabemos que a pratica da renovação pode ser um processo gradativo e é nesse processo, que muitos cristãos estão vulneráveis as setas malignas, e geralmente no meu entendimento, são 4 situações que poder fazer uma pessoa ficar vulnerável: 1ª - Pecado, 2ª - Incredulidade, 3ª - falta de conhecimento da palavra e 4ª - quebra de uma lei natural, quando se está em qualquer uma dessas situações, o cristão perde a autoridade que tem no nome de Jesus, porém para se resgatar essa autoridade é muito fácil e simples, ou seja, o arrependimento sincero no caso do pecado e para as outras situações, o estudo da palavra. É certo que quando se está na brecha, o inimigo pode atingir a alma e o corpo cristão, mas nunca o espírito, pois este é um só com o Espírito Santo, como está em 1 Co 6.17. O cristão que tem autoridade no nome de Jesus, pode todas as coisas segundo a palavra de Cristo, não só para si, mas para todos os que creem. Agora, por que perder tempo estudando sobre enfermidades? Não interessa o tipo de enfermidade, porque é sabido que a resposta está no poder do nome de Jesus e é simples assim, a igreja tem que investir seu tempo em auxiliar os irmão a entender o poder que se tem no nome de Jesus. Isaías 53 nos afirma que Jesus já levou todas as dores e enfermidades e pelas suas pisadura tudo se sarou, ou seja, o verbo está no passado, então nenhuma doença pode mais atingir o cristão, ela é ilegal no corpo do crente, porém ele (crente) pode permitir a doença,se estiver em uma daquelas situações já citadas. A Bíblia nos relata que a fé é forma para se obter todas as coisas e agradar a Deus, então esse deve ser o investimento da igreja. Sl 8 nos diz que fomos feitos um pouco menor do que Deus, e Efésios 3.20 diz que " Deus é infinitamente poderoso para fazer mais do que pensamos ou pedimos, SEGUNDO O PODER QUE OPERA EM NÓS.

      Excluir
    4. Irmão Roberto, Deus abençoe por participar, no vosso texto você colocou que o crente pode ficar enfermo ou doente se estiver : 1-Pecado, 2-Incredulidade, 3-falta de conhecimento e 4-quebra de uma lei natural.
      Adicionaria ainda o 5 – Herança do Pecado de Adão, ou seja, as vezes as enfermidades pode nos chegar não por pecados praticados por nós, mas por consequência do pecado que herdamos de Adão.
      O apóstolo Paulo era enfermo, Timóteo tinha doença no estômago e nem todos os crentes morriam de velhice, as vezes, os cristãos não violam nenhum dos pontos de sua abordagem, todavia, por herança do pecado de adão, nosso corpo é arruinado, independente até mesmo da nossa fé.
      O fato é que aguardamos um corpo novo, sem herança do pecado de adão, e aí sim não teremos enfermidades, doenças, transtornos psicológicos, etc. Se dizermos que o cristão não está mais sujeito à doença, é o mesmo que afirmar que já fomos ressuscitados em Cristo, e já estamos em um corpo perfeito que não envelhece e não morre, todavia, ainda aguardamos o arrebatamento da igreja e a ressurreição dos mortos em Cristo.

      Sobre Isaías 53:4 “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si...” foi uma profecia para o povo de Israel que se cumpriu em Mateus 8:16-17 que diz “E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele com a sua palavra, expulsou deles os espíritos e curou todos os que estavam enfermos, para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças”.

      Só gostaria de enfatizar que o Cristão pode ficar doente sem violar nenhum dos pontos que você abordou e que Cristo assim como curava em Mateus 8:16-17 para cumprir Isaías 53:4, continua curando seus servos. Amém.

