terça-feira, 14 de agosto de 2018

Lição 8 - Conquistando a Terra Prometida

Aula presencial dia 19 de agosto de 2018 



Estimado professor,   acredito que já tenha percebido que nosso SLIDE semanal traz uma abordagem DETALHADA de todos os pontos abordados na lição. É um resumo da lição fazendo uso de uma metodologia moderna de ensino,  tornando-o mais eficiente e efetivo. Aplica-se ao conteúdo da lição, ilustrações com figuras relacionadas com cada tópico a ser ensinado.  Faça bom uso !  Baixe o Slide no formato desejado, Tenha liberdade de cortar, alterar e adicionar conteúdo. Não deixe de Divulgar e Compartilhar nas Redes Sociais !

1 - Mostrar que a missão de Josué era levar a nação de Israel a conquistar a Terra Prometida;
2 - Explicar que, diante das adversidades, precisamos estar preparados e confiantes em Deus;
3 - Ensinar que obedecer a voz de Deus é sinal de vitória certa.

 Texto Áureo
"Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor
maravilhas no meio de vós" (Js 3.5)

Verdade Aplicada
As promessas de Deus se cumprem no
tempo certo, pois Ele é fiel.

Motivo de Oração
Ore por essa geração. Peça a Deus 
que forme futuros líderes no país.

Hinos sugeridos.

63 - Acordai, Acordai

224 - Tempo de Segar

509 - Tantos como a Areia da Praia






 Josué 3:6-7,9-10 
6 - E  falou Josué aos sacerdotes, dizendo: Levantai a arca do concerto e passai adiante deste povo. Levantaram, pois, a arca do concerto e foram andando adiante do povo.
7 - E o Senhor disse a Josué: Este dia começarei a engrandecer-te perante os olhos de todo o Israel, para que saibam que, assim como fui com Moisés, assim serei contigo.
9 - Então disse Josué aos filhos de Israel: Chegai-vos para cá e ouvi as palavras do Senhor, vosso Deus. 
10 - Disse mais Josué: Nisto conhecereis que o Deus vivo está no meio de vós e que de todo lançará de diante de vós os cananeus, e os heteus, e os heveus, e os perizeus, e os girgaseus, e os amorreus, e os jebuseus.





IMPORTANTE
Apresento neste BLOG o Esboço da Lição e os comentários como 
professor de EBD em cima do PAE - PLANO DE AULA EXPOSITIVA 
NÃO APRESENTO O CONTEÚDO COMPLETO DIGITALIZADO DAS REVISTAS
TENHA SUA REVISTA EM MÃOS E FAÇA UM BOM ESTUDO !



ESBOÇO DA LIÇÃO
Introdução
1. Deus levanta um novo líder
2. A travessia do Jordão
3. As conquistas de uma nação
Conclusão
Clique aqui para Visualizar o PAE (Plano de Aula Expositiva) da Editora Betel



                   


Lição 8 - Conquistando a Terra Prometida

TEXTO ÁUREO

"Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós" (Js 3.5).

O Impossível se torna possível quando o crente está em santidade e obediência diante de Deus! A santidade e a submissão irrestrita à Palavra de Deus são requisitos indispensáveis para a completa vitória na vida cristã. Através dessas duas virtudes indissociáveis o crente aproxima-se de Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. É preciso santificar-se para que as águas transbordantes do Jordão sequem! É necessário submissão  para que os muros de Jericó caiam! A Arca que leva a presença de Deus adiante do povo é acompanhada com a  santidade do povo do Senhor que está na retaguarda. Logo a santidade não é uma opção do crente, mas um mandamento do Senhor (Lv 19:2 diz: “Fala a toda a congregação dos filhos de Israel, e dize-lhe: Santo sereis, porque eu, o SENHOR vosso Deus, sou santo”. As grandes conquistas de Israel só tornaram-se possíveis, porque se aproximaram de Deus através da santificação. “Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós” (Josué 3:5). (CPAD – Revista Lições Bíblicas Adultos e Jovens – 1 Trimestre 2009 – pág. 26)

VERDADE APLICADA

        As promessas de Deus se cumprem no tempo certo, pois Ele é fiel.