      Excluir
    5. Irmao, você falou herança do pecado de Adão, isso é pra quem não é nova criatura, porque eu como nova criatura, a minha herança é do Papai do celeste, a bíblia é bem clara, quando afirma que sou herdeiro de Deus, e COOERDEIRO de Cristo e não de Adão, vivo hoje em um nova aliança, e não existe mas essa questão de herança do pecado ou maldição, porque mais uma vez a biblia é clara, em Gálatas 3:13 Foi Cristo quem nos redimiu da maldição da Lei quando, a si próprio se tornou maldição em nosso lugar, pois como está escrito: “Maldito todo aquele que for pendurado num madeiro”, ou seja ele quebrou com toda maldição ou herança pecaminosa. . Outro ponto, em nenhum lugar afirma que Paulo tinha uma enfermidade de fato, só são conjecturas, com relação a Timóteo, realmente Paulo o orienta sobre uma enfermidade...mas não se pode afirma que Timóteo não tenha quebrado um daqueles fatores já citados, e até mesmo com relação ao pecado, a bíblia só nos afirma que existiu um homem em que tudo foi tentado mas não pecou, Cristo Jesus, então eu não posso aqui afirma quais eram as condições que Timóteo vivia quando esteve enfermo. Outro ponto, disseste bem com relação a passagem de Mateus, porém é só mais uma prova que afirma que se cumpriu, ou seja, não tem que ser uma continuação de curas para aqueles que conhece a verdade, porque como Jesus bem disse a cura já foi cumprida, tem que existir ,sim, uma manutenção da saúde divina ao fazermos diariamente confissões e declarações e agradecimentos com fé sobre nosso estado de saúde divina. Irmão e você ainda diz que independe da fé? Jesus diz tudo pode ao que crer, a bíblia nos diz em 4 ocasiões que o justo viverá pela fé e sem fé é impossível agradar a Deus. Digo, mais uma vez,Respeito seu ponto de vista, porém os argumentos e textos bíblicos que trago aqui, não são simples frases lançadas, porque muitos podem dizer que é fácil falar, mas são o que eu e minha família vivemos, ou seja, andamos em saúde Divina sem enfermidades...nossa palavra "Rhema" no nome de Jesus quebra todas as barreiras e não há doença que fique de pé, porque a doença no corpo de cristão é ilegal. A paz meu amado irmão.

      Excluir
  6. Povo de Deus vamos fazer um crivo bíblico em tudo que o mundo diz que é bom.
    É mais difícil ensinar o que são Provações, Soberania de Deus, cálice, do que enviar a um terapeuta e medicamentos muitos deles com danos cerebrais irreversíveis 9isso sim é comprovado).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. T.Mendes, o médico receitou um tal de carbamazepina para minha mãe para tirar dores nas pernas referente neuropatia diabética, pois bem, este remédio também é para humor bipolar e depressão. Ela começou a ouvir dentro da cabeça 24 horas por dia os hinos da harpa cristã (basicamente três hinos: Alvo mais que a neve, mais perto quero estar, A mensagem da cruz em sequencia sem parar), perdeu o apetite... meu amigo até descobrir que era este remédio foi osso duro de roer. Tive que passar em outro médico, que trocou este medicamento por um tal de Pamelor que tirou suas dores de pernas sem trazer tantas reações terríveis. Agora depois de quase 1 ano que ela parou de tomar o Carbazepina é que voltou ao normal e parou de ouvir hinos na cabeça. Esta questão que você colocou é importante, os irmãos tem que ficar atento as reações deste remédios para tratar estas "enfermidades da alma". Pessoalmente creio que 90% dos casos de depressão são setas malígnas, já orei por pessoas com depressão em nome de JESUS e elas foram curadas, já tive paralisia do sono, busquei ao Senhor em oração e JESUS também me curou. Todavia, não sou contra, dependendo do caso da pessoa procurar uma ajuda de um profissional, logicamente respeitando as opiniões dos irmãos.

      Excluir
  7. Boa noite !
    A paz para todos ,
    Gostei muito deste blog , e este tema está me ajudando muito , pois devidos a vários problemas que tenho passado nos últimos anos , doenças na família e irmão alcoólatra , tenho sofrido uma grande pressão psicológica e física , e consequentemente de uns tempos pra cá tenho sido tomada por uma profunda tristeza , que parece não ter fim , por mais que Deus tenho feito promessas em minha vida , não consigo sentir satisfação em nada , mas sei que Deus pode me curar através deste tema , tenho orado pra Ele me cure desta tristeza ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristina, a paz do Senhor, de fato a vida não é fácil, todos nós passamos por momentos difíceis, todavia, o cristão tem o amparo e a força de Deus, saiba que não está só, Deus conhece sua vida. Não deixe de buscar a Deus pedindo para Deus tirar esta tristeza do vosso coração, procure trabalhos de oração na igreja e peça para os irmãos orarem com imposição das mãos. Cristo cura todas as enfermidades, incluindo as "enfermidades da alma", estaremos orando pela irmã, não fique acumulando os problemas só para si, procure o pastor ou um irmão ou irmã ao qual se sinta mais a vontade e coloque suas dificuldades para fora, busque apoio espiritual e orientações. Como vimos nas lições, há momentos que precisamos reconhecer e procurar também a ajuda de um profissional. A Paz do Senhor ! Deus abençoe por visitar esse BLOG.