OBJETIVOS DA LIÇÃO
1 - Mostrar que a missão de Josué era levar a nação de Israel a conquistar a Terra Prometida;
2 - Explicar que, diante das adversidades, precisamos estar preparados e confiantes em Deus;
3 - Ensinar que obedecer a voz de Deus é sinal de vitória certa.

TEXTO REFERÊNCIA
 Josué 3:6-7,9-10 
6 - E  falou Josué aos sacerdotes, dizendo: Levantai a arca do concerto e passai adiante deste povo. Levantaram, pois, a arca do concerto e foram andando adiante do povo.
7 - E o Senhor disse a Josué: Este dia começarei a engrandecer-te perante os olhos de todo o Israel, para que saibam que, assim como fui com Moisés, assim serei contigo.
9 - Então disse Josué aos filhos de Israel: Chegai-vos para cá e ouvi as palavras do Senhor, vosso Deus. 
10 - Disse mais Josué: Nisto conhecereis que o Deus vivo está no meio de vós e que de todo lançará de diante de vós os cananeus, e os heteus, e os heveus, e os perizeus, e os girgaseus, e os amorreus, e os jebuseus.

INTRODUÇÃO
Depois de quarenta anos no deserto, chegou a hora de conquistar a Terra prometida, sob a liderança de Josué. Educado por Deus no deserto, o povo amadureceu e agora estava preparado para um novo ciclo.

1. Deus levanta um novo líder.
Com a morte de Moisés, Deus levanta um novo líder para a nação de Israel: Josué. Sua missão era levar a nação de Israel a conquistar a Terra Prometida. Enquanto Moisés foi vocacionado para libertar o povo hebreu, Josué foi vocacionado para guiar a nação a conquistar as promessas de Deus feitas aos patriarcas.
“Josué, o Líder.
Desde o princípio, Josué serviu como assistente de Moisés e líder de Israel na batalha (Êx 17.9). [...] Josué será o líder espiritual e militar do povo de Israel durante a conquista de Canaã, a Terra Prometida. É apropriado o livro abrir com uma descrição da preparação de Josué por Deus para o desempenho de seu papel [...]
Líderes-modelo. Moisés é o único líder de Israel, o profeta protótipo que prefigura Jesus Cristo. Mas Josué é um modelo para todos os líderes da era do AT. O que aprendemos com sua liderança? Primeiro, a missão dos líderes do AT era preparar Israel para reivindicar e ocupar a Terra Prometida por Deus (1.2-4). Segundo, a eficiência dos líderes do AT dependia da presença divina, pois era Deus quem concedia vitória (v.5). Terceiro, a principal responsabilidade do líder era o compromisso pessoal em ‘cuidando de fazer conforme toda a Lei ordenada por meu servo Moisés’ (v.7). Quarto, a principal característica do líder era força e coragem, pois, muitas vezes, parecia arriscado obedecer a Deus completamente, mas, ainda assim, era essencial”.
(RICHARDS, L.O. Guia do leitor da Bíblia. RJ: CPAD, 2005, p. 145.)

1.1. Conhecendo um pouco de Josué.
O nome de Josué a priore era Oséias (Nm 13.8). Mais tarde, Moisés, mudou seu nome para Josué (Nm 13.16), que significa "o Senhor é salvação". Conforme o registro de 1 Crônicas 7. 26-27, Josué era filho de Num e neto de Elisama, príncipe da tribo de Efraim. Josué nasceu no Egito e quando jovem teve a oportunidade de conviver e ajudar o líder Moisés. Um detalhe interessante sobre a vida deste jovem é que ele não se apartava da do meio da tenda (Êx 33.11). Vale salientar que Josué foi um dos espias designados para espiar a terra (Nm 13.16). Ele e Calebe foram os únicos, de vinte anos para cima, que saíram do Egito e entraram na Terra Prometida (Nm 32.11-12).
E falava o Senhor a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo; depois tornava-se ao arraial; mas o seu servidor, o jovem Josué, filho de Num, nunca se apartava do meio da tenda.(Êxodo 33:11)
A tenda, então, era uma instalação onde Moisés falava com Deus face a face e saia para falar com o povo (Ex 33.7). Esse lugar ficou conhecido como a tenda da revelação,bem longe do arraial.Era nesse lugar que Josué permanecia fora do arraial,com o Senhor.Foi nesse lugar que ele aprendeu coisas maravilhosas(Sl 24.4;7317).É a sós com o Senhor que recebemos lições importantes para toda eternidade.O tabernáculo definitivo somente foi erigido no cap. 40 do livro de Êxodo .
(CPAD – Rev. Lições Jovens e adultos – 2º Trim. 1982 – pág. 2 Pr. João de Oliveira)

1.2. O preparo de Josué.
Deus nomeou Josué sucessor de Moisés e entregou a ele a missão de entrar com o povo de Israel na Terra Prometida (Dt 31.7). Até chegar neste momento, Josué foi forjado na olaria divina. Em vários eventos de Israel no deserto, a postura de Josué foi condizente com o seu chamado. Ele não entrou pelo caminho da murmuração, mas soube esperar e confiar na provisão de Deus. Em todos os instantes, Josué esteve ao lado de Moisés. Não há relato bíblico de uma tentativa de usurpação da liderança da sua parte. Ele sabia plenamente que é Deus quem vocaciona e faz as coisas acontecerem no tempo certo.
Josué que começara na tenda como moço, está agora recebendo a incumbência de conduzir à terra prometida o povo de Deus. Uma das coisas que atestam a espiritualidade e o calibre espiritual de Josué é o fato dele ser um dos únicos israelitas saídos do Egito,a entrar vivo em Canaã.Aqui está o segredo de uma vida vitoriosa com Deus, começa na tenda  da revelação e continua na mesma,recebendo agora a importante responsabilidade como comandante das forças de Israel.
(CPAD – Rev. Lições Jovens e adultos – 2º Trim. 1982 – pág. 2 Pr. João de Oliveira)
Professor, explique para seus alunos que a dependência de Deus era o segredo da vitoria de Josué. Não podemos nos tornar auto-suficientes ao ponto de achar que a experiência no ministério ou na obra de Deus nos dará condições de realizar o que estamos planejando,ou seja,comece na direção do Espírito Santo e termine da mesma forma.Esta foi a recomendação do apóstolo Paulo aos Gálatas.
Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora pela carne?(Gálatas 3:3)
Então disse o Senhor a Moisés: Toma a Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e impõe a tua mão sobre ele.(Números 27:18)

1.3. Deus encoraja Josué.
"Não to mandei eu? Esforça-te e tem bom ânimo; não pasmes, nem te espantes; porque o SENHOR, teu Deus é contigo, por onde quer que andares (Js 1.9).
Liderar não é uma tarefa fácil, agora imagine substituir um líder do calibre de Moisés; homem que ficou quarenta dias com Deus no monte (Êx 34.28), viu Deus pelas costas (Êx 33.23), recebeu os mandamentos da mão do Eterno (Êx 20), e alcançou um altíssimo grau de intimidade com Deus (Dt 34.10). Sabendo disso, Deus fala com Josué e anima-o. Ele disse que não o desampararia (Js 1.5). A expressão hebraica neste verso é "soltar; deixar", ou seja, Deus estava dizendo que não iria se ausentar ou abandonar o posto.
O povo de Deus recebe aquilo que o líder entrega, no caso de Josué ele havia recebido muito para entregar. Vivemos dias de escassez de mensagem,como sabemos,são dias difíceis com surgimento de modismos que não edificam a igreja do Senhor. Oremos para que o Senhor direcione os nossos lideres para que não se aparte da tenda a exemplo de Josué. 
7 - E o SENHOR disse a Josué: Este dia começarei a engrandecer-te perante os olhos de todo o Israel, para que saibam que assim como fui com Moisés assim serei contigo.

2. A travessia do Jordão.
Depois da escravidão e da peregrinação, chegou o momento de atravessar o rio Jordão e possuir por herança a promessa de Deus, uma terra que manava leite e mel.