      Excluir
  8. Boa noite ,Graça e paz PR.Eder quero louvar a Deus por sua vida por essa literatura completa como material de apoio , através desse material temos alcançado vidas !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, que benção, fico feliz com conseguir ajudar um pouquinho na obra de Deus ! Deus abençoe pelo retorno, é importante para nós. Graça e Paz !

      Excluir
  9. Paz do Senhor!
    Muito satisfeito com o resultado deste blog , muito aproveitável e útil, sou professor da EBD da minha igreja e tem sido muito bom ter acesso a todas as informações sobre os assuntos em destaque de cada aula ,fico grato a todos pelo esforço e pela atitude de beneficiar os professores e alunos da EBD , muito obrigado pelos recursos, paz seja convosco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Valmir, Paz do Senhor, obrigado pelo retorno, já estamos preparando as próximas lições, estamos contentes em conseguir ajudá-lo na EBD da sua Igreja, que Deus continue te usando poderosamente neste nobre ministério.

      Excluir
  10. Sou professora da escola bíblica dominical em Juiz de fora. Estou muito triste, tenho me dedicado ao .máximo para entender sobre o assunto. Mas infelizmente existem pessoas querendo tirar nossa credibilidade como professor. Gosto de me dedicar. Tenho muito medo de falar o que não se deve. Enfim eu adoro o site, tem Grande apoio por parte da liderança. Mas infelizmente estou muito desanimada. Pelo o fato de nós tentarmos fazer o melhor para Deus.E pessoas que não estudam tentam o tempo todo tirar nossa credibilidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Estimada Professora, o que você está passando ocorre com frequências nas salas de aula da EBD em diversas igrejas, isso já aconteceu comigo. Alguns alunos ou até mesmo um visitante da classe pode desafiar o professor fazendo perguntas dissimuladas como aquelas que os fariseus e saduceus faziam para Jesus, unicamente para "colocar o professor" em alguma situação difícil junto a classe. Como mencionei até JESUS, o mestre, passou por isso, e porque nós não vamos passar ? Professora, a prova de que você está indo bem na sua classe é quando vem as dificuldades, quando o inimigo se levanta para te desanimar, quando somos colocados à prova. O inimigo quer que você desanime, e entregue o que Deus colocou na sua mão. Não faça isso ! Ore a Jesus, coloque suas dificuldades, se prepare para as aulas com o objetivo de fazer o melhor. Se algum aluno fizer pergunta que você sabe responder dentro do tema da Lição, responda, se não souber, fale que tem duvidas a respeito, que vai pesquisar e responderá na próxima aula (isso não é vergonha alguma). Se algum aluno fizer perguntas tentando sair do tema da lição, ou perguntas que você acha que vai sair do foco do objetivo da lição, diga ao seu aluno que o tempo não permite sair dos objetivos da lição. Vou contar um caso verídico: Um certo professor dava aula em sua classe por mais de 10 anos, até que um irmão que veio de outra congregação, se membrou e se matriculou na EBD e veio frequentar a sua classe. Nas aulas este aluno, fazia perguntas com o intuito de puxar o tapete daquele professor, mostrando SABER TUDO, aquele sujeito tinha o objetivo de tomar o lugar o veterano professor tumultuando a sua aula. E ... acabou conseguindo essa proeza, nosso professor voltou a ser aluno e participar das aulas todos os domingos, passado três meses, o Novo professor SABE TUDO deixou a EBD, aquela IGREJA e sumiu... e aquele veterano professor nunca mais aceitou ser professor de EBD. Análise: Ele não deveria ter cedido o que Deus colocou em sua mão, todos perderam por conta desse episódio. Professora, permaneça firme, se estão atrapalhando muito a sua aula, comece a dar oportunidade para perguntas e considerações somente no final da aula, até que a sua classe tenha mais maturidade. A paz do Senhor.

      Excluir