2.1. Josué prepara o povo para atravessar o rio Jordão.
Tudo na vida precisa de preparo; muitos projetos sem sucesso tem como ponto negativo a falta de preparação financeira, logística e outros pormenores. A primeira atitude de Josué foi prover mantimento para a caminhada (Js 1.11). Ele não poderia arriscar a vida do seu povo. Outro detalhe descrito por Josué 1.14-15 é a preparação para a batalha com homens de guerra, pois o exército hebreu já estava organizado e disciplinado. Era uma força combatente muito mais eficaz que a tímida turba de escravos sem personalidade que havia saído do Egito há quarenta anos. Deus havia levantado uma nova geração de israelitas, instruídos nas leis divinas, acostumados com a dureza da vida desértica e experimentados na guerra.
1. Josué deveria executar o plano revelado por Deus (1.4,10-13). Transpor o Jordão era o firme propósito de Deus. Do outro lado estava a terra da promessa divina. Josué teria de agir com fé em Deus, vigor e determinação. E foi exatamente o que fez: reuniu seus principais auxiliares e ordenou-lhes que instruíssem ao povo, preparando-o para a grande jornada (vv.10,11). Todos deveriam estar devidamente prontos para quaisquer circunstâncias.
Para alcançarem a bênção, eram-lhes indispensáveis: coragem, ação e genuína fé em Deus (Tg 2.17).
2. Josué ordena ao povo que se prepare (1.10-13). Todos deveriam estar convictos de que Deus lhes entregaria aquelas terras. Josué também precisava da confiança do povo (vv.16-18). Ele sabia que um líder não subsistiria sem o apoio de seus liderados, e que sua liderança precisava ser reconhecida publicamente: “Tudo quanto nos ordenaste faremos e aonde quer que nos enviares iremos” (1.16). Por meio de seus subordinados diretos, Josué deu todas as instruções ao povo: “Provede-vos de comida, porque, dentro de três dias, passareis este Jordão, para que tomeis posse da terra que vos dá o SENHOR, vosso Deus, para que a possuais” (v.11).
(CPAD – Rev. Lições Jovens e adultos – 1º Trim. 2009)

2.2. Josué e os dois espias.
Quando Moisés liderava o povo, Josué fora enviado para espiar a terra e voltou com notícias alvissareiras para o povo. Como bom estrategista que era, enviou dois espias para colher informações sobre a terra (Js 2.1). Em nossa luta contra o inimigo, não devemos ignorar suas táticas para nos prevenirmos (2Co 2.11). A nossa luta não é contra a carne e sangue, mas, sim, contra principados e potestades. Precisamos estar fortalecidos no Senhor e devidamente ataviados com as Suas armaduras (Ef 6.10-18). Paulo adverte os irmãos em Corinto que as armas de nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Cristo para destruição das fortalezas (2Co 10.4).
 A previsão é imprescindível ao líder (Js 2.1). Um autêntico líder cristão nada faz por mero impulso, mas age com fé, segurança e previdência. A despeito da confiança e garantia de vitória que o Senhor lhe havia dado, Josué procurava cumprir cabalmente sua parte, planejando suas ações. Prever é antever o desconhecido. Josué não poderia arriscar a vida do seu povo sem conhecer o terreno a ser conquistado, e sem saber com quem estava lidando. Por isso, enviou dois espias a Jericó. Na igreja, um dirigente espiritual, capaz, experiente e com discernimento deve planejar cuidadosamente suas ações.
(CPAD – Rev. Lições Jovens e adultos – 1º Trim. 2009)

2.3. Um caminho no meio do Jordão.
O desafio agora não era o mar Vermelho, mas, sim, o rio Jordão, que nesta época estava transbordando (Js 3.15), constituindo assim um obstáculo maior ainda. Segundo o relato bíblico, quando os pés dos que carregavam a arca se molharam, pararam-se as águas que vinham de cima, sendo possível a travessia do povo pelo rio Jordão em terra seca. Um detalhe importante é que os que levavam a arca pararam no meio do Jordão para que o povo pudesse terminar a passagem. Aquela geração, que ouvira os relatos de como os seus pais atravessaram o mar Vermelho, agora estava vendo com seus próprios olhos o poder sobrenatural de Deus.
Chegando à borda do Jordão (Js 3.1,8). Josué cria firmemente que Deus realizaria um grande milagre, por isso cuidou de seguir rigorosamente toda orientação divina. A travessia ocorreu no dia dez do mês primeiro (Js 4.19), exatamente no período das grandes cheias do Jordão (Jr 12.5; 49.19).
Abaixo alguns textos que mostram que haviam períodos de cheias do rio Jordão:
Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, como farás na enchente do Jordão?(Jeremias 12:5)
Eis que ele como leão subirá da enchente do Jordão contra a morada do forte; porque num momento o farei correr dali; e quem é o escolhido que porei sobre ela? Pois quem é semelhante a mim? e quem me fixará o tempo? e quem é o pastor que subsistirá perante mim?(Jeremias 49:19)

3. As conquistas de uma nação.
Depois da travessia do rio Jordão, o primeiro desafio era a fortificada cidade de Jericó. Era uma cidade-fortaleza; suas altas e imponentes muralhas e tornavam praticamente indestrutível.

3.1. A destruição de Jericó.
Estando Josué perto de Jericó, Deus anima o Seu servo, dizendo: "Olha, tenho dado na tua mão a Jericó, e ao seu rei, e aos seus valentes e valorosos" (Js 6.2). Deus também estabelece que a vitória viria de forma sobrenatural, mediante a obediência à voz divina. A ordem divina para o povo era rodear a cidade por sete dias: "E sete sacerdotes levarão sete buzinas de chifres de carneiros adiante da arca, e no sétimo dia rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as buzinas. E será que, tocando-se prolongadamente a buzina de carneiro, ouvindo vós o seu sonido, todo o povo gritará com grande brado; e o muro da cidade cairá abaixo, e o povo subirá por ele, cada um em frente de si." (Js 6.4-5). A vitória do povo de Israel contra Jericó estava tão somente em obedecer as ordens divinas. A vitória foi certa, pois Jericó foi destruída totalmente (Js 6.21). 
O escritor do livro de Hebreus afirma que a fé foi imprescindível para a queda do muro. Segundo estudiosos o muro tinha aproximadamente nove metros de altura e seis metros de espessura,portanto impossível de rompe-lo naturalmente.
"Pela fé, caíram os muros de Jericó, sendo rodeados durante sete dias" (Hb 11.30).
O povo toma posse da cidade (Js 6.20). O povo de Deus movido por genuína fé adentra pela cidade com coragem e ousadia. A ordem do Senhor era que tudo fosse destruído e queimado, porque tudo o que ali havia era anátema perante o Senhor (Js 6.17,18; 7.1). Somente a prata, o ouro e os vasos de metal e ferro deveriam ser reservados para o tesouro da Casa do Senhor

3.2. A primeira batalha conta Ai.
Após Jericó Israel empreendeu-se em outra guerra, desta vez contra a cidade de Ai. Destruir a cidade de Ai seria fácil, pois os inimigos eram poucos, mesmo tendo as suas fortificações (Js 7.3). Aquilo que era para ser uma vitória fácil se tornou em luto e derrota. Além de perderem trinta e seis homens, ainda tiveram que fugir (Js 7.4-5). Israel perdeu essa batalha devido ao pecado de Acã (Js 7.11,20). Embora a presença de Deus estivesse no meio do povo, era necessário que a nação de Israel obedecesse aos mandamentos do Senhor e andasse em santidade.
 Josué é surpreendido pela derrota (Js 7.3-5). Quando Josué enviou alguns espias à cidade de Ai, nada sabia sobre o pecado de Acã. Aqueles homens fizeram com que o grande líder de Israel acreditasse que seria muito fácil vencer aquele povo. Nem precisariam dispor de grande quantidade de soldados. Josué confiou integralmente no relatório de suas sentinelas, e enviou para o combate apenas uns três mil homens. Todavia, para surpresa dos israelitas, o exército de Ai resistiu bravamente, fazendo com que Israel batesse em retirada.
A notícia de que trinta e seis soldados haviam sido mortos naquele dia, trouxe desespero e perplexidade ao povo. "O coração do povo se derreteu e se tornou como água" (v.5). A razão da derrota estava no pecado oculto. Somente Deus sabia da desobediência de Acã. Quem esconde seus pecados não desfruta da ajuda e proteção divinas, e, consequentemente, não resiste aos inimigos.
Nada fica oculto aos olhos do Senhor. Ele é onisciente (Sl 139.1-6), onipresente (Sl 139.7-12) e onipotente (Sl 139.13-18).
(CPAD – Rev. Lições Jovens e adultos – 1º Trim. 2009)

3.3. O pecado de Acã e as suas consequências.
Após a derrota, Josué rasgou a suas vestes e buscou uma explicação em Deus sobre a derrota do povo. Então, Deus lhe disse que havia anátema no meio no povo e que deveria haver santificação. ao lançar sortes, caiu na família de Acã, o qual tinha pegado dentre os despojos de Jericó uma boa capa babilônica, duzentos ciclos de prata e uma cunha de ouro do peso de cinquenta ciclos (Js 7.21). A ordem de Deus era não pegar nada entre os despojos de Jericó (Js 6.17-18). As consequências deste pecado foram: a derrota de Israel  na batalha contra Ai e o total extermínio da família de Acã e seus pertences (Js 7.24-25). Com o pecado não se brinca nem se negocia (Ec 9.18).
"O pecado de Acã (v.1)
A história de Acã é uma notificação clara de que ele, entre todos os milhares de Israel, foi o único delinquente nessa questão. Era fácil sugerir que era uma pena ver tantas coisas valiosas sendo queimadas. Qual a finalidade desse desperdício? Embora Acã fosse a única pessoa que tivesse pecado, lemos que foram os filhos de Israel que prevaricaram, porque alguém do corpo havia prevaricado, e ele ainda não havia sido separado deles, nem repudiado por eles. Eles cometeram pecado, isto é, pelo que Acã fez, a culpa foi colocada sobre toda a sociedade da qual ele era membro. Isso deve ser uma advertência para nós. Precisamos tomar cuidado com nossos próprios pecados, para que não acabemos sendo contaminados ou prejudicados (Hb 12.15), a fim de acautelar-nos da comunhão com pecadores e da aliança com eles, para que não compartilhemos da sua culpa. Muitos negociantes acabaram falindo por causa de um sócio desleixado. Precisamos cuidar uns dos outros para que o pecado seja evitado, porque os pecados dos outros podem resultar em nosso dano".
(Comentário Bíblico de Matthew Henry: Antigo Testamento.)

CONCLUSÃO
Sob a liderança de Josué e debaixo das bênçãos divinas, o povo de Israel iniciou a conquista da Terra Prometida. Agora, bem mais estruturada de maneira religiosa, política e militar, a nação de Israel começou a tomar posse das promessas proferidas aos patriarcas.

Bibliografia
[1] Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD - ARC
Biblia de estudo pentecostal, Almeida revista e corrigida, Rio de Janeiro, CPAD
Bíblia do Culto - Editora Betel
Revista EBD Betel Dominical Professor - 3 trimestre 2018, ano 28, número 108 - Editora Betel
PAE - Plano de Aula Expositiva - Auxílio EBD - http://editorabetel.com.br/auxilio/beteldominical/

1. O que significa o nome Josué ?
R: "O Senhor é salvação" (Nm 13.16).

2. Qual era a missão de Josué  ?
R: Entrar com o povo de Israel na Terra Prometida (Dt 31.7).

3. Qual foi a primeira atitude de Josué antes de atravessar o rio Jordão ?
R: Prover mantimento para a caminhada (Js 1.11)

4. Qual era a ordem de Deus a respeito de Jericó ?
R: Não pegar nada entre os despojos de Jericó (Js 6.17-18).

5.  Com o que não podemos brincar nem negociar ?
R: Com o pecado (Ec 9.18).

                              AGORA VAMOS A VÍDEO AULA SOBRE ESTA LIÇÃO.  TENHA BOM ESTUDO !                             






                                                                                                                                                                              
[     

Estimado Professor, segue abaixo o material de apoio para nossos estudos !

                                                     Série : A Terra Prometida 
 Capítulo : Josué e a travessia do povo  hebreu pelo rio Jordão 



                                                                                                                                                                              

Nenhum comentário:

Postar um comentário